Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Familiares de Ney e Adriana divulgam Nota de agradecimento

Publicado

em

whatsapp-image-2016-12-02-at-21-44-44

Na amanhã desta terça-feira, 6, as famílias do casal de cabeleireiros Nailton Santos Silva (Ney) e Adriana Fernandes da Rocha, divulgaram nota de agradecimento pelo apoio recebido durante todo o processo de julgamento que culminou com a condenação de Elvis Gomes Ferreira e Renato da Silva Gonçalves, responsáveis pelo assassinato do casal.

Veja a Nota

NOTA

As famílias Santos e Rocha vem a público agradecer o incansável e eficiente trabalho desempenhado pelo Ministério Publico, Polícia, Poder Judiciário, enfim, todos aqueles que de uma forma direta ou indireta, que imbuídos do espírito de honrar suas funções, asseguraram, mais uma vez, o cumprimento eficiente da Justiça, no caso de nossos entes queridos, Nailton Santos Silva (Ney) e Adriana Fernandes da Rocha, brutal e covardemente mortos em outubro de 2006.

Nesse esforço conjunto de pessoas dedicadas, cada qual exercendo suas atribuições de forma harmônica e tendo ainda o desafio de dar respostas a sociedade, cumprindo assim a missão confiada pela Justiça do Estado do Tocantins.

Sobre maneira e não menos importante, também fica aqui registrado nosso profundo agradecimento a todos os araguatinenses, que receberam com tanto carinho o Ney e a Adriana, e não diferente as fortes demonstrações de solidariedade, apoio e carinho que nossas famílias receberam no decorrer dessa caminhada em busca de Justiça. Foram longos 10 anos. Queremos que os araguatinenses saibam, que dessa cidade e desse povo não nos resta magoa, pois temos a certeza que esse episódio que marcou nossos corações, não condiz com o sentimento que os araguatinenses nutriam por Ney e Adriana, sempre tão bem recebidos e amados por todos os araguatinenses. Temos a certeza que o crime foi um ato isolado.

De Araguatins ficará sempre as demonstrações de amor, carinho e solidariedade por todos nós.

Esta condenação não servirá para trazer de volta nosso casal querido, mas de muito adiantará, para que outros, que um dia pensarem ou arquitetarem tirar a vida de outras pessoas, causando profundo sofrimento a familiares, irmãos, pais e mães, possam ter a certeza, que não ficarão impunes, pois a Justiça, a Polícia e Sociedade estão vigilantes.

Nosso muito obrigado a todos os araguatinenses.

FAMÍLIAS SANTOS E ROCHA

 

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Novas cenas de violência entre moradores são registradas no centro da cidade

Publicado

em

O FATO OCORREU NESTA TERÇA, DIA 20.
Continue lendo

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Homem é encontrado morto no meio da rodovia

Publicado

em

Um homem identificado como Silvan de Sá Silva, de 31 anos, foi encontrado morto nno km 25 da TO-164, na zona rural do município de Xambioá. A suspeita é que ele tenha sido vítima de atropelamento e arremessado a vários metros de distância.

O homem estava caído no meio da rodovia, na manhã desse domingo (18). A vítima apresentava um corte na cabeça com afundamento no crânio e havia muito sangue espalhado na pista.

A Polícia Científica realizou os trabalhos periciais a fim de desvendar o que realmente ocorreu no local.

O tio da vítima disse à polícia que esteve com Silvan no período da tarde ingerindo bebida alcóolica no Assentamento Grota do Lage. Depois, eles foram para a cidade de Araguanã. Contudo, já no período da noite, volta das 21h, Silvan teria pedido a motocicleta do tio emprestada para sair com uma garota não identificada. 

Um funcionários de uma empresa disse que passou pelo local do acidente por volta das 22 horas de sábado (17) e viu uma motocicleta estacionada com duas pessoas ao lado do veículo, mas não soube informar se uma delas era a vítima.

A motocicleta estava a uns 50 metros de distância do corpo, e apresentava alguns danos. Também havia dois capacetes e um par de sandálias. (AF Notícias)

Continue lendo

Bico do Papagaio

Novas mortes por Covid-19 são confirmadas em Tocantinópolis, Augustinópolis e São Sebastião

Publicado

em

Os Boletins Epidemiológios das Secretarias Municipais de Saúde de Tocantinópolis e Augustinópolis, seguem divergindo, na comparação com o da Secretaria de Estado da Saúde (SES), tanto em quantidade de casos notificados, quanto a de mortes, o que deixa clara a falta de sintonia entre os órgãos de Saúde.

A Secretaria Municipal de Saúde de Augustinópolis, confirmou na noite desta segunda, 19, duas novas mortes, elevando para 23 óbitos acumulados. As mortes foram de duas mulheres, sendo uma delas o da professora, Janaína Amorim Soares, de 48 anos, que ocorreu no sábado, 17. No outro caso, a vítima tinha 57 anos, também não tinha nenhuma comorbidade, estava na UTI do Hospital Regional de Augustinópolis (HRAug) e acabou morrendo na segunda, 19. O Boletim desta terça, dia 20, da SES, traz apenas a morte da mulher de 57 anos e no acumulado geral, diz que Augustinópolis tem 20 óbitos pela doença, ou seja, 3 a menos que o informado no Boletim da Secretaria Municipal.

Já em Tocantinópolis, a SES em seu Boletim desta terça, aponta uma nova morte, sendo de um homem de 90 anos, que faleceu na segunda, 19, no HRAug. O Boletim da Secretaria Municipal apontou na segunda, 19, duas mortes, mas não trouxe detalhes sobre as vítimas. O Boletim municipal diz que existem 32 óbitos acumulados, enquanto o estadual mostra 31.

A morte em São Sebastião foi apontada pela SES, como sendo de uma mulher com 63 anos, que faleceu no dia 16 de abril, no Hospital Regional de Augustinópolis. Os dados municipais apontam 5 mortes, enquanto o estadual 3.

Quando a assunto é de casos de pessoas que pegaram a doença, desde o início da pandemia, os números também divergem:

Tocantinópolis Municipal: 1.895 | SES: 1.829
Augustinópolis Municipal: 1.217 | SES: 1.281
São Sebastião Municipal: 513 | SES: 458

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze