Connect with us

Tocantins

ARAGUAÍNA: Via Norte trará desenvolvimento urbano e comercial a bairros

Publicado

em

A Via Norte é mais uma obra da gestão Ronaldo Dimas que mudará Araguaína para sempre. Uma referência em mobilidade urbana que fará parte da transformação do Município já na próxima década. O investimento impulsionará o desenvolvimento de um novo corredor comercial e criará uma via de acesso que cruzará diretamente 14 bairros para desafogar o trânsito no Centro.  Com extensão de 9,3 quilômetros, a nova via ligará o final da Avenida Marginal Neblina até a BR-153 no Setor Barros.
 
“Inicialmente, eu não tenho dúvida de que o trecho central vai propiciar novos investimentos quase que de imediato e, ao longo do tempo, toda avenida vai se tornar extremamente comercial. Com alguns pontos propícios para empreendimentos imobiliários, principalmente empreendimentos verticais, porque o acesso vai ser facilitado, mais rápido”, afirmou o prefeito Ronaldo Dimas.
 
O projeto, que contempla bacias de contenção, ainda resolverá um problema crônico no centro da cidade: o alagamento de casas às margens dos córregos. A obra faz parte do Projeto Saneamento Integrado Águas de Araguaína, financiado pela Comunidade Andina de Fomento (CAF).
 
Redução do fluxo na rodovia

De acordo com o secretário de Planejamento e Tecnologia, Frederico Prado, a possibilidade de transitar em vias rápidas por dentro do Município também é importante para diminuir os acidentes na BR-153.  “A mobilidade vai resolver problemas nos setores como Maracanã, Vila Goiás e Costa Esmeralda, que acabam chegando ao Centro pela rodovia”, explicou.
 
Além de canalizar o fluxo de veículos dos bairros mais afastados do norte do Município ao Centro, a Via Norte ligará os extremos com a interligação com as Avenidas Neblina e Via Lago, seguindo até a Avenida Dionísio Farias, no Bairro de Fátima, onde fica o Aeroporto Municipal. 
 
Etapa A até a Avenida Castelo Branco

Sua construção será realizada em duas etapas. A Etapa A, entre as Avenidas Cônego João Lima e Castelo Branco, passará sobre o canal do Córrego Canindé, que será fechado. Os imóveis a serem desocupados ou desapropriados já foram cadastrados.
 
O trecho de 1,5 km atenderá diretamente cinco bairros: Neblina, Jardim Goiás, São Luiz, Brasil e Cimba. No projeto atual consta as ligações com as ruas Gaúcha, Santa Cruz, Sete de Setembro, Quinze de Novembro, Vinte e Cinco de Dezembro, Souza Porto, Cuiabá, Vinte e Um de Abril, Neif Murad e Ademar Vicente Ferreira. As ligações continuam com as ruas das Mangueiras, Araguaia e Castelo Branco, com retornos para dar fluidez ao tráfego.
 
Serão duas pistas, cada uma com sete metros de largura, divididas pelo canteiro que abrigará uma ciclofaixa com largura de 2,5 metros. Nos locais onde os dois sentidos se afastam, a ciclofaixa continuará pela pista em sentido ao Centro, delimitada com tachões refletores. Haverá ainda calçadas acessíveis com largura de três metros nas duas margens da via.
 
Etapa B até a BR-153

Após a Avenida Castelo Branco, a Etapa B começa na interligação com a Rua Dois de Julho e Avenida Amazonas, no Setor Araguaína Sul, tendo aproximadamente 2,6 km. A Via Norte segue por mais 5,2 km até o Setor Barros. O projeto deste trecho está em elaboração e busca manter os mesmos parâmetros do outro percurso. (Marcelo Martin – Foto: Marcos Sandes)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

TV Norte/SBT Tocantins começa o ano com novos apresentadores

Publicado

em

O ano começou com mudanças na tela da TV Norte/SBT Tocantins, com alterações nos dois maiores programas da casa: o Povo Na TV e o jornal Notícias Tocantins.

As novidades fazem parte de uma série de mudanças que marcam uma nova etapa na história da TV Norte/SBT Tocantins. Em outubro do ano passado, O Grupo Norte de Comunicações formalizou a compra da sociedade em operações da TV no Tocantins, se tornando a principal afiliada do SBT no estado, com sedes em Palmas, Gurupi e Araguaína.

A jornalista Marisol Almofrey, que apresentava o Notícias Tocantins, ficará a frente do Povo Na TV, que vai ao ar entre meio dia e 13h, dando uma nova cara e um tom mais leve, aproximando casa vez mais o telespectador da notícia.

Já Wagner Quintanilha, o mais novo contratado da casa, vai comandar o jornal Notícias Tocantins, exibido de segunda à sexta-feira, a partir das 19h15, trazendo seus mais de 30 anos de experiência em comunicação para somar com a equipe de jornalismo da TV Norte Tocantins
O diretor da TV Norte Tocantins, Júlio Prado, ressalta que este é um momento importante na história da emissora. “A chegada o Wagner Quintanilha nos enche de expectativa. Ele é um nome conhecido, que vem para reforçar nosso compromisso com a informação de credibilidade. Temos um time de peso, para oferecer ao nosso telespectador um jornalismo crítico, sério e com uma importância social, e o Quintanilha é um profissional competente que vai nos ajudar a seguir reafirmando nosso compromisso com os tocantinenses”, afirma.

Wagner Quintanilha afirma estar feliz com o novo desafio. “Eu chego com uma expectativa muito grande de somar com o trabalho de grandes profissionais que já vem executando um belíssimo trabalho na TV Norte Tocantins. Estou muito orgulhoso de poder fazer parte time, e vamos fazer um bom trabalho juntos”, disse.

Quem assiste a TV Norte/SBT Tocantins, vai poder acompanhar essas mudanças e o crescimento no jornalismo da casa. A aposta é uma comunicação mais leve, mais dinâmica, e cada vez mais próxima de quem participa da programação. É uma nova forma de trabalho, mas com a mesma seriedade, comprometimento e credibilidade que o telespectador merece.

Continue lendo

Tocantins

Para enfrentar a crise, 64% das empresas tocantinenses vendem por canais digitais

Publicado

em

O comércio eletrônico foi a forma que a grande maioria das empresas encontrou para enfrentar a crise gerada pela pandemia de Covid-19. De acordo com a 9ª edição da pesquisa “O Impacto da Pandemia de Coronavírus”, elaborada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas (FGV), sete em cada dez empresas brasileiras já atuam nas redes sociais, aplicativos ou internet para impulsionar suas vendas. Em maio, bem no início da pandemia, esse percentual era de 59%.

Para o superintendente do Sebrae Tocantins, Moisés Gomes, a internet tem sido uma grande aliada na sobrevivência dos negócios. “As compras pela internet se intensificaram e os empresários tiveram que se readaptar para manter o negócio funcionando. O ambiente virtual se tornou um aliado cada vez mais forte e importante para compra e venda de produtos e serviços”, afirmou.

No Tocantins, a plataforma WhatsApp é a preferida pelos empreendedores que inseriram o mundo virtual nas suas vendas, com 94% de adeptos. Instagram e Facebook são as próximas opções, com 47% e 39%, respectivamente. Apenas 8% dos negócios vendem por sites próprios.

“Isso demonstra que plataformas já conhecidas e com grande capilaridade são mais procuradas pelos empreendedores, que levam em consideração custos de manutenção e a confiabilidade do meio”, destacou Gomes.

Outro dado apontado pela pesquisa é que 59% das empresas tocantinenses continuam funcionando, mas tiveram mudanças em suas rotinas em 2020. Além disso, 34% dos entrevistados comercializaram novos produtos e serviços desde o surgimento da crise do coronavírus. Para 45% dos empresários tocantinenses, os desafios estabelecidos pela instabilidade provocaram mudanças valiosas em seus negócios.

Continue lendo

Tocantins

Ministério da Saúde aumenta de 29 mil para 44 mil doses da Coronavac para o Tocantins

Publicado

em

A quantidade de doses da vacina CoronaVac, que inicialmente seria de 29.840 para o Tocantins, teve porção aumentada para 44 mil. A informação foi oficializada pelo secretário de estado da Saúde, Edgar Tollini, na noite desta segunda-feira, 18, no lançamento da campanha de vacinação contra a Covid-19.

Essas doses serão destinada para profissionais da saúde, idosos e indígenas.

A CoronaVac foi desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac e, no Brasil, será produzida pelo Instituto Butantan, em São Paulo. O uso emergencial da vacina foi aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no domingo (17). A agência também aprovou o uso emergencial da vacina de Oxford, cujas doses devem chegar ao país nas próximas semanas.

Continue lendo
publicidade Bronze