Connect with us

Bico do Papagaio

AXIXÁ: Licitação para obras de segurança viária no povoado Grotão é iniciada

Publicado

em

Com os objetivos de eliminar o risco de atropelamento de crianças e da população em geral e ampliar a segurança viária na comunidade do Grotão, às margens da rodovia TO-201, no Bico do Papagaio, o Governo do Tocantins iniciou a licitação para execução de diversas obras no local.

A licitação é para cumprimento das atribuições da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto). A concorrência está aberta a todos os concorrentes oriundos de países elegíveis do Banco Mundial.

Os recursos são provenientes do Programa de Desenvolvimento Regional Integrado e Sustentável (PDRIS). O projeto tem prazo de execução de seis meses, por empreiteira que vencer a licitação. O projeto está sendo citado pelo Banco Mundial como um modelo a ser replicado em outras localidades e até em outros países.

As obras são de terraplenagem, pavimentação asfáltica, drenagem, sinalização vertical e horizontal, jardinagem, acessibilidade, mobilidade urbana e quiosques no Povoado Grotão, município de Axixá, além de execução das especificações técnicas ambientais e sociais.

Projeto

A região do Bico do Papagaio tem a característica de vários aglomerados que se formaram às margens das rodovias. As estradas levam desenvolvimento para a região, mas as pessoas vêm para as suas margens, dando origem aos povoados. O projeto é de grande importância socioeconômica para a comunidade do povoado Grotão.

De acordo com o projeto, serão construídas lombofaixas, acessos laterais, calçadas, pontos de ônibus e vans em recuo com rampas de acesso e cobertura, oito quiosques, ruas do tipo marginal a rodovia, defensas metálicas em pontos estratégicos, trevo de acesso. Foram cadastrados os comerciantes de produtos locais que irão para os quiosques.

A comunidade foi ouvida por meio de duas audiências públicas e, após a elaboração do projeto, este foi apresentado e aprovado pela população do povoado. Ou seja, houve indicações de locais mais adequados para parada de vans e ônibus e demais sugestões da comunidade foram acatadas.

“Foi efetuado um diagnóstico envolvendo 10 povoados do Bico do Papagaio, devido às obras do Banco Mundial de restauração de rodovias tipo Contratos de Restauração e Manutenção (Crema). O povoado Grotão foi escolhido, pois tinha múltiplos problemas com a segurança viária. Nesta rodovia, já foram registrados acidentes, relacionados com a travessia do povoado Grotão. Neste sentido, o projeto busca reduzir os acidentes para uma melhor convivência entre a comunidade do povoado e usuários da rodovia estadual”, afirmou a diretora de Engenharia de Tráfego e Segurança Rodoviária da Ageto, Lucia Leiko.

São obras de um projeto-piloto de segurança rodoviária destinada à travessia de povoados e centros urbanos. Segundo a secretária da Infraestrutura e presidente da Ageto, Juliana Passarin, “os riscos de acidentes no local são devidos aos acessos irregulares à rodovia, tipo gato por veículos. Paradas de van e ônibus dentro da rodovia sem acessibilidade à comunidade. Comércio de produtos locais no acostamento da via que é de alta velocidade. Falta de calçadas e defensas metálicas para proteção”, declarou.

As obras de melhorias devem ser entregues ainda este ano. Existe a possibilidade de que o modelo adotado no Tocantins seja utilizado pelo Banco Mundial em outros países. (Luzinete Bispo)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: 36ª vítima da Covid-19 é oficializada

Publicado

em

Uma mulher de 73 anos, é a 36ª vítima da Covid-19, no município de Tocantinópolis, no Bico do Papagaio. Óbito foi oficializado neste sábado, 8, pela Secretaria de estado da Saúde.

A vítima tinha hipertensão e morreu na terça, dia 4, no Instituto Sinai em Araguaína.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Estelionatário que aplicava golpes em comerciantes do Bico é preso em Goiânia

Publicado

em

Um homem de 18 anos, suspeito de praticar dezenas de golpes contra comerciantes do Bico do Papagaio foi preso na tarde desta sexta-feira, 7, em Goiânia.  A prisão aconteceu após ação realizada pela Polícia Civil do Tocantins, através da 15.ª Delegacia de Sítio Novo, com apoio do serviço de inteligência da Polícia Militar daquela cidade.

Capturado, mediante cumprimento a mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça do Tocantins, o homem foi localizado por policiais do serviço de inteligência do 7º Batalhão da PM goiana enquanto se encontrava em uma residência no Parque Santo Antônio. Durante a prisão, os policiais localizaram em poder do homem, 37 cartões bancários, em nome de terceiros, além de várias máquinas de cartão de crédito.


Coordenada pelo delegado-chefe da 15.ª DP, Antônio Bandeira, a operação teve início há alguns meses quando comerciantes das cidades de Sítio Novo do Tocantins, Axixá e São Miguel registraram boletins de ocorrência, relatando que haviam sido vítimas do rapaz.

 “Após inúmeros registros de ocorrências, começamos a investigar os fatos e constatamos que o indivíduo, apesar da pouca idade, se especializou em aplicar golpes de estelionato e também extorsão. Ele abria empresas e, por meios fraudulentos, se apoderava dos dados dos comerciantes e então começava a ameaçá-los, afirmando que os mesmos tinham uma dívida com a empresa dele e que se não pagassem, teriam seus nomes incluídos no cadastro de inadimplentes”, disse o delegado.

Na grande maioria dos casos, os comerciantes não pagavam. Porém, de alguma maneira, o golpista incluía o nome da vítima nos órgãos de proteção ao crédito e, novamente, insistia nas ameaças, exigindo dinheiro para retirar o nome da lista de inadimplentes. As investigações da Polícia Civil do Tocantins apontaram que, em muitos casos, o investigado conseguiu auferir lucro, por meio das extorsões.

 O delegado Antônio Bandeira representou, junto ao Poder Judiciário, pela prisão do indivíduo, a qual foi deferida. Contudo, antes que pudesse ser capturado no Tocantins, o homem fugiu para Goiânia. “Mesmo com a fuga do investigado, intensificamos as diligências e descobrimos que ele tinha fugido para Goiânia. Mediante compartilhamento de informações com o serviço de inteligência PM goiana, repassamos cópia do mandado judicial e, na tarde de ontem, o homem foi encontrado e preso”, ressaltou.

A autoridade policial ressalta, ainda, que o homem já responde a mais de 10 inquéritos policiais por crimes como extorsão e estelionato e que, muito provavelmente, estava aplicando golpes também em Goiás. Depois de ser conduzido até a Central de Flagrantes de Goiânia, o suspeito foi levado para a Casa de Prisão Provisória daquela cidade, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário do Tocantins.

Para o delegado, a confirmação da prisão do homem traz um imenso alívio aos comerciantes das cidades do Bico do Papagaio, uma vez que eles foram vítimas do homem preso, sendo que alguns, mais de uma vez. “A melhor resposta que a Polícia Civil poderia dar era aprofundar as investigações, localizar o paradeiro do indivíduo e efetuar a prisão do mesmo, pois se trata de uma pessoa que causou muitos transtornos e prejuízos por onde passou”, afirma.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Comissão avalia estrutura da UNITINS e rede de saúde do Bico para funcionamento do curso de Medicina

Publicado

em

O Conselho Estadual de Saúde do Tocantins (CES-TO) enviou membros da comissão técnica para avaliação in loco das condições estruturais do Câmpus de Augustinópolis da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins) e da rede hospitalar da região do Bico do Papagaio. A visita técnica aconteceu esta semana e tem como foco a análise necessária para a implantação do curso de Medicina da Unitins na unidade de Augustinópolis. 

Os trabalhos da comissão começaram na manhã desta quinta-feira, 06, com a visita ao Câmpus, onde os membros do CES foram guiados e acompanhados pelo reitor Augusto Rezende, o chefe de Gabinete da Unitins, Rafael Verli Ribeiro Silverol, o pró-reitor de Administração e Finanças da Universidade, Daniel Bardal, a diretora do câmpus, Gisele Padilha, a coordenadora do curso de Enfermagem da Unitins, Hanari Tavares, além de outros membros do curso e servidores administrativos da instituição. O presidente do Conselho, Mário Benício dos Santos, também acompanhou a visita. 


A Comissão é composta por quatro membros, dos quais dois estão fazendo as visitas in loco. Além de conhecer a estrutura do câmpus, eles também verificarão as unidades hospitalares de Augustinópolis, Araguatins e Tocantinópolis, que receberão os discentes de Medicina para as atividades práticas e estágios. Após a conclusão das avaliações, a comissão emitirá parecer sobre a implantação do curso e este será submetido à apreciação do pleno dos conselheiros do CES. Não há prazo definido para a emissão do parecer e a deliberação final do CES.

Na recepção aos membros da comissão, o reitor da Unitins pontuou o planejamento para a implantação do curso de Medicina no Câmpus Augustinópolis, que vem desde 2018, os investimentos já alocados e atos importantes no processo de abertura, como o depósito do Projeto Pedagógico de Curso (PPC) junto ao Conselho Estadual de Educação (CEE-TO), a reestruturação administrativa da Universidade – já prevendo a Coordenação do curso entre outros cargos relacionados – e a autorização do governador Mauro Carlesse para a realização do processo seletivo de professores de Medicina. 

Durante a visita, os membros da comissão técnica do CES conheceu estruturas laboratoriais, de sala de aula, biblioteca e auditório do câmpus, com destaque para os investimentos em alta tecnologia para equipamentos de última geração no ensino da Medicina, como a Plataforma Multidisciplinar 3D, recurso que somente a Unitins dispõe entre todas as instituições de ensino de Medicina no Tocantins; e o boneco simulador, que comporá o Laboratório de Simulação Realística dos cursos da área de Saúde da Universidade (Medicina e Enfermagem). 

O presidente do Conselho Estadual de Saúde destacou que “a Comissão [do CES que avalia a implantação do curso] é composta de membros técnicos, pessoas esclarecidas e que têm conhecimento profundo na área da saúde”. Após acompanhar a visita, Mário Santos disse: “fiquei surpreso com a estrutura que a Unitins tem aqui no Câmpus de Augustinópolis”. Ele também pontuou que o curso de Medicina deve levar desenvolvimento em geral para a região do Bico do Papagaio, especialmente na área da saúde “que é precária aqui na região e os usuários reclamam. Quem ganha é a população”, completou. 

Claudean Pereira Lima é um dos membros da Comissão que faz a visita in loco. Ele explica que a partir do Projeto Pedagógico do Curso e da documentação enviada ao Conselho, a Comissão faz a análise com um olhar multidisciplinar, avaliando a qualidade frente à iniciativa de criação de um curso de Medicina na região. Eles analisam a estrutura que a Unitins dispõe e está providenciando para o curso, além da disponibilidade da rede de saúde na região que vai abrigar e contribuir na formação desses acadêmicos, futuros médicos.

“Essas questões precisam estar intimamente ligadas para oferecer o que é extremamente importante, qualidade na formação desse profissional”, destaca Ruth Caetano Cardoso, presidente da Comissão do Conselho Estadual de Saúde que avalia o processo.

A presidente também pontua que a análise da Comissão considera o que está sendo proposto e disponibilizado no momento, além das projeções futuras para o desenrolar do curso. “Nosso parecer terá o olhar de constatação do que já existe, uma análise conjunta do que a Unitins já oferece para o curso – como o Projeto Pedagógico e a infraestrutura – com o que o sistema de saúde da região também oferece, além de orientações e recomendações com o olhar no curso para frente, não só o curso que se inicia”. 

Um dos pontos destacados pela conselheira após a visita é “o avanço tecnológico com o qual o curso já deve ser iniciado, com as aquisições já realizadas e os equipamentos em fase de aquisição”, comentou se referindo aos Laboratórios de Anatomia e de Simulação Realística, que tem aparelhos de última geração no ensino da Medicina. “Foi muito salutar e positivo o que já vimos aqui. Além de dizer que a região é estratégica, sem dúvida nenhuma, e isso influencia bastante na existência do curso. Todos esses olhares nós teremos no parecer”, completou Ruth Cardoso. 

Ao final da visita, o reitor Augusto Rezende reforçou aos membros do Conselho o empenho e apoio direto do governador Mauro Carlesse para a implantação do curso de Medicina, especialmente por perceber a carência da região e pelo anseio de oportunizar a tantos tocantinenses a realização do sonho de verem seus filhos se tornarem médicos formados por uma universidade pública e de qualidade. 

Augusto Rezende também destacou o planejamento da Unitins para a concretização desse curso e a transformação que a região do Bico do Papagaio pode receber a partir dessa iniciativa. “Desenvolvimento em todos os sentidos”, enfatizou.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze