Connect with us

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Para evitar fraudes Instituto de Identificação atuou no vestibular de Medicina da UNITINS

Publicado

em

Com o objetivo de evitar fraudes no processo seletivo da Universidade Estadual do Tocantins (UNITINS), realizado neste domingo, 29, é que a Polícia Científica do Tocantins participou da coleta de digitais dos candidatos às vagas do primeiro vestibular do curso de medicina de Augustinópolis. A parceria institucional entre a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-TO) e a universidade permitiu a coleta em Palmas, Araguatins e Augustinópolis, onde as provas foram aplicadas. 

A Secretaria de Estado da Segurança Pública, por meio da Superintendência da Polícia Científica, cedeu papiloscopistas para atuação no processo de identificação dos candidatos durante a aplicação das provas, por meio do confronto de impressões digitais. “Essa coleta impede a ocorrência de eventuais fraudes na realização das provas e garante a plena execução do cronograma do Vestibular e ainda impede a movimentação de todo o aparato investigativo da Polícia Civil com a abertura de possíveis procedimentos policiais” explicou a diretora de papiloscopia da SSP, Naídes César Silva.

O reitor Augusto Rezende visitou as unidades de aplicação de prova em Palmas e ressaltou o empenho do Governo do Estado e da Unitins em realizar um certame com transparência e planejamento. Ele destacou o apoio da Polícia Militar e da Secretaria de Segurança Pública (SSP), com atuação da Polícia Civil e Polícia Científica. A PM realizou escolta dos veículos que transportaram os malotes de provas, supervisionou todo o processo de distribuição e intensificou o policiamento na região das 12 unidades onde o Vestibular foi aplicado. A atuação da PM e da SSP somou forças aos procedimentos de segurança já adotados pela Unitins na realização de processos seletivos, visando a lisura do certame em todas as fases.

“Considerando que estamos fazendo o Vestibular obedecendo todas as normas de segurança e com muito cuidado com os candidatos, mais uma vez se prova o sucesso desta fase da Unitins e do forte apoio do Governo do Estado para a realização do curso de Medicina. Com certeza teremos 40 aprovados bem preparados e, em breve, teremos o resultado de mais essa ação assertiva da universidade”, concluiu o reitor.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ESPERANTINA: Filho de ex-prefeito de Buriti morre em acidente com veículo

Publicado

em

Gustavo Borges, de 26 anos, filho do ex-prefeito de Buriti, Américo Borges, o Borjão (MDB), morreu em um acidente de trânsito, na noite desta quarta-feira, 22, no município de Esperantina, também no Bico do Papagaio.

Conforme informações preliminares, ele havia saído da cidade de Esperantina, em direção ao povoado Pedra Grande, dirigindo uma caminhonete. Pelas circunstâncias apuradas inicialmente, o pneu do veículo teria estourado, fazendo com que Gustavo perdesse o controle do automóvel.

A Polícia esteve no local tomando as providências e vai apurar a situação.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Reunião trata sobre prática de Polícia Judiciária Militar

Publicado

em

O Comando do 9º Batalhão da PM (9º BPM), reuniu na manhã desta quarta-feira, 22, com os oficiais e policiais militares do serviço administrativo e operacional no auditório do quartel da PM. O encontro foi para tratar de assuntos voltados à Polícia Judiciária Militar (PJM), especificamente quanto aos procedimentos administrativos do Auto de Prisão em Flagrante Delito Militar (APFDM).

A exposição do conteúdo que durou cerca de quase 3 horas foi feito pelo subcomandante do 9° BPM, capitão Dourivan Santos Pereira. A reunião contou também com a presença do comandante da unidade, major José Mário Carvalho Lemos Filho Wisbeck.

Na visão do Comando do 9° BPM a exposição do assunto foi de fundamental importância, devido o procedimento, como qualquer outro documento jurídico, ser feito com o máximo cuidado possível e observados os preceitos legais da doutrina conforme o Código de Processo Penal Militar (CPPM).

Capitão Santos abordou sobre a atual legislação militar que versa sobre os procedimentos, entre eles, a necessidade que o oficial que irá presidir o APFDM terá quanto à distinção se é crime comum ou crime militar, conforme a conduta praticada pelo policial militar.

Segundo o capitão Santos, a autoridade que for presidir o APFDM deverá atentar para os dispositivos legais que disciplinam a Prisão em Flagrante, contidos nos artigos 243 e seguintes do Código de Processo Penal Militar. Pois essas prescrições constitucionais, ainda segundo o subcomandante Santos, tratam das garantias individuais, tendo em vista que a sua inobservância implicará o relaxamento da prisão por ilegalidade.

A questão de prazos para a conclusão do documento e as peças que compõem o APFDM, também fizeram parte da pauta que foram apresentadas pelo subcomandante Santos por meio de slides.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Palestra para acadêmicos vai abordar Direitos Básicos do Consumidor

Publicado

em

Alunos dos cursos da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), câmpus de Araguatins, participam nesta quinta-feira, 23, às 19 horas, da palestra on-line Educação para o consumo; Direitos Básicos do Consumidor. O evento conta com a participação dos técnicos do Procon Tocantins, Djanira Gonçalves da Silva e Roni Glebison Lira dos Santos.

Entre os assuntos a serem abordados, estão: direito e prazo de arrependimento, troca de produto, garantia e fraudes nas compras pela internet, considerando o aumento de compras pela rede. Os links para acesso à palestra são: https://meet.google.com/ced-tgqt-fpr e https://www.unitins.br/Eventos/.


O superintendente do Procon Tocantins, Walter Viana, considera a parceria entre o órgão de defesa do consumidor e as instituições de ensino uma grande oportunidade para todos os envolvidos. “Os universitários ganham com os conteúdos, pois, certamente, complementarão o ensino teórico realizado em sala de aula. Para nós, do Procon, cada oportunidade é sempre uma porta que se abre para que possamos contribuir com a educação do cidadão tocantinense, construindo dessa forma consumidores cada vez mais informados e conscientes de seus direitos”, avalia.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze