Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Mais de 50% da população já tomou pelo menos a 1ª dose da vacina contra Covid-19

Publicado

em

Em menos de sete meses de vacinação, mais da metade da população de Araguaína foi vacinada contra a covid-19. Conforme dados do portal do Governo do Estado, o Integra Saúde, receberam a primeira dose do imunizante 50.09% dos moradores. “Avanço fundamental para o controle da doença no município é resultado de um trabalho em equipe”, explica a secretária da Saúde, Ana Paula Abadia.

“Esse é o resultado do planejamento e trabalho árduo de toda nossa equipe, estamos com uma logística e a disponibilidade de vários locais de imunização para que possamos dar mais celeridade neste processo e, sobretudo, comodidade à população para que tenha acesso a essa vacina”, afirmou a secretária.

Atualmente, pessoas com 20 anos ou mais já estão sendo vacinadas em 15 UBS (unidades básicas de saúde) que atendem de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30. Para receber a primeira dose da vacina contra a covid-19, é necessário apresentar o cartão de vacinação e os documentos pessoais com foto (CPF, RG ou CNH).


As unidades disponíveis são: UBS Araguaína Sul; UBS JK; UBS Manoel Maria (Setor Cimba); UBS Palmeiras do Norte, UBS Maria dos Reis (Setor Barros); UBS Dr. Dantas (Costa Esmeralda), UBS Manoel dos Reis (Jardim das Flores); UBS Lago Azul; UBS José Ronaldo Pereira da Costa (Dom Orione); UBS Senador Benedito Vicente Ferreira (Setor José Ferreira); UBS Bairro de Fátima; UBS Nova Araguaína; UBS Ponte; UBS Novo Horizonte. Com exceção da UBS Dr. Francisco Barbosa (Vila Aliança) que funciona de segunda à sexta-feira, das 7 às 18 horas.

O caminho é a ciência
Até o Município ultrapassar o número de 50% da população com a primeira dose, vários obstáculos foram vencidos nesse caminho da vacinação, como destacou a diretora de imunização, Samilla Braga.
“Foram diversos desafios que superamos e agora colhemos os resultados alcançando números que trarão grandes benefícios, pois a vacina protege vidas. Essa é uma grande conquista! Agora o grande desafio é buscar aqueles que ainda não se vacinaram. É importante que essas pessoas entendam que a ciência é o caminho para todos juntos combatermos as contaminações, internações e óbitos por covid-19”, pontuou.

Retrospectiva 
No dia 20 de janeiro, a técnica de enfermagem Deuzelia Vieira de Sousa, de 54 anos, que atua na linha de frente da covid-19 foi a primeira a ser vacinada. A cerimônia simbólica ocorreu na Unidade Básica de Saúde Maria dos Reis (Parque Bom Viver).

Ao lado de quem recebe a dose, há profissionais que aplicam o imunizante, é o caso da enfermeira Rithelle Soares, que desde o começo, atua na linha de frente da vacinação contra a covid-19. ”Quando eu recebi a notícia que iria trabalhar na imunização fiquei surpresa e ao mesmo tempo suspirei de esperança. Vendo a nossa retrospectiva como equipe de vacinação, me sinto lisonjeada por além de administrar um imunobiológico que representa a esperança de que dias melhores virão”, revelou.

Avanço gradativo
A primeira etapa da vacinação em Araguaína iniciou com 2.300 doses e foi direcionada para os profissionais da saúde que atuam na linha de frente, idosos acima de 60 anos que vivem em casas de longa permanência, população indígena, quilombolas e ribeirinhas. Com a chegada de novas remessas, os idosos de 80 anos ou mais começaram a ser vacinados no formato drive-thru e aqueles acamados ou com dificuldade de locomoção receberam a visita das equipes de saúde em casa. A faixa etária foi diminuindo gradativamente, enquanto o Município atendia as pessoas com comorbidades e deficiências permanentes, conforme orientação do Ministério da Saúde.

Ao longo desses seis meses, a imunização foi avançando e chegou aos outros grupos, como: As grávidas e puérperas, os trabalhadores da educação, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema de privação de liberdade, trabalhadores do transporte coletivo, transportadores rodoviários de carga, ferroviários, transporte aéreo, população privada de liberdade, pessoas em situação de rua, trabalhadores da limpeza urbana, trabalhadores industriais, bancários e trabalhadores de casas lotéricas.

Das 141.564 doses recebidas, os dados apontam que foram aplicadas 119.275. Os detalhes da imunização de cada grupo, podem ser acessados no portal da Prefeitura: https://vacina.araguaina.to.gov.br/.

Segunda dose
Até o momento, 27.034 pessoas estão completamente imunizadas, somando os números daquelas que tomaram dose única da vacina e a segunda dose. O Ginásio Poliesportivo Pedro Quaresma, na Via Lago está atendendo exclusivamente a população que precisa receber a segunda dose, o horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 12 horas e das 14 às 17h30. 

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Sebrae Tocantins abre seleção para Assistente e Analista Técnico

Publicado

em

O Sebrae Tocantins está com inscrições abertas até 28 de setembro para o processo seletivo externo, com oportunidades para quem possui nível médio completo e ensino superior em diversas áreas. O Comunicado de Seleção 04/2021  disponibiliza 12 vagas para Analista Técnico I  e cadastro reserva para Analista Técnico II e Assistente II, distribuídas nas cidades de Palmas, Colinas e Paraíso.

A seleção será executada pela Fundação de Apoio à Pesquisa, Tecnologia e Cultura (FAPETEC), instituição contratada pelo Sebrae Tocantins para esse fim. As etapas serão realizadas de forma remota e presencial em três fases: Prova Objetiva e Discursiva; Análise Curricular e Documental; e Entrevista Individual por Competências.

O valor da taxa de inscrição é de R$ 80,00 para Analista Técnico I e II e R$ 50,00 para Assistente II. A relação de emprego será regida pela Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT), com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Para todas as vagas, os selecionados que forem convocados terão contrato por prazo indeterminado.

Além do salário de R$ 2.536,83 para Assistente II; R$ 3.870,50 para Analista I e R$ 6.394,06 para Analista II, o Sebrae Tocantins oferece os seguintes benefícios fixos: Assistência Médico Hospitalar, Plano de Previdência Privada, Seguro de Vida em Grupo, Vale-Transporte, Auxílio Alimentação no valor de R$ 1.285,00 e Auxílio Educação (com regras específicas).

Os interessados podem ter acesso ao edital completo e se inscrever no link: https://bit.ly/3CeLXxc

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Município tem rede de apoio psicológico para combate ao suicídio

Publicado

em

A depressão é considerada pela Organização Mundial da Saúde como o mal do século 21. Uma enfermidade pouco conhecida por quem sofre e invisível aos olhos dos familiares e amigos do doente. O Setembro Amarelo é uma campanha em que o poder público e sociedade visam a conscientização, a desmistificação e prevenção do suicídio.

O Município possui vários serviços de atendimento especializado para diagnóstico, tratamento, prevenção e ainda chamadas de urgência e emergência. Nem sempre se pode controlar os impulsos sozinhos e por isso é necessário procurar ajuda profissional. Em Araguaína, a RAPS (Rede de Atenção Psicossocial) conta com locais e modalidades de atendimento.


Porta de entrada
O atendimento psicológico e psiquiátrico à comunidade pode ser solicitado a partir de uma consulta médica nas UBS (unidades básicas de saúde). O agendamento da consulta deve ser feito na UBS ou pelo 0800 da Saúde (0800 641 2200). Identificada a necessidade de acompanhamento, o paciente será encaminhado aos serviços especializados.

Atendimento especializados
Entre os atendimentos especializados estão o NASF (Núcleo de Apoio e Saúde da Família), AME (Ambulatório Municipal de Especialidade), CAPS Adulto (Centro de Atenção Psicossocial 2), CAPS infantil (Centro de Atenção Psicossocial 1) ou para o CAPS-AD 3 (Centro de Atenção Psicossocial de Álcool e outras Drogas). 

A população também pode ir diretamente ao CAPS, pois não há necessidade de encaminhamento a este serviço. O CAPS 1 fica na Rua Deusarina Aires, quadra 4, lote 12, no Setor Tecnorte, e tem o contato 3411-2955; já o CAPS 2 é localizado na Rua Castelo Branco, nº 40, no Setor Rodoviário, e o telefone é 3411-2959 ou 3411-2962; e o CAPS AD 3 está na Rua 12 de Outubro, nº 459, Centro, e pode ser contatado pelo número 3412-6091.

Oferta de trabalho
O CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social) oferta trabalho social especializado às famílias e indivíduos em situação de risco pessoal ou social, por violação de direitos. A unidade funciona na Rua dos Maçons, nº 54, Centro. Os moradores podem entrar em contato pelos telefones (63) 3411-7116 e (63) 99973-9729.

Prevenir é melhor
O coordenador do CAPS 2, Weliton Bezerra, alerta que essa doença pode nascer de muitos jeitos e que não se deve menosprezar o sofrimento. “O labor da vida moderna tem nos trazido algumas dificuldades, conciliar trabalho, família e lazer está cada vez mais difícil”.

Uma das dicas é a atividade física saudável para auxiliar na prevenção e tratamento da ansiedade e transtornos. “A pessoa deve buscar a atividade física que melhor se identifica, tem que ter prazer na prática, se ele buscar uma modalidade que não gosta certamente será um sacrifício e provavelmente irá amplificar os sintomas e irá desistir”.

O CRAS (Centro de Referência de Assistência Social) tem atendimento com objetivo de prevenir a ocorrência de situações de vulnerabilidades e riscos sociais, por meio do desenvolvimento de potencialidades e aquisições, do fortalecimento de vínculos familiares e comunitários, e da ampliação do acesso aos direitos de cidadania.

Araguaína possui três unidades: CRAS 1, localizado na Rua Lontra, lote 29, Setor Céu Azul, e tem os telefones (63) 3412-5152 e (63) 99962-6452; CRAS 2, fica na Praça Iguaçu, lote 4, Setor Araguaína Sul e tem os telefones (63) 3412 4023 e (63) 99973 9763; e CRAS 3, que é instalado na Rua 8, lote 1, Setor Lago Sul, e pode ser consultado pelo telefone (63) 99951 0119.

As unidades dão apoio para o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) em três setores: Couto Magalhaes, Costa Esmeralda e Distrito Novo Horizonte.

Mais ainda
Além dos CRAS e o CREAS, o Centro-Dia oferece esses serviços de atendimento de psicólogos, assistentes sociais e pedagogos sociais. A unidade é referência para pessoas com deficiência, em situação de dependência, e tende também as famílias dos pacientes. Seu funcionamento é na Rua Ademar Vicente Ferreira, nº 514, Setor Noroeste e o contato pode ser feito pelo telefone (63) 3415-1305.

Sempre alerta
Em caso de risco imediato é possível solicitar atendimento pelo número 192 para acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que encaminhará o paciente ao serviço de urgência psiquiátrica do Hospital Regional.

O Centro de Valorização da Vida (CVV), da Associação Brasileira de Psiquiatria e do Conselho Federal de Medicina, pode ajudar pelo número 188 em todo o território nacional, 24 horas todos os dias de forma gratuita.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins registra pelo 3º mês seguido, queda em números da Covid-19

Publicado

em

O Tocantins segue com queda nos números da pandemia pela Covid-19. Dados do Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Tocantins (CIEVS/TO) – compilados pelo Centro de Informações e Decisões Estratégicas em Saúde (Integra Saúde) – da Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que pelo terceiro mês consecutivo houve redução em número de casos, taxa de internações em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e em registro de óbitos.

O técnico da área de planejamento do Sistema Único de Saúde (SUS), que coordena o Sistema Integra, Ullannes Passos Rios, “a informação foi um ativo muitíssimo importante para o enfrentamento da pandemia de Covid19 no Tocantins. A tomada de decisão torna-se mais segura quando se tem dados que mostram o cenário real e as projeções futuras. Neste momento os números nos mostram um arrefecimento da doença no Estado, pois todos os indicadores estão em queda, o que nos projeta um cenário mais favorável à frente”, pontuou.

A título exemplificativo, em julho de 2021, foram registrados no Tocantins, 11.251 novos casos da Covid-19, 158 óbitos pela doença e 300 internações em UTI. Já em agosto, o Estado contabilizou 7.687 casos, 93 óbitos e 164 internações para cuidados intensivos. Uma redução de 32%, 41% e 45% respectivamente.

“Felizmente a redução dos óbitos é a mais latente. Agosto foi o quinto mês seguido de queda, desde o mês de março, quando tivemos o pico da doença aqui no Tocantins e registramos 645 mortes pela Covid-19. Atualmente estamos com 111 municípios que há 30 dias não registram óbitos pelo novo Coronavírus e 31 cidades sem nenhum novo caso da doença”, informou a coordenadora do CIEVS, Arlete Otoni.

Para o titular da SES, Dr. Edgar Tollini “as reduções são resultados das ações pontuais da Gestão Estadual frente ao combate à doença, à atuação eficaz das equipes multiprofissionais no cuidado com os pacientes e ao avanço da vacinação, que imprimiu um novo cenário ao contexto pandêmico, com um queda brusca em todos os índices”, destacou.

Dados 

Dados do boletim epidemiológico, divulgado pela SES, nesta terça-feira, 14, mostram que, atualmente, o Tocantins contabiliza 666.288 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 221.317 casos confirmados. Destes, 212.343 estão recuperados, 5.255 pacientes seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 3.719 foram a óbito.

O Estado também registra o recebimento de 1.762.590 doses de imunizantes contra a Covid-19. Destas, 1.594.727 foram distribuídas aos 139 municípios e 1.302.509 já foram aplicadas, totalizando 25,88% da população tocantinense imunizada. (Aldenes Lima)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze