Aliados do prefeito Júlio Oliveira, estão em vigília na frente da Prefeitura Municipal de Augustinópolis, em demonstração de apoio ao gestor, que enfrenta processo de cassação na Câmara Municipal e em um deles teria sido cassado na última segunda, dia 10.

O gestor continua no cargo e se recusa a deixar a Prefeitura. A indecisão sobre quem fica no cargo está causando insegurança entre a população.

Júlio enfrenta processos na Câmara por suspeito de pagar propina a vereadores para conseguir a aprovação de projetos do interesse da administração dele. A Polícia Civil chegou a prender 10 dos 11 vereadores eleitos da cidade, em uma operação realizada em janeiro do ano passado. Também existe a acusação feita por um cidadão, que ele teria cometido uma série de infrações de cunho administrativo.

A defesa do político afirmou que a cassação não é reconhecida pelo prefeito e entrou na Justiça para garantir a permanência no cargo e pedir anulação da decisão.

A vigília começou na manhã de quarta, 12, entrou a madrugada e continua nesta quinta, 13, sem previsão de ser dissipada.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.