Connect with us

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Núcleo do Movimento de Reintegração de Pessoas Atingidas pela Hanseníase

Publicado

em

O Câmpus de Augustinópolis da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) sediou na tarde desta terça-feira, 30, a fundação de mais um núcleo do Movimento de Reintegração de Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan). A unidade vai concentrar esforços em toda a região do Bico do Papagaio e reúne professores pesquisadores e acadêmicos dos cursos de Enfermagem e Medicina da Unitins.

A programação, ocorrida no auditório do Câmpus Augustinópolis, contou com a participação do coordenador nacional do Morhan e membro do Conselho Nacional de Saúde, Artur Custódio. “Já temos alguns núcleos próximos, como Marabá, mas toda essa área da Região do Bico do Papagaio, pegando também parte do Maranhão e o sul do Pará, tem alta incidência de hanseníase. E considerando que o Brasil ocupa o primeiro lugar no mundo em números de incidência e segundo lugar em número absoluto, é estratégico para a segurança das pessoas afetadas pela doença e para a eliminação da hanseníase no país que a gente tenha grupos de voluntários nessas regiões e que eles atuem na cobrança do poder público”, destacou o coordenador. 

Artur ministrou a palestra alusiva à campanha “Não esqueça da hanseníase” para os acadêmicos de Enfermagem e Medicina que participaram do evento. A mobilização é mundial e é encabeçada pela Fundação de Saúde Sasakawa, uma instituição japonesa. A campanha segue até maio de 2022 e, no Brasil, é promovida pelo Morhan e seus parceiros, como a Unitins.

Para a professora Patrícia Vieira, coordenadora do Morhan de Augustinópolis e Bico do Papagaio e docente do curso de Medicina/Câmpus Augustinópolis, que articulou a abertura do núcleo regional, o objetivo é atuar para que os pacientes tenham todo o acompanhamento e cuidado necessário, inclusive com o diagnóstico precoce. “Eu tenho alguns contatos e algumas parcerias que eu quero que sejam utilizados da melhor forma possível nessa região, de modo a beneficiar toda a população em relação a esses cuidados para que nenhum paciente fique com sequelas agravadas em decorrência de um diagnóstico tardio”, enfatizou a docente.

O novo núcleo do Morhan integra uma rede composta por cerca de 60 grupos espalhados em 300 cidades brasileiras, que somam mais de 2,5 mil voluntários. Na região do Bico do Papagaio, o movimento também busca parcerias com as Secretarias Municipais de Saúde, como a de Araguatins e Augustinópolis. Além de reunir professores e acadêmicos da Unitins, o Morhan também pode ser composto por voluntários de todas as áreas e da sociedade civil.

O titular da Secretaria Municipal de Saúde de Augustinópolis, Yata Anderson Pereira Maciel, participou do evento de fundação do núcleo do Morhan e projetou um impacto significativo para toda a região. “Essa parceria vai ser um sucesso total. A Unitins já vem desenvolvendo um trabalho bastante significativo não só em relação à Hanseníase, mas dentro de outras políticas e essa, com certeza, vai ser mais um sucesso, dessa vez com o Morhan, que é uma entidade conhecida nacionalmente. A união da universidade, município e Morhan vai ter um impacto bastante significativo na sociedade. O núcleo vem para aprimorar as ações que já são desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde”, pontuou.

O vice-coordenador do  Morhan de Augustinópolis e enfermeiro, Dennis Novais, já desenvolve pesquisas acerca da Hanseníase na região do Bico do Papagaio e destacou alguns dos resultados obtidos. “Recentemente analisei o cenário da Hanseníase nos últimos 10 anos na região do Bico do Papagaio e a pesquisa indicou que, além da elevada incidência, existem indicadores de que a doença está ativa na região. Essa percepção foi possível devido aos elevados números da Hanseníase em pessoas menores de 15 anos. Também pude verificar que há um elevado percentual de pacientes que apresentaram grau dois de complicações físicas por causa da doença”, ressaltou Dennis.

Durante a programação, também foi oficializada a criação do núcleo do Morhan Augustinópolis por meio da assinatura de um termo pelo coordenador nacional do movimento, Artur Custódio; pela coordenadora regional, Patrícia Vieira; e pelo secretário de Saúde de Augustinópolis, Yata Anderson. Também integram o movimento a coordenadora do curso de Enfermagem, Hanari Santos, e o coordenador do curso de Medicina, Victor Giovannino, ambos do Câmpus de Augustinópolis.

Entre os acadêmicos que participaram do evento está a caloura de Medicina, Acza Jales. Ela conta que ficou surpresa com a atuação do Morhan e revelou que pretende integrar o núcleo local. “Eu não sabia sobre a existência desse movimento, fiquei muito emocionada sobre a missão do Morhan e o trabalho feito pelo Artur. O meu desconhecimento sobre o Morhan e a hanseníase é um exemplo consequente da pouca divulgação a respeito desse movimento e dessa patologia. Com a palestra de hoje me sinto um pouco mais preparada intelectualmente a respeito da hanseníase e do trabalho exercido pelo Morhan. Sinto vontade de participar do projeto que será implantado na cidade e creio que ele irá atuar de forma expressiva na região do Bico do Papagaio”, disse.

MorhanO Morhan foi fundado em 1981, no estado de São Paulo, com o objetivo de atuar na conscientização na construção de políticas públicas voltadas para a população acometida pela Hanseníase. Há 40 anos o grupo desenvolve atividades que possibilitem a eliminação da doença e o respeito aos Direitos Humanos das pessoas atingidas pela Hanseníase. (Ananda Portilho)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

Acusado de feminicídio no Mato Grosso é preso em Colinas e iria se esconder em Araguatins

Publicado

em

A Polícia Militar prendeu, na tarde desta terça-feira, 18, no Terminal Rodoviário de Colinas do Tocantins, um homem, suspeito de cometer um feminicídio na cidade de Aragarças-MT.

 A ação foi resultado do trabalho conjunto de compartilhamento de informações entre as policias militar e civil de Mato Grosso, Goiás e Tocantins. Segundo o que foi informado o autor era esposo da vítima e teria desferido dez golpes com um objeto pontiagudo em várias parte do corpo da mesma, e após o crime, teria fugido com destino a cidade de Araguatins – TO. 

A agência local de inteligência (ALI) da 3ªCIPM, obteve informações sobre a localização do autor que estaria em um ônibus, que faz o trecho Goiânia – GO – São Luís – MA. Com base  nas informações os policiais localizaram o suspeito que estava com a arma usada durante o crime, na cintura.

Diante dos fatos o autor e a arma branca foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil para as medidas requeridas no caso.

Continue lendo

Bico do Papagaio

PRAIA NORTE: Mulher é detida por promover algazarra no bairro Bela Vista

Publicado

em

A Polícia Militar apreendeu na madrugada desta terça-feira, 18, um equipamento de som no bairro Bela Vista, localizado no município de Praia Norte, norte do Estado, e realizou ainda a detenção da responsável pelo aparelho, uma mulher de 48 anos.

A equipe da PM chegou ao local após o recebimento de uma denúncia via telefone 190, dando conta da perturbação do sossego alheio provocado por uma caixa de som. Segunda a vítima, homem de 37 anos, ele vem sofrendo com o barulho do aparelho ligado com volume excessivo no interior da residência da vizinha. O denunciante disse ainda que por diversas vezes pediu para que o volume do som fosse diminuído, mas, nunca foi atendido pela a autora. 

Advertida quanto aos procedimentos que seriam adotados frente ao ato ilícito, a mulher foi liberada no local e teve o equipamento de som apreendido. Na sequência, foi lavrado Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), no qual a mulher, diante da infração penal, se comprometeu a comparecer perante o juiz em data e hora marcada para prestar os devidos esclarecimentos pela perturbação do sossego alheio, crime tipificado conforme Artigo 42, III da lei 3.688/41 Leis das Contravenções Penais (LCP).

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Náutico será o adversário do Verdão do Bico na primeira fase da Copa do Brasil

Publicado

em

Ficou definido na última segunda-feira, 17, que o Tocantinópolis EC, enfrentará o Náutico na primeira fase da Copa do Brasil. Com mais de um mês até a data do confronto, que será entre o dia 23 de fevereiro e 3 de março, o Verdão do Bico terá mais tempo de preparação.

Vindo de um final de temporada para ninguém colocar defeitos, o Verdão do Bico é o atual campeão tocantinense. O time comandado por Jairo Nascimento teve 100% de aproveitamento, terminando a competição com o melhor ataque, a melhor defesa, o melhor goleiro, Dida, e o artilheiro, o atacante Jheimy. 

Foi o quarto título estadual da equipe desde a sua fundação, em 1989, que se sagrou campeão também em 1993, 2002 e 2015, além de conquistar uma Copa Tocantins em 2004.
O técnico foi mantido para 2022 e o elenco não sofrerá muitas mudanças em relação ao ano passado. O grande destaque, Jheimy, deve seguir no comando de ataque, auxiliado pelo camisa 10 Raí. O atleta, aliás, é um velho conhecido da torcida do Timbu. Raí atuou no clube pernambucano em 2014, entrando em campo em 37 oportunidades.

Visando defender o título tocantinense, o Tocantinópolis EC estreia pelo estadual diante do Capital, às 16h, no próximo dia 22. O treinador Jairo Nascimento deve mandar à campo uma equipe formada por: Dida; Marcinho, Betão, Wanderson e Chico Bala; Rômulo, Balão Marabá, Válber e Raí; Jheimy e Hudson. (Imagem: TocEmFoco)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze