Connect with us

Bastidores

Após articulação de Tiago Dimas, Ministério da Saúde libera R$ 4 milhões para UPA e UTI Infantil em Araguaína

Publicado

em

Após uma intensa articulação do deputado federal Tiago Dimas (Solidariedade), o Ministério da Saúde liberou, esta semana, a quantia de R$ 4 milhões de MAC (financiamento de Média e Alta Complexidade) para a Prefeitura de Araguaína. O dinheiro vai servir para quitar despesas de custeio do Hospital Municipal Eduardo Medrado (incluindo a UTI Pediátrica), AME (Ambulatório Municipal de Especialidades) e da UPA (Unidade de Pronto Atendimento). Juntas, esses três estabelecimentos públicos municipais atendem quase 14 mil pessoas por mês, sendo boa parte de outros cidades do Tocantins.

Atualmente, esses três serviços juntos, mais o SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) e o CAPS AD II (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas), custam R$ 4,1 milhões mensais. Como são de média e alta complexidade, prioritariamente seriam dever do governo Estado, mas o município, responsável pela saúde básica, aceitou fazê-los.

Há, portanto, uma divisão nesses custos, onde atualmente a maior parte é paga pelo governo federal através de repasses que somam, na média, 53%. O restante deveria ser dividido entre município e Estado. No entanto, não é isso que vem acontecendo: a prefeitura vem bancando, sozinha, mais que o dobro do governo do Estado e, por isso, não tem conseguido cumprir com as despesas de custeio em dia.

No Plenário da Câmara nesta segunda-feira, 16 de dezembro, ao comemorar a liberação dos recursos por parte do governo federal, Tiago Dimas cobrou do governo do Estado o seu compromisso assumido na área, que foi fazer a redivisão desses custos. “Temos cobrado desde o ano passado a repactuação desse recurso por parte do governo do Estado. Foi compromisso de campanha do atual governo que infelizmente ainda não conseguiu cumprir. Se tivessem deixado de gastar apenas 6,5% em fotocópias seria o suficiente para solucionar”, frisou Tiago Dimas, ao lembrar que o próprio governador Mauro Carlesse (DEM) se comprometeu com a repactuação do custeio da saúde de alta complexidade de Araguaína durante a campanha eleitoral.

Pelo acordo, Estado e prefeitura dividiriam meio a meio todos os gastos de custeio, descontado o valor já enviado pela União.

O custo da operação para o Estado não seria muito grande. O governo, atualmente, repassa R$ 582 mil (14%) mensais para Araguaína, enquanto a prefeitura precisa arcar com R$ 1,25 milhão (33%). Os repasses fixos do governo federal somam R$ 2,18 milhões (53%). Com a repactuação, Estado e Prefeitura de Araguaína se responsabilizariam, igualmente, por R$ 944 mil mensais. Assim, para o governo do Estado o aumento seria de R$ 362 mil por mês. “Caso tivessem repactuado desde o julho do ano passado, governo teria repassado R$ 6,5 milhões até agora, mais do que o suficiente para cobrir os déficits da UPA e do Hospital Municipal”, frisou o congressista.

Nos últimos dois anos, apenas com contratos de fotocópias e reprografias, o Estado gastou R$ 99 milhões, média de R$ 4,13 milhões por mês. Esse valor é mais de 11 vezes maior que a repactuação da saúde acertada com Araguaína.

Agradecimentos

No discurso, Tiago Dimas aproveitou, também, para agradecer o governo federal pela liberação desses recursos. “Infelizmente, precisamos ir atrás de dinheiro de custeio e não de novos investimentos. Mas agradeço ao presidente Jair Bolsonaro e a equipe do Ministério da Saúde por ter atendido o pedido de Araguaína”, frisou.

Com o dinheiro, as contas das unidades beneficiadas serão colocadas em dia. “Sei que houve reclamação por parte de médicos cooperados sobre pagamentos demorarem. Estamos nesta situação não por falta de gestão, mas por falta de compromisso do Estado que não honrou um acordo conosco. Agora vamos conseguir quitar essa situação”, ressaltou Tiago Dimas.

O parlamentar lembrou ainda a dificuldade de Araguaína para manter todo o sistema de saúde funcionando se deve a cidade ser referência, recebendo milhares de pessoas para tratamento, exames e outros serviços de outros municípios do Tocantins e de Estados vizinhos.

“Fiz um esforço pessoal para assegurar que esse dinheiro fosse liberado. Araguaína é referência no atendimento de saúde, temos um sistema superlotado por usuários de cidades vizinhas. Isso aumenta muito os gastos da municipalidade e o recurso liberado vem para dar um alívio”, explicou o deputado Tiago Dimas. (Daniel Machado)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bastidores

Barbiero lamenta suposto “rolo” no PSB e diz que denúncia de candidata contra Amastha deve ser investigada

Publicado

em

Candidato a prefeito pelo Podemos, Alan Barbiero lamentou, nesta segunda-feira, 26 de outubro, as graves denúncias feitas pela candidata a vereadora Giovanna Nazareno, do PSB, sobre a má condução e possível desvio de finalidade do dinheiro do fundo partidário destinado às candidaturas femininas da sigla socialista. “Eu que já presidi o partido em Palmas e ajudei a construir uma base para o PSB aqui na Capital, vejo com tristeza esses relatos tão graves. Os órgãos competentes precisam investigar a situação e punir caso encontrem mesmo essas irregularidades”, ressaltou.

Para Alan Barbiero, o candidato a prefeito Tiago Andrino (PSB) deve explicações públicas urgentes à sociedade. “Como que ele faz todo um discurso de nova política, de defesa da moral, de fim de privilégios e o partido dele tem uma situação constrangedora dessas vindo a público? Caso isso tenha mesmo ocorrido, é uma prática da política mais arcaica e antiga, aquela do cabresto, com partidos que não têm dirigentes, mas sim donos”, frisou Alan Barbiero.

Segundo Giovanna, por ordem do ex-prefeito Carlos Amastha (PSB), o dinheiro igualitário de 30% da chapa proporcional do PSB que deveria ser distribuído para as candidatas a vereadora, não foi distribuído assim e os repasses ficaram menores e desiguais. Além disso, ela acusa a atual direção do PSB da Capital de ter informado às candidatas valores muito acima do que realmente estariam sendo pagos pelos serviços jurídicos e de contabilidade na campanha.

Continue lendo

Bastidores

Candidata a vereadora denuncia suposto desvio de finalidade de recurso eleitoral por Amastha

Publicado

em

Continue lendo

Bastidores

Em encontro de mulheres, Wagner se emociona e fala da parceria com Dimas em Araguaína

Publicado

em

No Encontro Mulher que Transforma, promovido pela coligação A Transformação Continua, em frente ao comitê central, na noite desse sábado, 24, o candidato a prefeito Wagner Rodrigues (Solidariedade) se emocionou ao falar da parceria firmada com o prefeito Ronaldo Dimas (Podemos). Em frente a centenas de mulheres, Wagner agradeceu com a voz embargada a confiança de Dimas.

“Quero agradecer ao prefeito Ronaldo Dimas pelo trabalho realizado na cidade e é assim que queremos continuar e com o Dimas só não aprende quem não quer. Tenho andando lado a lado e agradeço muito a Deus por ter colocado na minha vida um visionário como Ronaldo e tornaremos Araguaína a melhor cidade do Norte-Nordeste para se viver”, afirmou.

Wagner ainda agradeceu às mulheres que têm feito a campanha com muita responsabilidade. “Vocês têm responsabilidade pelo futuro de Araguaína, não tenho dúvida disso. Agora eu e Marcus não será nada diferente do que já foi feito e esse processo de transformação não pode parar”, concluiu.

Durante o encontro, o prefeito Ronaldo Dimas falou que as mulheres da Prefeitura estão conduzindo muitos trabalhos em sua gestão em cinco secretarias e que acredita em uma maior representatividade feminina também na Câmara Municipal.

“As mulheres hoje são a maioria na gestão do Município. A mulher é muito importante na nossa vida, tenho convicção que a Câmara Municipal está precisando de mais mulheres, de uma força feminina e um olhar diferenciado. E tenho convicção que pelo movimento que estou vendo nas ruas é que teremos muitas mulheres na Câmara”, destacou Dimas.

Mulher que transforma

O candidato a vice-prefeito Marcus Marcelo (PL) reforçou para as mulheres que a sua gestão com Wagner será de resultados. “É preciso trabalhar firme, sabemos que seremos atacados, mas vamos levar o 77 para todos porque a política de resultados está aqui. Estamos aqui por acreditar no projeto de Ronaldo Dimas”, declarou.

A esposa de Wagner, Ana Paula Lopes, disse que a gestão de Dimas já implementou muitos serviços para as mulheres. “Vi a transformação da cidade e tudo que a mulher toca, ela pode transformar. Dimas já trouxe a Clínica Especializada da Mulher e teremos muito mais ações voltadas para a gente”, informou.

Ana Paula ainda contou sua história de vida e enfatizou a força da mulher. “Temos uma força impressionante, quero contribuir e trabalhar junto com vocês. O nosso agir modifica o nosso meio, vamos juntos nessa caminhada e dar continuidade a esse projeto. O Wagner é competente e quando ele diz que vai fazer, ele faz. Ele tem responsabilidade e tenho certeza que assim como Ronaldo, Wagner será um dos melhores prefeitos”, finalizou.

Continue lendo
publicidade Bronze