- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 23 / julho / 2024

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img

ARAGUATINS: Hospital da Mulher e Maternidade terá 230 leitos e será referência para todo norte do Brasil

Mais Lidas

Para ampliar o atendimento ofertado às mamães e bebês que residem na região do Bico do Papagaio, o Governo do Tocantins assegurou junto ao Governo Federal, recursos na ordem de R$ 130 milhões para a construção de um Hospital da Mulher e Maternidade, em Araguatins. O encontro foi realizado na terça-feira, 1º e contou com a participação do ministro da Casa Civil, Rui Costa, da secretária-executiva da Casa Civil (federal), Miriam Belchior, do governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, o secretário-chefe da Casa Civil do Tocantins, Deocleciano Gomes Filho; e o secretário do Planejamento e Orçamento do Tocantins (Seplan), Sergislei de Moura.

A Secretaria de Estado da Saúde deu detalhes sobre o projeto. O novo Hospital da Mulher e Maternidade em Araguatins será referência de alto risco para a Macrorregião Centro-Norte. A unidade terá 25 mil m², serão 210 leitos de internação e 20 leitos da casa da gestante. A expectativa é de que, quando efetivada, a população do Bico do Papagaio receba uma das principais unidades hospitalares especializadas na assistência ao público feminino e neonatal do norte do País.

Os investimentos liberados para a construção da unidade hospitalar serão enviados por meio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). “Quero agradecer ao presidente e ao ministro por terem atendido grande parte das nossas demandas solicitadas à União, e ter destinado recursos para o processo do seu planejamento de trechos rodoviários principalmente em BRs que atravessam o Estado do Tocantins em alguns pontos essenciais; assim como o Hospital Maternidade de Araguatins e a construção de pelo menos cinco escolas de tempo integral”, comentou o governador Wanderlei Barbosa.

Para o titular da Secretaria de Estado da Saúde, Afonso Piva, “a construção dessa nova maternidade trará uma nova referência no atendimento disponibilizado pelo Sistema Único de Saúde tocantinense, para os moradores do norte do Tocantins. A ideia é construir um grande hospital, bem equipado e que atenda as necessidades das mamães e bebês tocantinenses, daquela região”. (Com informações de Karoliny Santiago)

- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -
- Publicidade -

Últimas Notícias