- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
domingo, 14 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Área do tamanho de Recife é embargada no Pará

Mais Lidas

Para tentar diminuir o desmate no Pará, uma área de 25,2 mil hectares de desmatamentos irregulares, maior que a cidade de Recife, foi embargada pelo Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recurso Renováveis) em seis meses de operação. Além disso, o instituto aplicou R$ 238,5 milhões em multas, apreendeu 44 tratores, 59 motosserras e fechou 22 serrarias.

Para impedir o avanço dos desmatamentos na Amazônia paraense, a principal investida do Ibama em 2011 foi a operação Disparada, que mobilizou 90 agentes e apreendeu 1,7 mil cabeças de gado criadas em áreas embargadas em Redenção, São Félix e Altamira – regiões líderes em desflorestamento no Estado.

Entre janeiro e julho de 2011, 214 agentes ambientais federais foram deslocados de diversas partes do país para apoiar as ações de combate ao desmatamento ilegal no Estado. A maioria das 211 notificações e 477 autuações feitas pelo órgão ambiental ocorreu no sudeste e sudoeste do Estado, onde acontecem as maiores pressões sobre a floresta no Pará, principalmente em razão do avanço da pecuária.

Índice do desmatamento cai no Pará

O sistema do Instituto de Pesquisas Espaciais (Inpe), que gera alertas de áreas desmatadas em tempo real, vem apontando queda nos índices de desflorestamento no Pará. Entre agosto de 2010 e julho de 2011, o acumulado do Deter detectou o desmate de 85,8 mil hectares (858 quilômetros quadrados) de florestas, cerca de 15% a menos do que foi registrado no período anterior.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias