Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Fiscalização intensifica ação junto a lojas para evitar avanço do coronavírus

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 30, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, se reuniu on-line com secretários e representantes dos órgãos de fiscalização do Município, Polícia Civil e Associação Comercial e Industrial (Aciara) para avaliarem os primeiros dias de fiscalização após o fechamento do comércio para atendimento presencial. De acordo com o Decreto nº 222, da última terça-feira, 28, o atendimento nas lojas deve ocorrer somente por entrega ou retirada no local para evitar o avanço da covid-19 no Município, que registra 63 casos confirmados e 267 suspeitos da doença.

O diretor do Departamento Municipal de Postura e Edificações (Demupe), Nicasio Mourão, exemplificou que apenas no trecho entre a Avenida Neblina e a Rua Quinze de Novembro, 10 lojas estavam abertas na Avenida Cônego João Lima e foram notificadas. “Caso continuem mantendo o atendimento, serão interditadas para que cumpram a legislação”.

Portas fechadas
O prefeito Ronaldo Dimas informou que o atendimento deve ser de portas fechadas neste momento. “Se não houver a compreensão da população, todo o trabalho da gestão será em vão e a nossa obrigação é proteger a maioria. Não pode haver venda no local. Os pagamentos não podem ser presenciais, devem ser via bancária”, explicou Dimas, acrescentando que a Aciara estabelecesse com os empresários um local para recebimento das parcelas das vendas efetuadas.

Para a presidente da Aciara, Hélida Dantas, o decreto deve ser cumprido e fará esse elo entre Município e comerciantes. “Não tem como governar o Município com desordem. Entendemos que o que for justo precisa ser feito. A Aciara sempre vai pedir flexibilização, mas vamos entender na hora que o empresário estiver dificultando as coisas”.

Segundo a delegada da Polícia Civil, Ana Maria Varjal, as lojas que não obedecerem o decreto poderão ser responsabilizadas criminalmente e será aberto um inquérito policial.

Mais medidas
O prefeito Ronaldo Dimas ainda informou que todos os estabelecimentos essenciais que ainda vão permanecer abertos, receberão faixas de conscientização do perigo de não manter o distanciamento social e as medidas de segurança. “Mesmo em locais essenciais que não respeitarem as medidas, se o avanço da doença continuar, vamos ter que fechar”, sinalizou.

Agradecimento à fiscalização
Dimas ainda agradeceu aos fiscais pela dedicação ao trabalho nas ruas para conter o avanço da covid-19 em Araguaína. “Quero agradecer a todos, pois não tem sido fácil para todos nós. Tem muita gente que quer que se resolva o problema, mas não contribuir com a solução. É função da fiscalização fazer com que este tipo de cidadão colabore também”.

O prefeito ainda falou sobre os números da doença no Município. “Todos estamos preocupados com o avanço da doença e temos que conter. Estamos trabalhando muito para ampliar o número de leitos. De ontem para hoje diminuímos a ocupação de leitos para oito e o número de casos também reduziu. Estamos tomando algumas precauções também quanto a pessoas de outros municípios da região, que também serão atendidas aqui”.

Medidas restritivas
O Decreto Municipal nº 222 é valido por tempo indeterminado e adere às recomendações e políticas públicas Estadual e Federal. Além de várias medidas, o decreto restringe o atendimento comercial somente por entrega ou retirada no local, responsabiliza instituição e estabelecimentos pelo uso da máscara no interior e proíbe totalmente a venda de bebidas alcoólicas no Município.

O decreto também estabelece que sejam suspensas as atividades das academias, feiras, motéis e estabelecimentos de embelezamento, como clínicas de estética e barbearias. Os serviços se juntam ao grupo em que estão bares, locais de eventos, clubes recreativos, campos esportivos, salões e comércio ambulante em geral.

Atendimento pessoal
O atendimento presencial continua apenas para os serviços essenciais, como farmácias, lojas de produtos agropecuários, industrias, cartórios, supermercados, entre outros, respeitando as medidas de higienização, orientação e distanciamento.

Nas clínicas odontológicas, médicas e laboratórios, a consulta deve ser com hora marcada e com permanência em espera de apenas um cliente. O espaço mínimo entre cadeiras de atendimento deve ser de quatro metros.

Na área de saúde animal, clinicas veterinárias devem atender somente urgências e emergência. Já para os bancos será permitido somente atendimento destinado aos programas de alívio das consequências econômicas da pandemia, inclusive o de ajuda do Governo Federal. (Thatiane Cunha/Fotos: Marcos Sandes)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins sobe para 5.182 casos de Covid-19 com 90 mortes

Publicado

em

O 82º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 05 de junho, foram contabilizados 301 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, hoje o Tocantins contabiliza 5.182 casos confirmados da doença, destes, 1.933 pacientes estão recuperados e 3.160 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 89 óbitos.

O Boletim da SES ainda não contabilizou 1 óbito, informado na noite desta quinta, 4, pela Secretaria Municipal de Saúde de Sítio Novo, no Bico do papagaio, por meio de seu Boletim. O paciente estava internado na cidade de Imperatriz-MA.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins se aproxima dos 5 mil casos de Covid-19

Publicado

em

Segundo 81º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19 no Tocantins, o estado registra nesta quinta-feira, 04 de junho, 187 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, o Tocantins contabiliza 4.881 casos confirmados da doença, destes, 1.828 pacientes estão recuperados e 2.966 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 87 óbitos.

Araguaína, Palmas e Xambioá, são os municípios com maior registros de casos, com 2025, 685 e 220 respectivamente. Já em quantidade de mortes, segue Araguaína, Araguatins e Palmas, com 20, 12 e 8, respectivamente.

Continue lendo

Tocantins

PF desarticula associação criminosa envolvida em tráfico de entorpecentes no Tocantins e Goiás

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (04), a “Operação Breaking” visando desarticular associação criminosa envolvida em tráfico de drogas nos Estados de Goiás e Tocantins.

Cerca de 30 Policiais cumprem 12 mandados de prisão preventiva, com apoio da Polícia Militar do Estado de Goiás. Os mandados foram expedidos pelo Juízo Criminal da 1ª Vara Criminal da Comarca de Colinas do Tocantins.

A Polícia Federal encontrou indícios de que os investigados têm relação com facção criminosa e praticavam diversos outros crimes, como roubos e homicídios, além do tráfico de drogas.

Os investigados poderão responder pelos crimes de roubo, homicídio e tráfico de entorpecentes, cujas penas somadas podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

O nome da operação simboliza a “quebra”, a “ruptura” dos crimes praticados pela organização criminosa. (Ascom)

Continue lendo
publicidade