Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Centro Especializado em Reabilitação é inaugurado

Publicado

em

A população de Araguaína e de mais 63 municípios da região recebeu nesta sexta-feira, 8, o Centro Especializado em Reabilitação (CER) Luiz Flávio Quinta, que será administrado pela Prefeitura de Araguaína e gerenciado pelo Hospital de Amor. Na solenidade de inauguração, o prefeito Ronaldo Dimas destacou a parceria.

“Nada melhor do que ter uma instituição de porte nacional e internacional gerenciando o CER. Instituição que virá mais tarde também gerenciar o que seria mais uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e tornará um centro de prevenção e diagnóstico do câncer”, informou Dimas.

Além do prefeito, estiveram presentes na solenidade de inauguração a senadora Kátia Abreu, o deputado federal Tiago Dimas, o presidente do Hospital de Amor, Henrique Prata, os deputados estaduais Rérisson Macedo e Elenil da Penha, entre outras autoridades.

Referência na Região Norte

A primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, que é madrinha do Hospital de Amor, falou à população de Araguaína e região por meio de um vídeo transmitido no telão para a inauguração da nova unidade. “Essa nova unidade vai atender aos quatro tipos de reabilitação: física, intelectual, visual e auditiva. É um marco para a Região Norte e também para o Brasil. Essa unidade vai ser a primeira de uma nova rede de reabilitação”.

“Não adianta ter uma boa estrutura, bons médicos, se não houver amor, se não tratar a todos por igual. E é isso que os pacientes sentirão aqui, serão acolhidos e tratados como se fossem da família”, afirmou o presidente Henrique Prata.

Cidade inclusiva

“Araguaína está se projetando como uma cidade cada vez mais inclusiva. Nós não queremos ser cuidados, queremos ser projetados para a independência e reabilitação faz isso: promove cidadania, independência e segurança”, ressaltou o presidente da Associação da Pessoa com Deficiência de Araguaína (ADA).

Com dados da Secretaria Municipal da Saúde, estima-se que 22% da população do Estado sofrem de algum tipo de deficiência. Em Araguaína, a estimativa é 24%, o que corresponde a aproximadamente 40 mil pessoas. Em sua plena atividade, o CER terá capacidade de atender a uma média diária de 100 pacientes.

Investimento

Foram investidos no CER R$ 5,1 milhões na construção, com emenda da senadora Kátia Abreu, e R$ 2 milhões em equipamentos, com recursos do Ministério da Saúde e contrapartida do Município.

“Já inaugurei diversas obras em todo o Estado, mas nada me deu mais orgulho e alegria que este equipamento de saúde, que trará esperança e motivação para quem hoje se encontra impossibilitado de se movimentar e de realizar suas atividades. Em tempos em que testemunhamos tanta agressividade e rancor, este CER vem trazer igualdade, amor, compaixão e solidariedade”, assegurou a senadora.

Estrutura

O CER fica localizado entre os loteamentos Cidade Nova e Lago Azul e tem área total de 2.120 m², sendo 2.050 m² edificados. O centro tem 32 consultórios para diversos tipos de atendimentos a pessoas com deficiência. A unidade também conta com box de terapia, fraldários adulto e infantil e refeitório, além de dois veículos adaptados para atendimento exclusivo dos pacientes.

Homenagem

O CER recebeu o nome de Luiz Flávio Quinta, natural de Araguari (MG). Ele mudou-se para Araguaína na década de 1970. Apaixonado pelo campo e por aeronaves, foi um dos pioneiros da aviação no então norte goiano, motivando a formação de vários pilotos na região.

Além de pecuarista, foi muito influente na comercialização de bovinos, contribuindo diretamente para o fortalecimento do agronegócio na região norte do Tocantins. Em 2010, aos 50 anos, foi vítima de um desastre aéreo quando o helicóptero que pilotava caiu na cidade de Imperatriz – MA.

Pai de Luiz Flávio, o ex-prefeito de Araguaína Joaquim Quinta ressaltou a visão e competência do prefeito Ronaldo Dimas. “Este local representa a redenção da região, onde a população araguainense e de todos os municípios vizinhos serão beneficiadas”, afirmou. (Mara Santos/Fotos: Marcos Sandes)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Carlesse assina MPs que estabelecem indenização a profissionais da Saúde que atuam no combate à Covid-19

Publicado

em

Como forma de reconhecer o trabalho executado pelos profissionais de saúde neste período de pandemia da Covid-19, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse, assinou duas Medidas Provisórias (MPs) que serão publicadas na edição desta sexta-feira, 5, do Diário Oficial do Estado (DOE).

A MP nº 15/2020 institui indenização financeira extraordinária, para servidores da Secretaria de Estado da Saúde (SES) que trabalham em unidade hospitalar e exercem atividades exclusivamente nas alas de tratamento da Covid-19. Já a MP nº 14/2020, versa sobre o pagamento de plantões extraordinários a profissionais do Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen/TO), do Hemocentro e da Diretoria de Regulação de Leitos.

A implantação do pagamento de indenização financeira para os profissionais de saúde que atuam na linha de frente dos casos da Covid-19, já havia sido anunciada pelo governador Mauro Carlesse na última segunda-feira, 1º de junho, durante reunião por videoconferência do Comitê de Crise para Prevenção do novo Coronavírus (Covid-19).

De acordo com o Governador, as medidas anunciadas nesta sexta-feira, mostram o quanto o Governo do Tocantins está empenhado no combate à Covid-19 e também, em reconhecer profissionais que estão colocando suas vidas em risco em prol de um bem maior coletivo.

“Temos que remunerar melhor essas pessoas que estão se expondo e colocando em risco a sua saúde e a da sua própria família. Mesmo diante deste cenário de crise, nossa Gestão está empenhada em tomar todas as medidas necessárias para reduzir ao máximo os impactos dessa pandemia no Tocantins”, afirmou o governador Carlesse.

Ambas as MPs entram em vigor na data de sua publicação no DOE e seguem para aprovação dos parlamentares na Assembleia Legislativa do Tocantins (AL/TO).

Indenização Financeira

As indenizações de que tratam a MP nº15/2020 são de caráter extraordinário temporário e transitório, e serão pagas enquanto durar a vigência da calamidade de saúde pública decorrente da Covid-19, não se incorporando à remuneração ou base de cálculo para pagamento de benefício previdenciário ou qualquer outra vantagem, e não incidindo sobre o 13º salário e férias

De acordo com o texto da MP, os servidores que, abrangidos pela medida, sejam infectados pelo novo Coronavírus continuarão recebendo a indenização enquanto durar o afastamento das atividades laborais para tratamento da doença.

Os valores pagos serão: R$ 4.800 para Médico Leito Covid-19; R$ 1.200 aos demais ocupantes de cargos de Apoio Clínico Leito Covid-19; e R$ 800 para os demais ocupantes de cargos de Apoio Logístico de Leito Covid-19.

Plantão Extraordinário

A Medida Provisória nº 14/2020 cria um dispositivo legal que permite solucionar, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado no Tocantins, em razão da pandemia da Covid-19, a demanda de pagamento de plantões extraordinários solicitada pelo Lacen/TO, Hemocentro e Diretoria de Regulação de Leitos, uma vez que ainda não há previsão legal para isso.

De acordo com a MP, podem receber verba indenizatória pelo cumprimento de plantão extraordinários os seguintes profissionais de saúde das unidades citadas: auxiliares de enfermagem; biólogos em Saúde; biomédicos; farmacêuticos; farmacêuticos-bioquímicos; médicos; técnicos em enfermagem; e técnicos em laboratório.

Lacen/TO, Hemocentro e Diretoria de Regulação de Leitos

O Lacen/TO é o local onde é feita a análise das coletas de testagem rápida para Covid-19 e RT-PCR. Com a pandemia, o laboratório teve que ampliar a confecção e distribuição imediata de kits para coleta às Unidades de Saúde de maior complexidade (UPAS, Hospitais sob Gestão Estadual e alguns da Rede Privada).

Em virtude do atual cenário, os servidores do Lacen/TO, estão excedendo o horário determinado (segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas), e trabalhando aos fins de semana e feriados, inviabilizando a concessão de folgas, devido ao acúmulo de horas.

Já o Hemocentro possui características específicas, necessitando de funcionamento 24 horas por dia, já que atende à necessidade urgente de sangue demandada pelos hospitais públicos e privados. Atualmente, os servidores do Hemocentro trabalham em regime de escala, com plantões de 24 horas. No entanto, há carência de mais servidores e o pagamento de plantão extraordinário fará com que isso seja sanado.

A Diretoria de Regulação de Leitos é responsável pelos processos de autorização de procedimentos como a Autorização de Internação Hospitalar (AIH) e a Autorização de Procedimentos de Alta Complexidade (Apac), entre estas a regulação dos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), em tempo oportuno, a qual deve ser regulada a qualquer momento que for requerida, principalmente durante a pandemia. (Esequias Araújo/Foto: Jesuino Santana Jr.)

Continue lendo

Tocantins

Tocantins sobe para 5.182 casos de Covid-19 com 90 mortes

Publicado

em

O 82º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 05 de junho, foram contabilizados 301 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, hoje o Tocantins contabiliza 5.182 casos confirmados da doença, destes, 1.933 pacientes estão recuperados e 3.160 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 89 óbitos.

O Boletim da SES ainda não contabilizou 1 óbito, informado na noite desta quinta, 4, pela Secretaria Municipal de Saúde de Sítio Novo, no Bico do papagaio, por meio de seu Boletim. O paciente estava internado na cidade de Imperatriz-MA.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins se aproxima dos 5 mil casos de Covid-19

Publicado

em

Segundo 81º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19 no Tocantins, o estado registra nesta quinta-feira, 04 de junho, 187 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, o Tocantins contabiliza 4.881 casos confirmados da doença, destes, 1.828 pacientes estão recuperados e 2.966 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 87 óbitos.

Araguaína, Palmas e Xambioá, são os municípios com maior registros de casos, com 2025, 685 e 220 respectivamente. Já em quantidade de mortes, segue Araguaína, Araguatins e Palmas, com 20, 12 e 8, respectivamente.

Continue lendo
publicidade