- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quinta-feira, 07 / julho / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

AUGUSTINÓPOLIS: Juiz denuncia suposto favorecimento à magistrada

Mais Lidas

Em março deste ano, o juiz da Comarca de Augustinópolis, Erivelton Cabral Silva, 34 anos, protocolou representação contra o seu colega da 3ª Vara da Fazenda Pública em Palmas, Sândalo Bueno do Nascimento, 52 anos, no CNJ. Na representação, Erivelton Silva faz várias acusações contra Sândalo, uma delas envolvendo a desembargadora Willamara Leila. Segundo a representação de Erivelton Silva, Sândalo inventou prescrições intercorrentes em duas ações de Willamara contra o banco Itaú. Com as decisões, que se referem aos processos  2009.0003.6958-0/0 e 2009.0003.6960-2/0, as dívidas da desembargadora foram anuladas.

De acordo com a representação de Erivelton Silva, além das decisões de Sândalo serem ilegais, Willamara ainda teria manipulada a distribuição dos processos para que a análise das ações ficassem a cargo do juiz. A diretoria do banco Itaú foi procurada para comentar o assunto mas a instituição preferiu não se manifestar. Erivelton Silva autor de uma representação criminal – que o STJ transformou em inquérito – contra oito magistrados tocantinenses por uma suposta perseguição contra ele. Willamara e Sândalo são dois dos acusados na representação. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -spot_img

1 Comentário

Assinar
Notificar-me
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments
Junior

Mete pau nesses corruptos!

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias