- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
terça-feira, 24 / maio / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img

Bico do Papagaio quer mais empregos, melhor educação, mais saúde e segurança pública

Mais Lidas

A elaboração do Plano Plurianual (PPA), que está em sua terceira edição, reuniu no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFTO) mais de 300 pessoas, divididas em 7 grupos temáticos que envolvem os segmentos de Produção, Infraestrutura, Segurança e Cidadania, Saúde, Conhecimento e Inclusão Social, Desenvolvimento Ambiental Sustentável e Gestão Pública. O PPA realiza as Audiências Públicas para a formatação de propostas que servirão como guia para as ações do Governo nos próximos quatro anos.

O Programa que começou no dia 19 de agosto em Guaraí, região Centro-Norte do Estado, estabeleceu trabalhos para realizar audiências em nove macro-regiões administrativa do Estado e vai atender a todas as 139 cidades do Tocantins. Na região do Bico do Papagaio, em Araguatins, foram atendidas 23 cidades que colaboraram com sugestões e idéias,

Bico

A região do Bico do Papagaio, conta hoje, segundo informações do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, 181 mil pessoas. Atualmente, 25% delas, trabalham como autônomas, principalmente em atividades agrícolas. Mesmo assim é grande o desemprego na região, principalmente pela baixa escolaridade e conseqüente falta de mão de obra especializada. A região também possui vocação para a avicultura, tendo três polos importantes de produção que são Tocantinópolis, Cachoerinha e Ananás.

Em Aguiarnópolis, a cidade foi beneficiada com a implantação do Parque Multimodal que já está recebendo sua primeira grande indústria, uma esmagadora de soja da empresa Granol, grupo de grande participação na economia mundial com a produção de óleo, farinha de soja, e até biodiesel.

A situação do Projeto Sampaio, um dos maiores projetos de irrigação do país, está parado por falta de uma licença do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis.

Reivindicações

O senhor José Emílio Fonseca, pequeno produtor rural da região do Bico do Papagaio, disse nesta quinta-feira, 1, que o Governo do Estado precisa atrair mais indústrias para a região. Nós temos aqui nos virado com atividades agrícolas, avicultura, apicultura e pecuária, mas queremos mais escolas e mais indústrias para trazer melhores benefícios para nossa região.

De acordo com dona Eulália Rosa Pereira, que mora em Esperantina, é preciso melhorar o ensino das escolas da região. “A educação aqui está precisando ser bem melhorada”, argumentou a dona de casa e trabalhadora rural. Ela disse que as populações de vários pontos do Bico do Papagaio estão desiludidas, sem perspectivas para se desenvolverem. “Esta é uma boa oportunidade para a gente mostrar do que a gente precisa”, disse ela cabisbaixa.

O senhor João Paulo Assunção, que tem uma pequena criação de gado na região, disse que é preciso que o Governo recupere as estradas do Bico, pavimente outras que ainda estão causando problemas para o transporte de animais e outros produtos para venda ou distribuição.

Dona Raimunda Quebradeira, conhecida por sua luta social para melhorar a vida das quebradeiras de coco e da população do Bico do Papagaio de forma geral, disse que é preciso que o Governo Estadual afaste a miséria da região e dê condições mais dignas de vida para as pessoas da região.

- Publicidade -spot_img

2 Comentários

Assinar
Notificar-me
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais votado
Inline Feedbacks
View all comments

gostaria que divulgasse qual iniciativa do PPA PARA ANANAS, SEI QUE ESTE PLANO E MARAVILHOSO E TEMOS MUITAS ACOES A SEREM DESEMVOLVIDAS ,APESAR DE MUITAS DELAS O MUNICIPIO FEZ COM DEVIU DE LOCAL EX:RODOVIARIA,FEIRA COBERTA E OUTROS SERA CADE A TAL BOSQUE HOSPITAIS MODENOS SEMITERIOS E OUTROS?

Gorvernador

a região é propicia, só faltar cabra macho ir lutar pra trazer indústrias, melhores escolas, melhor infraestrutura, só assim a região vai pra frente, mas esse corvade que administra nossas regiões são todos froxos, nem roubar sabe, pq se soubesse traria investimentos, com mias investimentos eles roubaria mais, mais eles não tem argumentos pra pedir nada .mas também a maioria é filho de nordestino ou são nordestino fracos, vc estão é norte seu bandos de cornos.

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias