A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira, 27, a Operação Dose para Leão, com vistas a apurar ocorrências de superfaturamento, bem como desperdício de insumos médico-hospitalares e odontológicos na Secretaria de Saúde de Araguaína, no norte do Tocantins.

Mais de 50 policiais federais cumprem 12 mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara da Justiça Federal de Araguaína/TO, nas cidades de Palmas-, Goiânia-GO e Aparecida de Goiânia-GO.

A investigação teve início após denúncia sobre irregularidades ocorridas no Centro Logístico da Prefeitura de Araguaína. A falta de controle nas compras de insumos e medicamentos geraram perdas por vencimento dos prazos de validade de diversos produtos, somando-se a isso a aquisição desnecessária de diversos itens com baixa rotatividade.

Dentre as irregularidades, foi constatado o superfaturamento em diversos itens adquiridos pela Secretaria, chegando a mais de 400 % (quatrocentos por cento) em alguns casos, assim como a existência de produtos adquiridos por preços inexequíveis, ou seja, abaixo do preço de custo, o que gera suspeitas sobre a utilização do artifício denominado “jogo de planilha”.

A operação contou com o apoio da CGU, que também auxiliará na análise técnica de parte do material apreendido. (Foto: AF Notícias)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.