Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Suspeito de mutilar mão de catador de lixo é indiciado

Publicado

em

A Polícia Civil do Tocantins, por intermédio da 28ª Delegacia de Polícia de Araguaína concluiu as investigações referentes a prática do crime de lesão corporal gravíssima cometido em face de um catador de recicláveis, no dia 22 de maio de 2018, no setor Araguaína Sul, naquela cidade.

De acordo com o delegado Pedro Nunes Vieira Júnior, responsável pelo caso, as investigações da 28ª DPC apontaram que o indivíduo de iniciais J. S. F., de 31 anos de idade teria sido o autor do delito, que é tipificado pelo Art. 129 do Código Penal e tem pena prevista reclusão de dois a oito anos, praticado contra a vítima Adriano Andrade Marinho, que teve sua mão esquerda decepada, na data acima mencionada, por volta das 20hs, em um estabelecimento comercial no setor Araguaína Sul.

Ainda de acordo com o delgado Pedro Júnior, a vítima catava latinhas de cerveja para reciclagem, em frente ao local do crime, quando, aparentemente sem motivo algum, J.S.F que bebia no bar, pegou um facão que estava no interior de seu veículo  e desferiu um único golpe, decepando a mão esquerda da vítima.

Na época dos fatos, o autor foi ouvido pela Polícia Civil, mas alegou que assim agiu em legítima defesa, para defender-se de agressão da vítima, que segundo ele estaria de posse de uma faca e o teria ameaçado.  Porém, durante o inquérito apurou-se que não houve qualquer agressão por parte da vítima e muito menos que estivesse com uma faca.

Além disso, provas periciais, depoimentos de testemunhas, imagens do sistema de segurança do estabelecimento e confissão do autor formam o conjunto probatório produzido durante as investigações. Diante dos fatos, a autoridade policial concluiu o inquérito com indiciamento de J.S.F por lesão corporal gravíssima, sendo o documento remetido ao Poder Judiciário. Vale ressaltar que o Ministério Público Estadual, com base nas investigações da Polícia Civil, abriu ação penal e denunciou o autor pelo crime acima mencionado.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins sobe para 5.182 casos de Covid-19 com 90 mortes

Publicado

em

O 82º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 05 de junho, foram contabilizados 301 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, hoje o Tocantins contabiliza 5.182 casos confirmados da doença, destes, 1.933 pacientes estão recuperados e 3.160 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 89 óbitos.

O Boletim da SES ainda não contabilizou 1 óbito, informado na noite desta quinta, 4, pela Secretaria Municipal de Saúde de Sítio Novo, no Bico do papagaio, por meio de seu Boletim. O paciente estava internado na cidade de Imperatriz-MA.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins se aproxima dos 5 mil casos de Covid-19

Publicado

em

Segundo 81º Boletim Epidemiológico Notificações da Covid-19 no Tocantins, o estado registra nesta quinta-feira, 04 de junho, 187 novos casos confirmados para Covid-19.

Desta forma, o Tocantins contabiliza 4.881 casos confirmados da doença, destes, 1.828 pacientes estão recuperados e 2.966 estão ainda em isolamento domiciliar ou hospitalar, além de 87 óbitos.

Araguaína, Palmas e Xambioá, são os municípios com maior registros de casos, com 2025, 685 e 220 respectivamente. Já em quantidade de mortes, segue Araguaína, Araguatins e Palmas, com 20, 12 e 8, respectivamente.

Continue lendo

Tocantins

PF desarticula associação criminosa envolvida em tráfico de entorpecentes no Tocantins e Goiás

Publicado

em

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quinta-feira (04), a “Operação Breaking” visando desarticular associação criminosa envolvida em tráfico de drogas nos Estados de Goiás e Tocantins.

Cerca de 30 Policiais cumprem 12 mandados de prisão preventiva, com apoio da Polícia Militar do Estado de Goiás. Os mandados foram expedidos pelo Juízo Criminal da 1ª Vara Criminal da Comarca de Colinas do Tocantins.

A Polícia Federal encontrou indícios de que os investigados têm relação com facção criminosa e praticavam diversos outros crimes, como roubos e homicídios, além do tráfico de drogas.

Os investigados poderão responder pelos crimes de roubo, homicídio e tráfico de entorpecentes, cujas penas somadas podem ultrapassar 40 anos de reclusão.

O nome da operação simboliza a “quebra”, a “ruptura” dos crimes praticados pela organização criminosa. (Ascom)

Continue lendo
publicidade