Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: PM prende lavrador acusado de receptação de moto roubada

Publicado

em

moto

Por volta das 3h20 de sábado, 17, a Polícia Militar (PM) realizava patrulhamento na Vila Miranda, quando avistou a moto Bros, vermelha, placa HPA 8877, conduzida pelo lavrador de 21 anos. Ao presenciar a chegada da viatura o suspeito ainda conseguiu fugir com a moto, abandonando o veículo em uma residência, e tentando fuga a pé por um lote baldio, mas acabou sendo detido pelos policiais ainda naquele setor.

Junto ao sistema SIOP a PM constatou que a placa não correspondia com o chassi, o qual indicava uma outra moto Bros, vermelha, placa MXC-1798 da cidade de Buriti, Tocantins e com registro de furto e roubo.

O suspeito juntamente com o veículo foi conduzido a Delegacia de Polícia em Augustinópolis para as demais providências.

A PM não divulgou o nome e imagem do acusado.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

WANDERLÂNDIA: Júnior Luiz diz que vai buscar consenso para ser candidato a prefeito

Publicado

em

Em Wanderlândia, Júnior Luiz, atual secretário municipal de Governo, Turismo e Cultura, se filiou no PTB, e colocou seu nome como pré-candidato a prefeito. Braço direito do prefeito Eduardo Madruga, Júnior Luiz diz que vai buscar o consenso entre aliados de Madruga.

“Estamos em busca de uma candidatura de grupo, uma candidatura coesa que tenha como objetivo dar continuidade ao projeto de desenvolvimento criado para o município”, argumentou.

A frente da pasta do Turismo, Júnior Luiz tem desenvolvido um trabalho com objetivo de transformar a cidade em um dos polos turístico do estado. “Nós temos um complexo de cachoeiras magnífico que encantam os amantes do ecoturismo e estamos buscando visibilidade para esse potencial, pois temos mais de 50 cachoeiras, 32 delas catalogadas pelo Ministério do Turismo ”, disse ele.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Em entrevista, presidente da Câmara comenta situação do município e eleição 2020

Publicado

em

O presidente da Câmara Municipal de Augustinópolis, Elias Madeira (PV), recebeu nossa reportagem, para um entrevista, onde falou sobre o processo eleitoral e a situação do município que vive em meio a crise política e agora como no restante do país, ao enfrentamento da pandemia de coronavírus (Covid-19).

Leia a entrevista:

FOLHA DO BICO – Presidente, Augustinópolis vive pouco mais de 1 anos, com problemas graves em sua conjuntura política, com denúncias por parte de órgãos como Ministério Público e Polícia Civil, de um esquema de corrupção na gestão municipal. Com o senhor avalia esse momento difícil?

ELIAS MADEIRASCom muita Tristeza, não só para mim, mas por toda a comunidade. A corrupção tornou-se uma prática maligna nas gestões no Brasil, e não podemos aceitar em Augustinópolis. Não só os órgãos de investigação como a Polícia e o Ministério Público, mas também os órgãos de fiscalização como Tribunal de Contas e Câmara Municipais, tem que atuar no dever de fiscalizar o dinheiro público, não permitindo que está prática seja exercida nas gestões.

FOLHA DO BICO – Nesses últimos meses, a população assistiu um embate forte, entre Poder Executivo e o Legislativo, com a entrada dos novos vereadores. Na sua visão, essa disputa trouxe mais benefícios ou malefícios e o porquê?

ELIAS MADEIRANa realidade, não foi um embate, mas tomada de atitude que a Câmara Municipal de Augustinópolis tem demostrado, pois deixou de ser um puxadinho do Executivo e vem agindo com responsabilidade, exercendo o seu real papel de órgão fiscalizador e legislador. Estamos trabalhando em prol da sociedade, como deve ser a postura de nós vereadores, colaborando com o executivo no que for necessário, mas não esquecendo seu papel de um poder independente.

FOLHA DO BICO – Estamos em um ano eleitoral, o que teoricamente, encurta as ações de trabalho dos Poderes Legislativo e Executivo, por conta da eleição municipal. O que o Poder Legislativo pode fazer em prol da comunidade augustinopolina nesse período curto?

ELIAS MADEIRAO Poder Legislativo cumprirá suas atividades normalmente, realizando as sessões, as reuniões de Comissões e seus atendimentos, inclusive estamos aumentando de 5 para 10 sessões mensalmente. Não iremos parar nosso trabalho nesse momento visando eleições de outubro. Agora após as convenções, reuniremos e vamos achar uma maneira de não prejudicar os andamentos do nosso trabalho e das sessões e não prejudicar os vereadores que estarão concorrendo as eleições. Vamos buscar um consenso e um bom termo.

FOLHA DO BICO – Agora o Bico do Papagaio e o país, passam por uma crise grave com pandemia do coronavírus. No âmbito municipal, o que a Câmara tem ajudado o município de forma direta e prática?

ELIAS MADEIRAReunimos na Câmara com os representantes da Prefeitura e cobramos quais foram as medidas tomadas referente a proteção, combate e fiscalização, e os vereadores fizeram várias sugestões para o Executivo. Estamos participando do Conselho Municipal de Saúde, onde diariamente mantemos contatos e semanalmente nos reunimos. A Câmara Municipal tem demonstrado sua preocupação nesse momento, não só em relação a epidemia, mas em relação às famílias afetadas economicamente com a quarentena e tem buscado junto ao Poder Executivo, formas de ajudar, inclusive solicitamos a Prefeitura a distribuição de cestas básicas a essas família.

FOLHA DO BICO – A gestão Júlio Oliveira caminha para o final. Qual avaliação o senhor faz da atuação de Júlio Oliveira como gestor a frente do município?

ELIAS MADEIRA – Eu fui candidato a vereador na sua chapa, dei meu apoio e contribuição. Esperávamos uma administração moderna e sem amarras políticas, mas infelizmente não aconteceu, sua administração ficou a quem do que esperávamos.

FOLHA DO BICO – No campo político, o grupo da Família Cayres, continua muito forte. O senhor acha que é possível um grupo alternativo fazer frente e derrotar um candidato ligado aos Cayres?

ELIAS MADEIRANão fazemos políticas para derrotar ninguém. Esse não é, e não deve ser o critério de fazer política. Fazemos políticas públicas e voltadas as necessidades da população. O resultado se dará nas urnas. A família Caires teve a oportunidade deles, várias vezes no poder público municipal. As pessoas farão seu julgamento se eles resolverem disputar as eleições. Nosso grupo vai ter candidato independentemente deles ter ou não ter. Acreditamos num novo ciclo de modernidade, renovação e oxigenação na administração pública municipal. Temos como prioridade o crescimento e desenvolvimento da cidade, eles tiveram a oportunidade deles de fazer esse crescimento, mas infelizmente não aconteceu. Agora queremos levar um projeto alternativo independente.

FOLHA DO BICO – O senhor já conseguiu fazer uma leitura do que a população de Augustinópolis espera do próximo gestor que será eleito esse ano? Dos atuais nomes que estão ai como pré-candidatos, o senhor vê algum que tenha sintonia com os desejos da população e reúna condições de corresponder às expectativas do eleitor?

ELIAS MADEIRAA população cansou do modelo atual. Esse modelo de amarras políticas, de panelinhas, modelo arcaico desgastado, sem trazer soluções para a cidade, que convive com os mesmos personagens se alternando no poder. Esse modelo cansou a cidade e os cidadãos, que estão vendo Augustinópolis, perdendo espaço para outras cidades. Precisamos de uma gestão forte, qualificada para Augustinópolis entrar de vez na rota do crescimento e do desenvolvimento. Não dá mais para ficar trocando de gestões, nas mesmas mãos e modelo. Precisamos urgente sair dessas amarras políticas que tem atrasado a cidade, e para isso, em abril, estaremos apresentando nosso pré-candidato, que vem com o perfil e a experiência pública para colocar Augustinópolis no trilho do desenvolvimento.

FOLHA DO BICO – Deixe um recado a população de Augustinópolis em nome da Câmara Municipal.

ELIAS MADEIRAQuero em nome da Câmara Municipal de Augustinópolis, em nome desses bravos vereadores, agradecer a população em geral, pelo carinho, apoio e sobre tudo, bom senso, de entender o nosso trabalho, mesmo tendo alguns grupos contrários por interesses próprios, que tentaram desqualifica essa Câmara, pelo papel independente e fiscalizador, a qual tem exercido suas funções. A grande maioria da população tem demonstrado e reconhecido nosso trabalho. Queremos dizer ao povo de Augustinópolis que a Câmara Municipal continuará exercendo em prol do povo, da nossa gente, com altivez e coragem, não se submetendo a caprichos ou amarras políticas, mas firme e forte em defesa da nossa gente. Esses vereadores atuais tem demostrado trabalho, exercendo suas atividades com brilho e coragem.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Atenção pecuaristas do Bico. Campanha de vacinação contra febre aftosa está mantida

Publicado

em

O Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária (Adapec), anunciou nesta terça-feira, 7, que a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa será mantida na data oficial, que é de 1º a 31 de maio. Já a comprovação do ato, que obrigatoriamente deveria ser feito até dez dias após a compra da vacina, foi estendida para até 31 de agosto. A expectativa é vacinar aproximadamente 8,5 milhões de bovídeos (bovinos e bubalinos) de todas as faixas etárias.

De acordo com o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, as medidas seguem as diretrizes do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) sobre a manutenção de algumas atividades essenciais de saúde animal. “A vacinação do rebanho é primordial para continuarmos com a sanidade em dia, colaborando com a economia e a segurança alimentar”, destacou, acrescentando ainda que os profissionais da instituição estão sendo orientados para evitar aglomerações de pessoas e priorizar a prevenção à Covid-19.

Os estabelecimentos que comercializam as vacinas serão notificados sobre o atendimento ao produtor rural durante a aquisição do produto, para evitarem filas de espera. As fiscalizações da Agência quanto ao recebimento da vacina, à temperatura e ao acondicionamento ocorrerão de forma organizada e em horários preestabelecidos com os lojistas. “Estaremos acompanhando durante todo o mês de maio para garantir que todos tenham acesso à vacina, sem prejuízos aos pecuaristas”, analisou o gerente de Sanidade Animal da Adapec, Sérgio Liocádio.

Declaração   

Com o prazo da declaração ampliado para 31 de agosto, o produtor terá tempo para agendar a ida ao escritório. Vale lembrar que a emissão da Guia de Trânsito Animal eletrônica (e-GTA), que pode ser feita pelo site adapec.to.gov.br na ferramenta Produtor on-line, está condicionada à comprovação da vacinação. 

As multas para quem deixar de vacinar são no valor de R$ 5,32 por animal e R$ 127,69 por propriedade, além de ouras sanções.

Canais de atendimento

A Adapec disponibiliza no horário comercial (das 8 às 14 horas), para sanar dúvidas sobre a campanha de vacinação, os telefones 3218-2169 ou 2133, para enviar e-mails os endereços [email protected] / [email protected] Além disso, o Disque Defesa: 0800 63 11 22. (Dinalva Martins/Foto: Delfino Miranda)

Continue lendo
publicidade