Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Professor do IFTO será homenageado em premiação nacional das melhores teses de doutorado

Publicado

em

dsc_1200

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulgou na segunda-feira, 10, o resultado do Prêmio Capes de Tese 2016, entre os destaques encontra-se o professor do Campus Araguatins, do Instituto Federal de Educação, Ciências e Tecnologia do Tocantins (IFTO), Alcione Talaska, na área de Planejamento Urbano e Regional/ Demografia, com a tese titulada: “O Espaço Agrário Brasileiro na Perspectiva Conceitual: dos aspectos legais às implicações territoriais”. O professor receberá uma menção honrosa pelo seu trabalho na sede da Capes, em Brasília, no dia 14 de dezembro de 2016. O resultado está disponível no link http://capes.gov.br/SECOL/PortariaOutorgaPCT2016.pdf . O recebimento da menção honrosa, significa que o trabalho do professor ficou entre os três melhores do cenário nacional em sua área.

A tese do professor Talaska traz uma análise sobre o espaço agrário brasileiro na perspectiva conceitual, abordando tanto os aspectos legais como as suas implicações territoriais decorrentes. Ou seja, além de realizar um resgate sobre a conformação da realidade agrária brasileira, desde o período colonial até os dias atuais, é analisado o processo de construção, modificação e substituição de conceitos ou tipologias, expressas na legislação brasileira, que orientam os institutos e os órgãos oficiais brasileiros na caracterização das propriedades rurais e, consequentemente, na composição das estatísticas cadastrais que informam sobre a estrutura agrária e fundiária do país.

Vale destacar que o referido o trabalho do professor resultou em um livro, que foi lançado no mês de setembro no formato virtual (e-book) com acesso gratuito.

“A participação no Concurso de Teses da Capes, poderia, inicialmente, se revelar não muito promissora, pois estava em uma Universidade interiorana do Brasil e meu tema de pesquisa não era o que mais chamaria atenção, principalmente daqueles que compreendem que o espaço urbano é o que deve ser o foco principal de análises. Então, posso dizer que fiz minha corrida por fora. Logicamente, sempre tive a expectativa de concorrer ao Prêmio Capes de Teses, isso desde a primeira linha escrita no projeto de pesquisa.

Assim, com perseverança, fui selecionado para concorrer com pesquisadores dos grandes centros de pesquisa do país e tive a grata satisfação de receber a menção honrosa. Isso reforça, também, o entendimento de que o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade de Santa Cruz do Sul (UNISC), além de ser o Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento pioneiro no Brasil, é um Programa de excelência na sua área”, declarou o professor Talaska.

De acordou com o professor a participação no concurso decorreu, essencialmente, da orientação que a professora Dra. Virginia Elisabeta Etges que lhe proporcionou e também de toda a parceria em debates e estudos com colegas e professores no Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional da UNISC. Para ele, a menção honrosa serve como motivação para seguir empenhado em contribuir para o desenvolvimento científico do país, mesmo nesse cenário nebuloso que o país vivencia.

De acordo com o diretor-geral do Campus Araguatins, Décio Dias dos Reis, é uma satisfação que um docente do quadro efeito do campus, participe e seja destaque em um concurso nacional promovido por uma instituição tão importante como a Capes.

Prêmio Capes de Tese 2016

Criado em 2005, o Prêmio Capes de Tese é constituído pelo Prêmio Capes de Tese e o Grande Prêmio Capes de Tese e é outorgado anualmente em reconhecimento às melhores teses de doutorado aprovadas nos cursos de pós-graduação adimplentes e reconhecidos no Sistema Nacional de Pós-Graduação em cada uma das 48 áreas do conhecimento. Duas teses em cada uma das áreas também serão agraciadas com Menção Honrosa. Serão concedidos prêmios especiais para áreas pré-determinadas em parceria com a Fundação Carlos Chagas. (Ascom IFTO)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AXIXÁ: Conjunto de ações ajudam no enfrentamento a Covid-19

Publicado

em

Diante do estado de Emergência na Saúde Pública decorrente do Coronavírus (COVID-19) no município de Axixá do Tocantins, foi implantado no dia 23 de março de 2021, o Centro de Atendimento a Covid-19 formado por uma equipe multidisciplinar composta de um médico, uma enfermeira, além de três técnicos em enfermagem, com o objetivo de prestar uma melhor assistência e identificar precocemente as síndromes gripais. Até o momento o Centro de Atendimento a Covid-19, prestou assistência para 500 pacientes, na maioria das vezes apresentaram sintomas similares o da doença.

A vigilância epidemiológica observou um pico da Covid-19 no mês de março, o qual obtiveram uma prevalência maior de casos confirmados e, consequentemente, 09 óbitos.

Vale ressaltar que os casos diagnosticados são decorrentes da testagem dos casos suspeitos através da realização dos testes rápidos para detecção da doença. Todas feitas entre 01 de janeiro a 12 de abril de 2021 e até o momento 800 testes rápidos, 20 PCR- SWAB.

No dia 30 de março foi expedido um decreto com medidas restritivas em combate a incidência do vírus no município de Axixá do Tocantins. Durante estes 15 dias houve redução no número de pacientes com a infecção ativa da Covid-19. Nos dias seguintes, foram diagnosticados 83 novos casos da doença e, lamentavelmente, o óbito de duas pessoas que estavam hospitalizadas.

Os demais apresentaram a forma mais leve da doença e não tiveram complicações graves, bem como a ausências de internações.

Segundo a secretaria de Saúde do município medidas de prevenção evitam que mais Axixaenses percam a sua precisa vida em decorrência do coronavírus, para isso a população devem reforçar as suas atitudes, a fim de controlar a disseminação da doença e também preservar a vida de população. Em Axixá já foram contabilizados 940 casos positivos, destes 97% tiveram a forma mais leve da doença, 18 óbitos com um percentual de mortalidade de 1.9% dos casos confirmados.

A vigilância está trabalhando ativamente, buscando evitar a circulação do vírus. (Ascom)

Continue lendo

Bico do Papagaio

Dinheiro para Prefeituras aumentou 17% no primeiro trimestre de 2021

Publicado

em

Repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) tiveram aumento de 17% no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020. Entre janeiro e março, o somatório dos repasses foi de R$ 23.558.885.883,16, enquanto nos três primeiros meses do ano passado, o montante foi de R$ 20.124.432.171,33.

O cálculo do FPM tem como base a arrecadação líquida do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados dos dez dias anteriores. Após o recolhimento desses tributos, a Receita Federal informa os números ao Tesouro Nacional, que vai separar uma parcela para os Fundos de Participação dos Municípios e o Fundo de Participação dos Estados (FPE), e descontar os 20% para o Fundeb.

Por isso, segundo o especialista em orçamento público, César Lima, o aumento dos repasses do FPM pode estar relacionado à alta generalizada de preços que houve em 2020.

“Como o FPM é produto da arrecadação – e a arrecadação está intrinsecamente ligada ao consumo, ao giro do dinheiro – para saber se esse aumento foi real, é preciso descontar a inflação do período”, esclarece.

Para César o repasse do FPM poderá aumentar ao longo do ano, caso a inflação se mantenha elevada.

“Se continuar havendo essa alta generalizada de preços, como ocorreu alguns meses atrás, pode ser que a arrecadação aumente e que o valor distribuído pelo FPM também aumente. Mas isso não necessariamente se dará pelo acréscimo da arrecadação, mas pela inflação que eleva os preços e o governo arrecada mais.”

Aplicação dos recursos

De acordo com o consultor da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) Eduardo Stranz, não há uma destinação específica para aplicar os recursos do FPM, mas a maioria dos municípios os utiliza para custear os serviços da prefeitura.

“Para 90% dos municípios brasileiros, o FPM é muito importante porque ele é o recurso para manutenção da prefeitura e dos serviços públicos. É um recurso livre, utilizado para pagar o material de consumo, para os veículos, salários dos funcionários públicos”, afirma.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO SEBASTIÃO: Claudean Lima se filia no PDT para disputar cadeira na ALETO

Publicado

em

Nesta segunda-feira, 12, o PDT recebeu a filiação do biquense Claudean Pereira Lima, que é pré-candidato a deputado estadual.

Claudean comentou sobre seu ingresso no PDT. “Sinto-me parte deste projeto e estou à disposição para contribuir com todos. Estou muito lisonjeado pelo convite e a partir de agora faço parte do PDT com muita satisfação”, assegurou.

Claudean é natural de São Sebastião, no Bico do Papagaio, graduado em Serviço Social, e técnico em enfermagem, servidor da Saúde há mais de vinte anos e também foi presidente do Sindicato dos Servidores Técnicos em Enfermagem.

Em 2020 foi candidato a vice-prefeito da cidade de São Sebastião.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze