Connect with us

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Fazendeiro triplica produção de leite com orientação técnica

Publicado

em

O produtor rural Raimundo Nonato Feitosa, do município de Augustinópolis, no Bico do Papagaio, encontrou na assistência técnica, oportunidade e o apoio necessários para o aperfeiçoamento e crescimento de produção leiteira na fazenda Terra Nova. Hoje o produtor colhe frutos do progresso na atividade. Com investimento baixo e pequenas mudanças no manejo dos animais, ele conseguiu quase triplicar a produção de leite com um rebanho ainda menor do que ele tinha.

Apesar da experiência na atividade leiteira, o produtor não tinha a produção de leite como fonte de renda para a propriedade. O que era produzido e arrecadado era usado para cobrir despesas gerais da fazenda, mas sem muito compromisso. Mas o retorno inicial obtido com a adoção de novas técnicas, fez Raimundo Nonato passar a enxergar a bovinocultura de leite com outro olhar. Para ele, a Assistência Técnica veio para alavancar a produção em um momento que ele precisava. “Estou muito contente com o trabalho realizado, sem dúvida alguma as orientações fizeram toda diferença que eu precisava para aumentar a minha produção e incrementar a nossa renda” comemorou.


A diferença apareceu depois que, por orientação técnica, ele passou a controlar melhor o volume da suplementação alimentar, fazendo a pesagem da quantidade de ração e o controle do volumoso fornecido para as vacas em lactação. Segundo o técnico de campo, José Remir Chaves Dutra, que atende a propriedade, ao iniciar as visitas à fazenda, ele percebeu que o produtor não tinha controle dos custos de produção do leite e do manejo alimentar dos animais. Alinhando essas duas frentes, o resultado começou a aparecer.

Em poucos meses o rebanho selecionado pelo produtor rural e a adoção das técnicas fez a produção diária de leite saltar de 120 litros de leite para mais de 300 litros. “O aumento na qualidade e quantidade de leite na propriedade e, consequentemente, a rentabilidade do produtor foi muito positiva. Quando começamos a atender, era uma propriedade que tinha muito por fazer. Mas fazendo a divisão e recuperação das pastagens, análise do solo, calagem, adubação, implantação de capineira pra época da seca e anotando todos os gastos, os resultados foram surgindo”, destacou o técnico. Para ele, a persistência, pode levar o produtor rural a vantagens ainda mais expressivas num curto espaço de tempo.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Governador sobrevoa áreas alagadas no Bico e reforça apoio à municípios atingidos

Publicado

em

Nesta tarde de quinta-feira, 20, logo após a inauguração do Complexo de Delegacias, na cidade de Augustinópolis, o governador Wanderlei Barbosa seguiu direto para um sobrevoo no helicóptero da Polícia Civil, sobre as áreas alagadas pelas cheias dos rios no Bico do Papagaio.

As imagens cedidas pela chefia de comunicação do governador, deixam clara a situação de precariedade provocada pelas inundações.

O Governo do Tocantins que já vem dando apoio aos municípios no enfrentamento da situação, reiterou por meio do governador a continuidade no suporte.

Continue lendo

Bico do Papagaio

WANDERLÂNDIA: Prefeitura cancela show de aniversário do Município

Publicado

em

A Prefeitura Municipal de Wanderlândia, no Bico do Papagaio, informou que cancelou os shows do cantor Toca do Vale, Pedro Valoura e artistas regionais, na comemoração dos 39ª anos do município, que aconteceria no próximo dia 31 de janeiro.

A gestão alega que seguirá a da Organização Mundial de Saúde e Ministério da Saúde, no sentido de evitar aglomerações.

O município enfrenta nas últimas semanas um crescimento nos casos de Covid-19 e gripe.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Equipes da AGETO trabalham para manter trafegabilidade em rodovias do Bico

Publicado

em

Para garantir o direito de ir e vir o Governo do Tocantins, por intermédio dos serviços e obras da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (AGETO), desde que começou o período chuvoso, vem trabalhando com constância na malha viária do Estado.

Por meio dos trabalhos executados por todas as oito Residências Rodoviárias, a rotina de manutenção e conservação das rodovias pavimentadas e não pavimentadas, diariamente, máquinas, operários, equipes de engenharia de tráfego e insumos promovem as condições de trafegabilidade e ajudam no desenvolvimento socioeconômico, especialmente no interior do Tocantins.

Na região do Bico do Papagaio, a Residência Rodoviária com sede em Tocantinópolis está com várias frentes de trabalho. Na TO-201, principal eixo rodoviário do Bico, está realizando a implantação de lombadas no perímetro urbano de Augustinópolis.

Ainda na TO-201, no trecho que liga Buriti do Tocantins a Esperantina, com uma extensão de 36,8 km outra equipe realiza os serviços de tapa-buracos. Ainda neste importante eixo rodoviário os serviços de roço mecanizado faz a limpeza das margens do trecho entre o povoado Bela Vista e a cidade de Sítio Novo. Este trecho tem extensão de 20,9 km.

De acordo com o residente Túlio Labre, outra equipe está com os trabalhos de tapa-buracos na TO-404, no trecho que liga o Entroncamento da TO-010 à Augustinópolis. Essa equipe tem um total de 20,6 km para percorrer eliminando os possíveis buracos abertos recentemente neste período chuvoso.

O trabalho não para, uma vez que as rodovias não pavimentadas também exigem atenção especial como é o caso da rodovia estadual TO-405, trecho que liga Axixá ao Entroncamento da BR-230. Neste caso a equipe que está no trecho realiza a recuperação de pontos críticos com revestimento primário, onde as constantes chuvas abriram valetas com a enxurrada, ao longo da rodovia.

O presidente da AGETO, Márcio Pinheiro Rodrigues, reforça que essas atividades seguem em ritmo constante na pasta, e que acompanha o andamento em vários trechos, para certificar a correta restauração do tráfego. “Temos garantido a mobilidade nas nossas rodovias estaduais em todas as regiões do estado. Não temos medido esforços para proporcionar qualidade de vida e o direito de ir e vir do nosso povo,” destacou o presidente. (Luzinete Bispo)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze