Connect with us

Bico do Papagaio

BREJO GRANDE: Assassinato de mulher encontrada dentro de veículo na Transamazônica pode estar ligado a outra morte

Publicado

em

O assassinato da jovem Hayane de Azevedo Sousa, de 23 anos, que é de Brejo Grande do Araguaia-PA, será investigado pelo Departamento de Homicídios da Polícia Civil em Marabá e não pela delegacia de São Domingos do Araguaia, onde o corpo foi encontrado na manhã da última terça (26). A decisão foi tomada porque há fortes indícios de que a morte de Hayane, cujo corpo foi achado na Rodovia Transamazônica, à altura da Vila Santana, dentro de um carro, pode ter ligação com o assassinato do namorado dela, Jair Pedroso, morto em março deste ano, também na Rodovia Transamazônica, mas entre Marabá e Itupiranga.

A informação foi repassada pela delegada Raissa Beleboni, titular do Departamento de Homicídios. “Para que a gente possa apurar se há relação entre os dois crimes ou mesmo se os dois têm a mesma motivação ou qualquer tipo de singularidade, apesar de ter ocorrido na área rural de São Domingos, o homicídio vai ser apurado pelo Departamento de Homicídios”, reafirma a policial.

Ainda de acordo com ela, a equipe do Homicídios esteve no local de crime, acompanhou a perícia do Instituto Médico Legal (IML) e colheu informações iniciais, conseguindo apurar que a vítima foi morta fora do carro e depois foi colocada dentro do veículo.

O que choca mais nesse crime é que dentro do carro – sentada na cadeirinha – estava uma criança de três anos de idade, filha de Hayane, que passou várias horas da madrugada ao lado da mãe morta, até que o dia raiasse e ambas fossem encontradas por populares.

A delegada disse que Hayane foi morta a tiros provavelmente de uma pistola calibre 380, mas por enquanto não há muito mais detalhes sobre o fato, como quantidade de disparos e local onde as balas perfuraram a vítima. Isso só deve vir com o resultado das perícias feitas pelo IML. “As investigações seguem agora pelo Departamento de Homicídios para que a gente possa apurar, através do histórico da vítima, e das pessoas próximas a ela, se há possibilidade de os dois crimes estarem ligados ou se possuem motivação diversa”, explica Beleboni.

Falando especificamente sobre o assassinato de Jair Pedroso, que era namorado de Hayane na época em que foi morto, a delegada informou que Jair também foi assassinado a tiros e o corpo foi deixado na beira da pista. “Na época do fato, nós apuramos que ele era servidor do Incra, que tinha relacionamento amoroso com Hayane e tinha alguma quantidade de dinheiro emprestada. Nós apuramos também que o valor dos juros não era típico de agiotagem”, relata.

Ainda segundo ela, apesar de terem sido ouvidas muitas pessoas sobre aquele assassinato, não havia uma informação precisa sobre o que realmente ocorreu com ele; se de fato teve a ver com algum desentendimento em relação a esse dinheiro emprestado. “Por isso que a investigação do homicídio da Hayane vai trazer ainda informações sobre a morte do Jair”, acrescenta a policial.

O caso

O corpo de Hayane foi encontrado por populares que acionaram a Polícia Militar. Chamou a atenção das pessoas o fato de uma criança de três anos estar dentro do carro junto com a mulher morta. Os primeiros a chegarem ao local foram os policiais militares, depois os peritos do IML e investigadores da Polícia Civil de São Domingos e por fim a equipe do Departamento de Homicídios, que reclamou a investigação do caso ao identificar a vítima como sendo Hayane, namorada de Jair Pedroso, assassinado em março. (Correio de Carajás)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

UTI’s para Covid no Bico estão 100% ocupadas

Publicado

em

A situação da pandemia de Covid-19 em todo o estado do Tocantins e na região do Bico do Papagaio segue se agravando. Seguindo o mesmo caminho dos outros hospitais do estado, o Hospital Regional de Augustinópolis (HRAug), está com seus leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para Covid, completamente lotadas. Ao todo são 10 leitos de UTI’s e todos estão ocupados.

A ocupação de leitos clínicos no HRAug também está em situação complicada. Nesta sexta-feira, 70% estão ocupados. No Hospital Regional de Xambioá (HRXam), que oferece leitos dessa categoria, a situação é mais tranquila, com 3 dos 12 leitos cheios.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Mais dinheiro nos cofres das Prefeituras do Bico para enfrentamento à Covid

Publicado

em

A Secretaria de Saúde do Estado do Tocantins (SES) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems) pactuaram – em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB) – a distribuição de recursos para o enfrentamento das demandas assistenciais, geradas pela emergência de saúde pública de importância internacional, decorrente do novo Coronavírus. Os recursos são oriundos do Ministério da Saúde (MS), destinado por meio da Portaria GM/MS n° 3.896, de dezembro de 2020.

A distribuição da verba, entre a SES-TO e os 27 municípios biquenses, foi definida por consenso entre as instituições, visando fortalecer a rede de atendimentos aos pacientes acometidos pela Covid-19.

Clique AQUI e veja a Portaria.

Os critérios para distribuídos são o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH); incidência da Covid-19; leitos Covid-19 e população. Baseado nestes critérios, Araguatins receberá R$ 109.982,26; Tocantinópolis R$ 84.515,64 e Augustinópolis R$ 56.625,75.

Veja todos os municípios:

Continue lendo

Bico do Papagaio

ITAGUATINS: Oficializada novas mortes por Covid-19

Publicado

em

Neste quinta, dia 4, a Secretaria de Estado da Saúde confirmou duas novas mortes por Covid-19, no município de Itaguatins, no Bico do Papagaio. Agora, segundo a SES, são 4 vítimas da doença.

Conforme a SES, só agora foi computada uma vítima ainda do mês de junho de 2020, que era homem de 69 anos, que morreu no Hospital Dom Orione, em Araguatins. A quarta morte aconteceu no dia 22 de fevereiro deste ano, era homem de 75 anos e estava no Hospital Materno Infantil Imperatriz, na região Tocantina Maranhense.

Continue lendo
publicidade Bronze