Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Segmentos da área de construção civil e treinamento de pessoas são diferenciais em feira do Sebrae

Publicado

em

Quando se pensa em feira de negócios, vai logo associando a empresas do setor de vestuário, acessórios e serviços expondo os seus produtos. Mas a primeira edição do Liquida Tudo Araguaína, que começou na última quarta-feira, 16, e finaliza neste sábado, 19, o espaço é para todos os tipos de segmentos.

Os empreendedores Roberta Vaz e Jean Carlos apostaram na feira para mostrar a sua empresa de treinamento de pessoas e inteligência emocional. Roberta, que é formada em Direito, mudou sua visão de negócios há um ano, quando participou de uma missão empresarial do Sebrae. “Participamos dessa missão, fizemos o treinamento em coach e decidimos abrir o nosso negócio neste segmento. A feira é uma oportunidade de mostrar os nossos serviços, como palestras, análise de perfil e comportamental; tudo com desconto para quem fechar durante a feira”, comentou.

Um estande que chama a atenção de quem passa na feira é da empresa de Bruno Ribeiro. Do setor de construção civil, o empresário aproveitou a feira para mostrar os seus produtos que abrangem desde a linha industrial, mas também rural e residencial. “Estamos mostrando o que temos a oferecer na nossa área. Fechando contatos com futuros clientes”, destacou Ribeiro.

Liquida Tudo Araguaína

O evento é realizado pelo Sebrae em parceria com a Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara), Grupo Campelo e Prefeitura de Araguaína e apoio da Rensoftware, Midix Internet, SESI, PM, Corpo de Bombeiros e TV Anhanguera. O Liquida Tudo Araguaína conta com 54 expositores de diversos segmentos, além de Espaço Kids e Vila Gastronômica com apresentações culturais. A feira segue até este sábado, 19, no estacionamento do Atacadão Campelo, localizado na Avenida Filadélfia, das 11 às 21 horas.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins sobe para 5.182 casos de Covid-19 com 90 mortes

Publicado

em

O 82º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 05 de junho, foram contabilizados 301 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, hoje o Tocantins contabiliza 5.182 casos confirmados da doença, destes, 1.933 pacientes estão recuperados e 3.160 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 89 óbitos.

O Boletim da SES ainda não contabilizou 1 óbito, informado na noite desta quinta, 4, pela Secretaria Municipal de Saúde de Sítio Novo, no Bico do papagaio, por meio de seu Boletim. O paciente estava internado na cidade de Imperatriz-MA.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins se aproxima dos 5 mil casos de Covid-19

Publicado

em

Segundo 81º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19 no Tocantins, o estado registra nesta quinta-feira, 04 de junho, 187 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, o Tocantins contabiliza 4.881 casos confirmados da doença, destes, 1.828 pacientes estão recuperados e 2.966 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 87 óbitos.

Araguaína, Palmas e Xambioá, são os municípios com maior registros de casos, com 2025, 685 e 220 respectivamente. Já em quantidade de mortes, segue Araguaína, Araguatins e Palmas, com 20, 12 e 8, respectivamente.

Continue lendo

Tocantins

PF desarticula associação criminosa envolvida em tráfico de entorpecentes no Tocantins e Goiás

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (04), a “Operação Breaking” visando desarticular associação criminosa envolvida em tráfico de drogas nos Estados de Goiás e Tocantins.

Cerca de 30 Policiais cumprem 12 mandados de prisão preventiva, com apoio da Polícia Militar do Estado de Goiás. Os mandados foram expedidos pelo Juízo Criminal da 1ª Vara Criminal da Comarca de Colinas do Tocantins.

A Polícia Federal encontrou indícios de que os investigados têm relação com facção criminosa e praticavam diversos outros crimes, como roubos e homicídios, além do tráfico de drogas.

Os investigados poderão responder pelos crimes de roubo, homicídio e tráfico de entorpecentes, cujas penas somadas podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

O nome da operação simboliza a “quebra”, a “ruptura” dos crimes praticados pela organização criminosa. (Ascom)

Continue lendo
publicidade