Connect with us

Bico do Papagaio

Bombeiros reforçam apoio a cidades alagadas no Bico

Publicado

em

Desde o dia 24 de dezembro de 2021, as atenções do Governo do Tocantins, por meio do Corpo de Bombeiros Militar (CBMTO), via Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (Cepdec), têm se voltado para as cidades com problemas em razão das fortes chuvas. De norte a sul, centenas de famílias já ficaram desabrigadas ou desalojadas por conta da cheia dos rios e lagos nas proximidades das Usinas Hidrelétricas, em algum ponto do Tocantins.

Nesta quarta-feira, 5, completa-se 12 dias de atuação, com bombeiros militares em todas as regiões do Estado levando algum tipo de apoio. Atualmente, o principal ponto de trabalho das equipes é no Bico do Papagaio, sobretudo nas cidades de Sampaio e São Miguel.

Os trabalhos dos bombeiros militares integram a Força-Tarefa criada pelo Governo do Tocantins, e visam levar alimentos para as famílias isoladas pelas águas, bem como auxiliar na retirada daquelas que estão ilhadas precisando de um novo abrigo.

Nesses 12 dias de atuação, o Corpo de Bombeiros Militar levou apoio às cidades de Peixe, na região sul do Estado; Paranã, no sudeste; e também àquelas que estão às margens do Rio Tocantins entre Pedro Afonso e Esperantina, num trecho de aproximadamente 600 km. O percurso foi percorrido com embarcações da corporação, levando ajuda e alimentos aos desabrigados.

Atualização

O Boletim de ação da Cepdec desta quarta-feira, 5, aponta que até o momento já são 296 pessoas desabrigadas pelas enchentes e inundações nos municípios de Araguanã, Axixá do Tocantins, Itaguatins, São Miguel, Rio dos Bois e Pedro Afonso. E outras 236 pessoas desalojadas nos municípios de Araguanã, Axixá do Tocantins, Paranã, Rio dos Bois, Pedro Afonso, Tupirama, Tupiratins, Palmeirante, Bom Jesus, São Sebastião, São Miguel, São Sebastião, Sampaio e Itaguatins.

São 36 municípios afetados e ou monitorados.

A Vazão das Usinas Hidrelétricas se mantém estáveis, com certa baixa para UHE – Peixe, que opera na média 6.000, a qual esteve no pico de 14.000 m3/s.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Saiba os locais para subscrever abaixo-assinado contra aumento de tarifas do SEMUSA

Publicado

em

O movimento popular que vem organizando um abaixo-assinado, para ingressar junto os órgão de defesa do consumidor e de fiscalização e controle, contra o aumento das tarifas e taxas do Serviço Municipal de Saneamento (SEMUSA), reajustadas em até 171%, disponibilizou 6 pontos de cometa de assinatura. Qualquer morador da cidade pode participar, basta se dirigir a um dos locais, com documentos pessoais, nos seguintes horários: das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas até sexta-feira, 28.

Os locais para o acolhimento de assinaturas são:

  • Departamento de Administração da Câmara Municipal das 8:00hs ao meio dia.
  • Comercial Negreiros na Avenida Araguiaia próximo ao Cruz.
  • Farmácia Bianca, rua Bartolomeu, esquina com a rua F, N°2582. Próximo a Rádio Sucesso FM.
  • Comercial Esquinão, Avenida Quintino Flutuoso, divisa com a Vila Madalena e Vila Miranda.
  • Adega 5 irmãos, Alameda 3, ao lado do Comercial Sandes Vila Cidinha.
  • Casa do Sr. Chico Nunes, na rua Dom João Sexto esquina com a rua C, próximo a Creche abandonada. N°1867
Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: MP instaura inquérito sobre aumento de tarifas no SEMUSA

Publicado

em

Após os usuários do Serviço Municipal de Saneamento de Araguatins (SEMUSA), serem pegos de surpresa com aumento em tarifas e taxas que chegam a até 171%, determinadas pelo prefeito, Aquiles da Areia (PP), o Ministério Público resolveu instaurar um Inquérito Civil.

Segundo o MP, a medida visa verificar os critérios utilizados pelo prefeito para determinar o aumento das tarifas, que vem sendo consideradas abusivas pelos consumidores.

Um grupo de populares também organiza um abaixo-assinado para provocar o PROCON a tomar providências. Um dos líderes do movimento popular, Marcelo Coelho, diz que a população até entende que é necessário o aumento, por conta dos insumos terem aumentado, porém questiona o aumento abusivo e desproporcional, muito acima do normal, e pede que os órgãos de defesa, ajudem a fazer valer os direitos dos consumidores. Coelho ainda lembra que não foi apresentado nenhum plano de melhorias no sistema que justifique um reajuste no patamar que foi feito.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Amélio Cayres solicita a implantação do “Auxílio Enchente” para famílias atingidas pelas cheias

Publicado

em

Durante a sessão extraordinária desta terça-feira, 25, o deputado estadual Amélio Cayres (SD), solicitou o envio de expediente ao governador do Estado, em regime de urgência, requerendo a implantação do “Auxílio Enchete” para ajudar famílias que foram prejudicadas pelas chuvas fortes em todo o estado e que tiveram suas moradias alagadas pelas cheias dos rios.

Segundo o projeto, o auxílio seria pago em parcela única a partir deste mês e perdurar por até 60 dias, ou conforme esteja a situação e o nível das chuvas. Caso o auxílio seja aprovado, os beneficiados precisarão ser cadastrados pelas prefeituras dos municípios.

“Essa solicitação pelo auxílio é para que as pessoas possam se reintegrarem, voltar para as suas residências e dar a elas o mínimo para que possam realmente reerguer o que foi perdido pelas enchentes”, afirma o parlamentar.

Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o Tocantins teve o nível de alerta de tempestades elevado para laranja, sendo o segundo mais grave na escala utilizada pela instituição. Devido ao aumento no nível das chuvas, a Usina de Estreio, na região do Bico do Papagaio, teve elevação no volume, atingindo municípios como Tocantinópolis, Itaguatins, Maurilândia, São Miguel do Tocantins, entre outros.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze