Connect with us

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Sicredi apoia o Dia C e realiza mais de 170 ações neste ano

Publicado

em

 

IMG-20160624-WA0697

O Dia de Cooperar – também conhecido como Dia C – é o programa de responsabilidade social das cooperativas que realizam projetos de transformação nas comunidades por meio do trabalho voluntário. Somente em 2015, mais de 1.200 cooperativas brasileiras – de todos os 13 ramos do cooperativismo no País, incluindo o de cooperativismo financeiro, no qual atua o Sicredi – realizaram ações de saúde, educação, cidadania e preservação do meio ambiente, nos 26 estados e no Distrito Federal.

Com o intuito de celebrar o Dia Internacional do Cooperativismo (que ocorre no primeiro sábado de julho), os voluntários contam com o apoio do Sistema OCB para comemorar os resultados do programa. Reunidos em praças e escolas públicas, cooperativas oferecem diversos serviços à população, por exemplo, exames médicos, corte de cabelo, arrecadação de donativos, emissão de documentos e apresentação culturais. Neste ano, as ações do Dia de Cooperar esperam beneficiar mais de 2,5 milhões de pessoas, por meio de 1.427 projetos, de 738 municípios brasileiros.

Em Araguatins, a ação ocorrerá neste sábado, dia 25 de junho, na Praça dos Pioneiros, no Cais do Porto (em frente à Igreja Católica), a partir das 15h30. A ação contará com 100 monitores, que esperam acolher mais de 300 crianças com muitas brincadeiras e dinâmicas interativas.

O Sicredi, instituição financeira cooperativa com mais de 3,2 milhões de associados e mais de 19 mil colaboradores, apoiará o Dia C nos 11 estados onde atua. Ao todo, serão 176 iniciativas realizadas pelo Sicredi, um aumento de 141% em relação à participação em 2015. Serão diversas atividades, como palestras sobre educação financeira, campanhas de arrecadação de donativos e prestação de serviços à comunidade de forma geral, sempre com o objetivo de promover a responsabilidade social.

Para o presidente do Sistema OCB, Márcio Lopes de Freitas, o Dia C é a oportunidade que as cooperativas têm para estar próximas à comunidade. “Alinhados aos princípios cooperativistas, os voluntários desenvolvem cada vez mais projetos estruturados que promovem uma verdadeira transformação social”, ressalta. A novidade este ano é que as ações do Dia de Cooperar contribuem para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), nova agenda da ONU por um mundo melhor e mais justo (saiba mais: nacoesunidas.org).

Todo dia é dia de cooperar

O Dia de Cooperar, também conhecido como Dia C, nasceu em 2009, em Minas Gerais, e logo ganhou a adesão de cooperativas de todo o país. Com o apoio do Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) e de suas Unidades Estaduais, o Dia C é um

programa de responsabilidade social, promovido pelas cooperativas brasileiras por meio do voluntariado. Somente em 2015, o Dia C já beneficiou mais de 2,5 milhões de pessoas com projetos que trazem uma verdadeira transformação social para as comunidades.

Sobre o Sicredi

O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa com mais de 3,2 milhões de associados e 1.400 pontos de atendimentos, em 11 estados do País*. Referência internacional pela organização em sistema, com padrão operacional e utilização de marca única, o Sicredi conta com 95 cooperativas de crédito filiadas, distribuídas em cinco Centrais regionais – acionistas da Sicredi Participações S.A. –, uma Confederação, uma Fundação e um Banco Cooperativo, que controla uma Administradora de Bens, uma Corretora de Seguros, uma Administradora de Cartões e uma Administradora de Consórcios. (Ascom)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Dinheiro para Prefeituras aumentou 17% no primeiro trimestre de 2021

Publicado

em

Repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) tiveram aumento de 17% no primeiro trimestre de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020. Entre janeiro e março, o somatório dos repasses foi de R$ 23.558.885.883,16, enquanto nos três primeiros meses do ano passado, o montante foi de R$ 20.124.432.171,33.

O cálculo do FPM tem como base a arrecadação líquida do Imposto de Renda e do Imposto sobre Produtos Industrializados dos dez dias anteriores. Após o recolhimento desses tributos, a Receita Federal informa os números ao Tesouro Nacional, que vai separar uma parcela para os Fundos de Participação dos Municípios e o Fundo de Participação dos Estados (FPE), e descontar os 20% para o Fundeb.

Por isso, segundo o especialista em orçamento público, César Lima, o aumento dos repasses do FPM pode estar relacionado à alta generalizada de preços que houve em 2020.

“Como o FPM é produto da arrecadação – e a arrecadação está intrinsecamente ligada ao consumo, ao giro do dinheiro – para saber se esse aumento foi real, é preciso descontar a inflação do período”, esclarece.

Para César o repasse do FPM poderá aumentar ao longo do ano, caso a inflação se mantenha elevada.

“Se continuar havendo essa alta generalizada de preços, como ocorreu alguns meses atrás, pode ser que a arrecadação aumente e que o valor distribuído pelo FPM também aumente. Mas isso não necessariamente se dará pelo acréscimo da arrecadação, mas pela inflação que eleva os preços e o governo arrecada mais.”

Aplicação dos recursos

De acordo com o consultor da Confederação Nacional dos Municípios (CNM) Eduardo Stranz, não há uma destinação específica para aplicar os recursos do FPM, mas a maioria dos municípios os utiliza para custear os serviços da prefeitura.

“Para 90% dos municípios brasileiros, o FPM é muito importante porque ele é o recurso para manutenção da prefeitura e dos serviços públicos. É um recurso livre, utilizado para pagar o material de consumo, para os veículos, salários dos funcionários públicos”, afirma.

Continue lendo

Bico do Papagaio

SÃO BENTO: Polícia identifica suspeitos de vandalismo em estádio

Publicado

em

A Polícia Militar chegou aos suspeitos da ação de vandalismo contra as obras de construção do estádio da cidade de São Bento, no Bico do Papagaio. O incidente aconteceu na madrugada de segunda, 12.

O grupo estava ingerindo bebida alcoólica em um bar da cidade, e após o fechamento do estabelecimento, por conta das medidas restritivas de enfrentamento a Covid-19, eles se dirigiram ao estádio para continuar a bebedeira e promover desordem, espalhando lixo na arquibancada e destruindo o gramado,

Nossa equipe apurou, que os envolvidos são todos da cidade e que um dos suspeitos, já havia praticado esse tipo de depredação contra um letreiro na entrada da cidade, às margens da rodovia Transamazônica.

O grupo terá de responder na Justiça pelo ato e podem pegar uma pena que varia de detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Associação de Taxistas é legalizada

Publicado

em

Foi oficializada esta semana a criação a Associação dos Taxistas de Araguatins (ATA). A organização já existia, porém de maneira informal. Agora, todos os procedimentos foram feitos como registro e constituição de CNPJ.

A iniciativa tem o intuito de fortalecer a categoria, além de dar mais segurança e organização ao setor. Ao todo são 30 sócios fundadores.

Foram também homologados 30 pontos oficiais de atuação de taxistas, sendo: 14 na Rodoviária; 6 no Pé de Manga; 6 no Pé de Caju; 2 no Hospital Municipal; 1 na Caixa Econômica Federal e 1 na Lotérica.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze