Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Jornalista goiano defende Boleslaw

Publicado

em

O jornalista goiano Valterli Guedes, enviou artigo ao jornal goaniense Diário da Manhã, defendendo o empresário araguatinenses Boleslaw, sobre a ação do IBAMA que aplicou uma multa de R$ 5 mil em desfavor de Boleslaw.

Vejo o artigo:

Boleslaw, o criador de jabutis

Boleslaw Daroszeuski, cidadão polonês residente em Araguatins, Tocantins, é o mais ilustre morador daquela cidade. E não é pelo seu parentesco com o Papa João II, agora elevado a santo pela Igreja Católica. Os dois eram primos em primeiro grau. Suas mães eram irmãs. Ele tem história própria, repleta de percalços. O maior de todos, com certeza, é o fato de haver atuado durante a 2ª grande guerra (1939/45), sempre no olho do furacão. Não se tornou um neurótico de guerra e se mantém tranqüilo aos 96 anos, o que acredito deva-se à sua genética. Mas as agruras da guerra obrigaram-no a buscar um refúgio, encontrado às margens do Araguaia, na divisa do Tocantins com o Pará. Fixou-se em Araguatins e ali criou sua família, depois de casar-se com Marineth Galvão, falecida há dois meses.

Em Araguatins, tornou-se empresário urbano e rural. Conheci-o em 1978 quando me hospedei no Hotel Mogno, de sua propriedade.

Desde então tenho interesse pela vida de Boleslaw, um amante da paz, da verdadeira ecologia, sempre pronto para a briga por causas justas. Não é de hoje. Há 50 anos ele denunciava o extermínio do mogno na região de Araguatins. Ele, o jornal Cinco de Março e o Centro Acadêmico XI de Maio, da Faculdade de Direito da Rua 20, denunciavam a extração pela empresa Rio Impex. Amarradas umas às outras, as toras  eram transportadas boiando pelo Araguaia, primeira etapa de uma longa viagem rumo ao exigente mercado europeu.

Nessa época, Boleslaw, mais uma vez no front, arriscou a vida. Mas era “café pequeno, quase brincadeira,” diante das “agruras da guerra,” conforme ouvi dele.

Li no Diário matéria assinada pelo repórter Jairo Menezes denunciando o sequestro, por funcionários do Ibama, dos jabutis que Boleslaw criava no vasto quintal de seu Hotel. Vi aqueles jabutis em 78. Eram quatro, e tinham já uma linda história. Boleslaw os adquirira de um caçador para evitar a morte dos animais. Sem que os comprasse, logo adiante alguém os arremataria para o abate. Era comum, naquela época, o consumo da carne de jabutis no Maranhão e em toda a Amazônia. Presa fácil (pela sua marcha lenta) o jabuti sempre foi uma vítima não só da ação do homem, como de queimadas e enchentes, por exemplo. O que fazer em prol da preservação da espécie?

Justamente o que vinha fazendo Boleslaw há mais de 50 anos, criando-os e levando os filhotes para adaptação na floresta, em sua fazenda. Trabalho difícil, que exigia dedicação.

Mas o Ibama pensa diferente, tão diferente que, quanto mais ação do Ibama, menor vai ficando a fauna brasileira .

Soube outro dia que um centro de “preservação” de onças na região de Pirenópolis castra todos os machos. E ainda acha que assim preservará as diversas espécies daquele felino.

Os jabutis apreendidos em Araguatins estão aonde? Que lugar será melhor que o quintal repleto de árvores frutíferas onde viviam há mais de 50 anos?

Só no Brasil, mesmo!

Aos 96 anos e debilitado, é um peso a mais na vida de Boleslaw o que lhe fez o Ibama. Logo agora, que sua companheira Marineth partiu. Duro carma, o deste homem, tão brilhante a ponto de haver merecido um prefácio do jornalista Walder de Góes para o livro de sua autoria. E o Walder assim conclui o texto que escreveu: “Grande Boleslaw!”

Grande mesmo, têmpera de aço, brilhante inteligência, rara sabedoria caldeada nos embates da vida, que foram tantos. Tantos que este imposto agora Ibama seria quase nada, não fossem os seus quase 100 anos de existência. (Valterli Guedes, jornalista/Publicado no Diário da Manhã)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Bolecho aceita convite e entra na gestão Aquiles

Publicado

em

O prefeito de Araguatins, Aquiles da Areia (PP), convocou na noite desta segunda, 10, todo seu primeiro escalão para anunciar a chegada ex-prefeito Boleslaw Daroszewski Júnior, o Bolecho, que fará parte da gestão.

Bolecho e Aquiles vinham negociando a entrada na gestão há cerca de um mês, mas a decisão acabou sendo protelada por conta do ex-prefeito ter contraído a Covid-19, ter sido internado e passado por processo de recuperação.


Aquiles ainda não tornou oficial qual pasta Bolecho vai assumir, mas a expectativa é que seja de Administração, realocando Wendell Miranda para a pasta de Finanças. Aquiles deve oficializar a definição nas próximas horas.

A ideia de buscar Bolecho, que havia sido coordenador da campanha de Ian Cavalcante (PL), adversário de Aquiles, foi do contador e principal conselheiro, Jailson Pontes, homem forte do Governo Municipal, que também é responsável pela indicação de Wendell Miranda, na Finanças e deu a última palavra para efetivação de Ulissevânia Sales, na Educação. O ex-prefeito de Axixá, Damião Castro, pela proximidade que tem com Bolecho, também ajudou no convencimento.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Segunda etapa da vacinação contra a gripe começa nesta terça, 11

Publicado

em

Nesta terça-feira (11) começa a segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe que vai até o dia 8 de junho. Desta vez, o público-alvo são idosos com mais de 60 anos e professores. A estimativa é vacinar cerca de 33 milhões de pessoas nesta etapa.

Já a terceira fase, que acontecerá entre 9 de junho e 9 de julho, deve abranger cerca de 22 milhões de pessoas. As doses serão destinadas a integrantes das Forças Armadas; pessoas com comorbidades; caminhoneiros; trabalhadores de transporte coletivo rodoviário; entre outros.


Promovida pelo Ministério da Saúde em todo o território nacional, a campanha teve início no dia 12 de abril, focada na vacinação de crianças, povos indígenas, trabalhadores da área da saúde e gestantes. De acordo com o vacinômetro da campanha, já foram aplicadas quase 7 milhões de doses. Mas atenção, pessoas que recentemente tomaram a primeira ou a segunda dose da vacina contra a Covid-19 devem esperar pelo menos 14 dias para tomar o imunizante contra a gripe.

Continue lendo

Bico do Papagaio

XAMBIOÁ: Dois indivíduos são presos no setor Nossa Senhora Aparecida portando garrucha

Publicado

em

Durante patrulhamento, na noite desse domingo, 09, no Setor Nossa Senhora Aparecida em Xambioá, a equipe de policiais militares avistou dois indivíduos, 26 e 37 anos, transitando em uma motocicleta Honda/CG 125 Titan de cor verde sendo que o passageiro estava sem capacete. Ao ser realizada a abordagem e busca pessoal, foi localizada dentro de uma mochila uma arma de fogo, tipo garrucha, e o veículo por possuir pendências administrativas foi apreendido.

Diante dos fatos, os suspeitos foram conduzidos, juntamente com as armas de fogo à Central de Flagrantes de Araguaína para os procedimentos legais cabíveis.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze