Concluinte do curso técnico em agronegócio do SENAR, o produtor rural de fruticultura, Antônio Rodrigues Beltrão, do município de Babaçulândia, investiu o conhecimento adquirido no curso em sua propriedade, na fazenda Buriti.

A produção de melancia já era uma atividade realizada na fazenda, mas após o curso do Senar, o produtor conseguiu alinhar a teoria com a boa prática “Aprendi muito sobre manejo de solo e comecei a ter uma nova visão de desenvolvimento dentro da minha propriedade, apesar de já cultivar a melancia, consegui melhorar as técnicas, e com isso houve a melhora na qualidade dos frutos e na produtividade”, comenta.

Durante o curso, Antônio também aprendeu sobre gestão e planejamento “Comecei aplicar o conhecimento na gestão do meu negócio, gestão essa que é de extrema importância para evitar tanto o desperdício, quanto prejuízos financeiros, o resultado foi um aumento de 40% na renda da safra”, comemorou.

Em sua propriedade, além do cultivo de melancia, o produtor quer expandir para outras atividades “Já estou trabalhando com avicultura, com produção de ovos, e para o próximo ano já estamos planejando uma área para bovinocultura para abate e a engorda de novilhas em pasto irrigado. Tudo isso agradeço ao SENAR com a promoção do curso técnico, pois hoje tenho outra visão de produtor rural e estou caminhando para ser empresário rural.”, finaliza.

O curso técnico em Agronegócio do Senar é primeiro curso técnico de nível médio na modalidade a distância através de polos de apoio presencial, mediante parceria com Administrações Regionais. Com a duração de dois anos, o curso é totalmente gratuito.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.