Nesses oito meses em que realizou o expediente de seis horas corridas, a Prefeitura de Araguaína gerou uma economia de mais de R$ 1 milhão de reais dos custos com água, energia, combustível, horas extras, material de expediente e de consumo em geral.
Diante do sucesso da medida, o horário 12 às 18 horas foi mantido por tempo indeterminado, de acordo com Decreto 189/20, publicado no Diário Oficial do Município nº 1.989, de sexta-feira, 31 de janeiro.

A prorrogação visa a redução de custos sem causar prejuízos à comunidade, já que não interfere na qualidade dos serviços prestados.

Órgãos essenciais não mudam
A alteração no horário de expediente não se aplica à Unidade de Pronto Atendimento (UPA 24h), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Hospital Municipal e Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), cujos serviços não podem ser paralisados ou interrompidos. O atendimento nas unidades básicas de saúde (UBS) também não sofrerá alteração.

Horários diferenciados
Já os setores administrativos da Saúde, como o atendimento para fazer o cartão do Sistema único de Saúde (SUS), na sede da Secretaria da Saúde, funciona em horário comercial, das 8 às 12 horas e das 14 às 18 horas.  O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) também tem expediente durante todo o dia, das 7h30 às 18 horas, sem interrupção.

Na Secretaria Municipal da Fazenda, o atendimento seguirá das 8 às 18 horas, também sem intervalo. (Marcelo Martin/Foto: Marcos Sandes)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.