Na sexta-feira, 20, estudantes do ensino do ensino fundamental da Escola Arte de Crescer (EAC) de Araguatins, acadêmicos do Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Unitins e Faiara promoveram a IV Mostra de Pesquisa Científica (MPEC), na (EAC), que teve como tema: “O céu é o limite”, por meio dele foram trabalhados diversos assuntos, que envolvem o Universo.

A MPEC foi a culminância do projeto titulado: “Desenvolvendo a interdisciplinaridade coma inserção de métodos científicos”, coordenado pela da servidora do IFTO, Maristela Tavares Gonçalves. Durante o desenvolvimento do projeto os acadêmicos, das licenciaturas em Ciências Biológicas e Computação do IFTO, orientaram pesquisas científicas realizadas pelos estudantes da EAC.

“Participar do projeto que resultou na MPEC é gratificante, tivemos a oportunidade de aplicar junto aos estudantes uma metodologia mais inovadora e também uma didática mais abrangente, no caso da equipe que eu coordenei utilizamos como método a sala invertida e também algumas ferramentas tecnológicas”, declarou a acadêmica do 6º período de Licenciatura em Computação, Taina da Silva.

Para a coordenadora da MPEC, Maristela Tavares Gonçalves, são vários os benefícios alcançados com o evento, entre eles: a aproximação dos estudantes do ensino fundamental ao universo científico, a preparação dos acadêmicos da licenciatura para a docência e elaboração de Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC). Além disso, a experiência dos acadêmicos no desenvolvimento da MPEC tem resultado em publicações de trabalhos em congressos regionais e nacionais, e também, em oportunidades profissionais, pois segundo Maristela, alguns acadêmicos conseguiram inserção no mercado de trabalho, após terem habilidade profissionais reconhecidas na MPEC.

Já a estudante do 8º ano da Escola Arte de Crescer, Julia Alves dos Santos, enfatiza que a MPEC possibilitou a aquisição de novos conhecimentos, em especial, sobre o sistema solar e seus planetas e a importância da colonização do universo, uma vez que a temática desta edição do evento estava relacionada à Astronomia.

A diretora da escola Arte de Crescer, Ana Paula Silva Araújo, explica que a MPEC é um projeto de pesquisa científica que instiga os estudantes do 6º ao 9º a terem um olhar crítico sobre o mundo e as situações, além de contribuir para o desenvolvimento cognitivo deles. A diretora destaca, ainda, que os trabalhos expostos na MPEC, em algumas ocasiões, já foram apresentados em outras feiras de ciências, em virtude de sua qualidade no que se refere ao teor científico.

Vale destacar que, além das exposições dos resultados das pesquisas realizadas pelos estudantes, os visitantes tiveram acesso a: salas temáticas com simulação de vida em outros planetas, Vida Extraterrestre, Realidade Virtual, Realidade Aumentada, Minicinema, Miniplanetário.

O encerramento do evento ocorreu após uma cerimônia que premiou os trabalhos, os quais foram destaques na MPEC.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.