Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Polícia Civil conclui inquérito e indicia homem que tentou matar o próprio irmão

Publicado

em

 Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 2ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de Araguaína, concluiu nesta sexta-feira, 8, o inquérito que apurava as circunstâncias de um crime de tentativa de homicídio, ocorrido no dia 21 de dezembro de 2019, quando dois irmãos se desentenderam, sendo que um deles acabou sendo atingido por golpes de facão e quase veio a óbito.

De acordo com o responsável pelo caso, delegado Guilherme Torres, no dia dos fatos, os irmãos, de 35 e 33 anos, estavam realizando uma instalação da casa de um deles, quando após a ingestão de bebida alcoólica se desentenderam após uma brincadeira de mau gosto feita por um deles. Ato contínuo, um deles se armou com um facão e partiu para cima do outro, que para se defender também pegou um facão. Os dois entraram em confronto físico, sendo que, em determinado momento, o autor de 33 anos conseguiu desferir um golpe que praticamente decepou o braço da vítima, de 35 anos.

Ainda segundo o apurado durante as investigações da Polícia Civil, após atingir o braço do irmão, o suspeito levantou o facão e fez menção de desferir um golpe no pescoço da vítima. No entanto, acabou sendo impedido por um amigo em comum que estava no local, que mesmo sofrendo cortes nas mãos, acabou impedindo que o homicídio fosse consumado. A vítima foi socorrida e levada ao Hospital Regional de Araguaína, mas, em virtude do gravíssimo ferimento que sofreu, teve que amputar seu braço e após vários dias de internação conseguiu se recuperar.

Depois de cometer o crime, o autor fugiu. Desse modo, nesta sexta-feira, 8, o inquérito foi concluído e o homem de 33 anos foi indiciado por homicídio doloso na forma tentada, se for condenado pode pegar uma pena de 4 a 20 anos de prisão. O inquérito foi remetido ao Poder Judiciário para a adoção das providências legais cabíveis. (Rogério de Oliveira)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PF desarticula associação criminosa envolvida em tráfico de entorpecentes no Tocantins e Goiás

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (04), a “Operação Breaking” visando desarticular associação criminosa envolvida em tráfico de drogas nos Estados de Goiás e Tocantins.

Cerca de 30 Policiais cumprem 12 mandados de prisão preventiva, com apoio da Polícia Militar do Estado de Goiás. Os mandados foram expedidos pelo Juízo Criminal da 1ª Vara Criminal da Comarca de Colinas do Tocantins.

A Polícia Federal encontrou indícios de que os investigados têm relação com facção criminosa e praticavam diversos outros crimes, como roubos e homicídios, além do tráfico de drogas.

Os investigados poderão responder pelos crimes de roubo, homicídio e tráfico de entorpecentes, cujas penas somadas podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

O nome da operação simboliza a “quebra”, a “ruptura” dos crimes praticados pela organização criminosa. (Ascom)

Continue lendo

Tocantins

Governo do Tocantins pediu que órgãos fiscalizadores apurassem sobrepreço na venda de máscaras

Publicado

em

Secretário de Estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini, lembra que no Tocantins, como em todo o mundo, a chegada do novo Coronavírus pressionou o preço de itens de higiene e produtos hospitalares

Para evitar que empresas pratiquem sobrepreço e se aproveitem do momento de dificuldade mundial provocado pela pandemia do novo Coronavírus, o Governo do Tocantins tem se utilizado de todos os mecanismos legais, bem como buscado o apoio de órgãos competentes, de controle e fiscalização, para que auxiliem o Estado a impedir a ocorrência desta prática.

O secretário de Estado da Saúde, Dr. Edgar Tollini, lembra que no Tocantins, como em todo o mundo, a chegada do novo Coronavírus pressionou o preço de itens de higiene e produtos hospitalares e aumentou a procura por artigos como álcool em gel e máscaras de proteção, principalmente para uso dos profissionais de saúde que estão na linha de frente nos hospitais.

“O cenário é igual para todo o mundo: de muita dificuldade, de grande procura e pouca oferta. Mas mesmo diante disso não nos furtamos em tomar as medidas cabíveis e necessárias para manter a proteção dos nossos profissionais de saúde. No dia 16 de março, a empresa com a qual a Secretaria da Saúde mantinha contrato para fornecimento de máscaras solicitou o cancelamento de saldo de atas alegando que em virtude do cenário e a alta do consumo de materiais, principalmente os descartáveis, não lhe restaria outra opção senão o cancelamento do item. Desta forma, com a necessidade urgente de aquisição dos equipamentos, fez-se necessária a dispensa de licitação”, explica o secretário de Saúde, Dr. Edgar Tollini.

Dada a urgente necessidade e sob pena de haver risco à segurança do manejo clínico de pacientes, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) adquiriu os equipamentos necessários com o valor encontrado no mercado e imediatamente representou  no Ministério Público Federal (MPF) para que investigasse a possibilidade de ter havido sobrepreço e possível crime contra economia popular.

O superintendente Jurídico da SES, Marcus Senna, reforça que a Gestão Estadual vem evitando ao máximo a realização de dispensas de licitação, mas que o Tocantins não poderia deixar de contar com os itens adquiridos. “A aquisição foi feita diante de uma urgente necessidade, mas como o preço encontrado no mercado chamou a atenção do Governo imediatamente provocamos os órgãos de controle para que fosse feita uma investigação”, explica.

Videoconferência com de órgãos de controle

Como mais uma ação para evitar práticas ilegais e definir ações coordenadas para o combate à prática de sobrepreço, ainda no mês de abril a Secretaria de Saúde realizou uma videoconferência com representantes de órgãos de controle estadual e federal.

O objetivo foi buscar o apoio dos órgãos para uma atuação conjunta de forma a garantir o melhor emprego possível do recurso público, evitando possíveis danos ao erário.

A reunião contou com a participação de representantes dos seguintes órgãos de controle: Ministério Público Estadual (MPTO), Ministério Público Federal (MPF), Tribunal de Contas do Estado (TCE), Defensoria Pública do Estado (DPE), Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju), Procon, Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP) e Procuradoria Geral do Estado (PGE). (Sara Cardoso/Foto: Erlane Miranda)

Continue lendo

Tocantins

36% dos pacientes que contraíram Covid-19 no Tocantins estão curados

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que nesta quarta-feira, 03 de junho, foram contabilizados 228 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, hoje o Tocantins contabiliza 4.698 casos confirmados da doença, destes, 1.734 pacientes estão recuperados e 2.882 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 82 óbitos.

Os dados estão no 80º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19 No Tocantins.

Continue lendo
publicidade