Connect with us

Notícias

AXIXÁ: Servidores da Educação cobram salários atrasados

Publicado

em

Em Axixá, município do Bico do Papagaio, a maioria dos servidores da educação, ficaram sem receber o salário de dezembro e o 13º. O Sindicato dos Servidores da Educação do Município de Axixá do Tocantins (SINSEA), tentar negociar com o atual prefeito, a quitação das dívidas.

A presidente do sindicato, Luzanira Lima, divulgou Nota, comentando a situação.

Com a palavra o Sindicato:

Esclarecimento ao público em especial aos servidores da Educação do município de Axixá do Tocantins, desde o dia 05 de janeiro estamos em negociação com o atual gestor para tentar resolver a situação do salário de dezembro de 2020, onde dos 292 servidores penas 108 receberam seu salário, que significa 37%, o recurso do FUNDEB, entrou um monte de R$ 1,775,291,31 (um milhão duzentos e noventa e cinco mil reais e trinta e um centavos). No final de dezembro, o sindicato entrou com uma medida cautelar pedindo o bloqueio do recurso do FUNDEB, porém o juiz de plantão negou por duas vezes. Pedimos ajuda o Ministério Público, que notificou o ex-gestor, porém o mesmo se negou a acatar recomendação do  promotor e pagou apenas os escolhidos pela gestão.

Queremos aqui repudiar alguns servidores que estão tentando denegrir a imagem do sindicato, bem como, colocar em apuros a atual diretoria. Em nenhum momento estamos sendo submisso a situação, estamos trabalhando para resolver as seguintes situações:

  1. Salários de dezembro, onde o gestor se comprometeu em pagar porem sem comprometer a folha de janeiro, que paga a folha dia 30 de JANEIRO 2021.
  • O mês de dezembro de 2020 está sendo negociando e que todos irão receber, vamos incluir no grupo negociador o MP.
  • TAC 2012 referente ao mês de dezembro de 2012 que o último repasse foi em outubro de 2020.
  • INSS dos servidores que estão buscando sua tão sonhada aposentarias, onde estão senso feito o desconto nos salários porem negada ao órgão.

Por tanta, caros colegas, antes de sair por aí falando assunto aleatório, procure a  diretoria do sindicato veja de perto o que está sendo feito para resolver os problemas da educação, juntamente com a assessoria jurídica do sindicato. O mesmo está aberto de segunda a sexta. Quem poderia ter dado  um parecer favorável era a Justiça, portanto meus caros,  não vamos tirar conclusões precipitadas e causar desconforto na classe que já é taxada como desunida. Vamos procurar ser mais participativos nas assembleias e nas reuniões de tomadas de decisões, como essa que realizamos hoje dia 13 e os mais críticos não aparecem para se juntar os demais. Não esqueça de  que já foram  tantas conquistas que alcançamos e não reconhecida pela classe.

Agradecemos a compreensão de todos os servidores.

ATT, diretoria do SINSEA : Luzanira Lima

Presidente 

Axixá do Tocantins 13 de janeiro de 2021

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Notícias

Embarcações de passageiros estão proibidas a partir desta quinta entre Pará e Amazonas

Publicado

em

Está proibida, a partir desta quinta-feira (14), a circulação de embarcações de passageiros entre os estados do Pará e do Amazonas, como medida de prevenção à proliferação da Covid-19. A determinação foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE), por meio do Decreto Estadual 1.273/2020.

A partir deste momento, os órgãos e as entidades enquadrados no Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Pará, assim como àqueles responsáveis pela fiscalização dos serviços públicos de transporte, ficam autorizados a aplicar sanções para os casos de descumprimento, que podem ser: advertência; multa de R$ 10 mil por embarcação, no caso de reincidência; até a apreensão da embarcação. 

A aplicação das penalidades previstas pelo decreto não exclui que os responsáveis pelas embarcações sofram, também, responsabilizações civis ou criminais.

“Esta é uma medida preventiva, porque estamos vendo que o Amazonas voltou a ter números altos de hospitalização pela doença. Por isto, o Pará decidiu proibir embarcações de passageiros, estando liberadas aquelas que fazem o transporte de cargas. Seguem liberados também os transportes terrestres”, explicou Ricardo Sefer, procurador-geral do Pará.

Em suas redes sociais, na noite de quarta-feira (14), o governador do Pará, Helder Barbalho reforçou que a medida visa garantir que pessoas contaminadas pelo novo coronavírus, oriundas do Amazonas, entrem em território paraense e acabem aumentando o número de casos da doença no Pará. 

“Isto é uma medida fundamental para evitar o contágio dentro do Estado e, consequentemente, evitar problemas de saúde em face da pandemia. Portanto, nossas fronteiras com o Amazonas estarão fechadas, com fiscalizações da Polícia Militar do Pará e apoio de embarcações e aeronaves, para que possamos fazer cumprir a medida preventiva de restrição e proteger nossa população”, informou o chefe do Poder Executivo.

Continue lendo

Notícias

Inquérito Civil apura condições de tráfego da rodovia que liga Darcinópolis a Angico

Publicado

em

O Ministério Público do Tocantins (MPTO) instaurou inquérito civil público para apurar a situação da rodovia TO-134, no trecho que liga as cidades de Darcinópolis e Angico, localizadas no Bico do Papagaio. Segundo representação direcionada à Promotoria de Justiça de Wanderlândia, o trecho asfáltico encontra-se em condições extremamente precárias, prejudicando as famílias que moram no entorno e o transporte de alunos da zona rural.

O inquérito civil público foi instaurado no último dia 8 e publicado na edição nº 1.143 do Diário Oficial Eletrônico do MPTO.

Um dos aspectos que a Promotoria de Justiça de Wanderlândia irá apurar é se as condições de tráfego da rodovia comprometem o transporte dos alunos da zona rural que estudam nas redes estadual e municipal, prejudicando o direito destas crianças e adolescentes à educação.

A Promotoria de Justiça de Wanderlândia solicitou anteriormente informações sobre as condiçõesde tráfego na rodovia e sobre a previsão de obras de recuperação da malha asfáltica, mas não houve resposta até o momento.

Continue lendo

Notícias

IMPERATRIZ: Sistema de gerenciamento e armazenamento de imagens é implantado no Socorrão

Publicado

em

Foi iniciada na manhã desta quinta-feira, 15, a implantação do Sistema de Gerenciamento e Armazenamento de Imagens do Hospital Municipal de Imperatriz, HMI Socorrão. Iniciativa vai agilizar o processo de atendimento, permitindo que a equipe médica decida a conduta de tratamento de forma mais rápida, evitando que pacientes percam tempo esperando películas e laudos de exames para realização de procedimentos. 

Instalação de monitores e computadores do sistema já foram feitas na sala de raio – x e no consultório da ortopedia. Em breve, serão instalados também no consultório da clínica cirúrgica e no Centro Cirúrgico do Hospital.  

“A partir de agora, os exames de raio-x, ultrassom e tomografias vão automaticamente para o computador do médico. Quando o paciente retornar para o consultório, já vai saber o diagnóstico e a conduta a ser adotada. Isso traz muita agilidade e rapidez no processo de atendimento” – explica a secretária Mariana Jales.  

Segundo a Diretora do HMI, Marília Carvalho, acesso imediato da equipe médica ao exame e ao laudo, além de inovador na rede pública, é um marco para a gestão Assis Ramos. “Já tivemos época que demorávamos de 15 a 30 dias para receber um laudo, porque isso era feito externamente. Hoje recebemos em questão de horas e com o sistema será instantâneo” – afirma. 

Para o técnico em radiologia, Nildo Reis, um dos maiores ganhos para a população é a agilidade no atendimento. “Fazemos o raio-x e, em questão de minutos, já está no consultório médico. O paciente não vai mais precisar ficar esperando, nem andando para um lado e outro com papel na mão” – disse o servidor, que trabalha há 10 anos no Socorrão. 

Além disso, segundo Nildo, este sistema permite analisar imagens com maior rapidez, e melhor visibilidade porque nele há recurso para ampliá-la na hora da visualização. “Outro ponto importante também é que agora teremos armazenamento das imagens e isso melhora a segurança porque eliminaremos o risco de perder exames” – ressaltou o técnico. (Maria Almeida)

Continue lendo
publicidade Bronze