Connect with us

Maranhão

Caema intensifica ações durante o período carnavalesco

Publicado

em

A exemplo de anos anteriores, a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) vem executando um Plano de Ação para o Carnaval 2012, com a finalidade de realizar uma manutenção preventiva e corretiva nos ramais e na rede coletora no centro da cidade e nos bairros, especialmente nas ruas que integram o circuito das brincadeiras durante a folia de Momo. O objetivo é prevenir entupimentos ou transbordamentos, ocasionados pela combinação de resíduo sólido e de excesso de água nas instalações.

Serviços de desobstrução, consertos nos ramais e redes de esgotos; retiradas de vazamentos na rede de distribuição de água; colocação de tampão, consertos e limpeza de poços de visitas; limpeza de caixas de inspeção; consertos de bombas; recuperação de elevatórias, são executados diariamente pelas equipes de operadores das Gerências de Negócios do Centro, Vinhais, Anjo da Guarda, Cohab e Cidade Operária. Nos finais de semana, feriados, durante o Carnaval e no período chuvoso os serviços são intensificados para melhorar as condições de saneamento dos bairros mais afetados.

O diretor de Operação, Manutenção e Atendimento ao Cliente, engenheiro Cristovam Dervalmar Rodrigues Teixeira Filho, informou que tem tomado todas as providências necessárias para resolver os problemas de obstrução na rede de esgoto em vários bairros, agravados pelas fortes chuvas que começam a castigar a capital. “Estamos realizando mutirões de serviços nos finais de semana, especialmente nas áreas onde a Companhia recebe mais reclamações, para tentar resolver os problemas de esgotamento sanitário da capital o mais rápido possível”. Cristovam informou também, que o grande problema dos constantes vazamentos nesse período acontece em razão da rede de esgoto não ter sido feita para receber águas pluviais.

 “Nesse período de chuva são levados muito material sólido para dentro das redes de esgotos que não foram dimensionadas para receber água da chuva e isso ocasiona obstrução na rede coletora, aumentando a demanda e não conseguimos atender a tempo todos os problemas, daí a necessidade de fazermos mutirões nos finais de semana”, destacou Cristovam.

Equipes de operadores estão sendo mobilizadas para realizarem serviços de consertos, manutenção e limpeza em redes de esgotos e poços de visitas em diversas áreas, como Rua São Pantaleão, Rua do Norte, Rua dos Prazeres, Rua do Passeio, Rua Silva Jardim, Rua Luzia Bruce, Rua Graça Aranha, Avenida Beira Mar e Largo do Caroçudo no Centro; Madre Deus; Bequimão – próximo a Quadra Poliesportiva; Avenida Quatro, Cohab; Rua Projetada, Forquilha; Avenida dos Holandeses, Ponta d’Areia, próximo ao Praia Mar Hotel; Unidade 105, Unidade 203, Rua 203 SE e Viva Cidade Operária; Rua 1C, Ipem São Cristóvão; Avenida Litorânea; Vivas do Vinhais, Angelim e João Paulo; Novo Angelim; Lagoa da Jansen; Rua Santo Antônio, Bairro Santo Antônio, entre outros.

A Caema lembra que os usuários podem contribuir para uma melhor qualidade de vida, evitando as obstruções de esgotos e também a poluição ao meio ambiente. As obstruções são ocasionadas pela má utilização do sistema de esgoto, tanto pela colocação de lixo na tubulação, como pelo despejo inadequado de água de chuva dentro da rede. A maioria das pessoas confunde redes de drenagem com redes de esgotamento sanitário e por isso utilizam os sistemas de maneira errada.

É bom destacar que a drenagem não necessita de tratamento, pois a sua rede foi projetada para levar a água de chuva para os mananciais (rio, lagoa ou praia). O sistema de esgoto funciona de forma diferente: os dejetos também conhecidos como esgotos são coletados por uma rede separada e conduzidos para a estação de tratamento.

Quando a água da chuva é colocada na rede de esgoto ocorrem os transbordamentos, uma vez que essa rede não foi dimensionada para essa quantidade de líquido. Já quem direciona o esgoto na rede de drenagem contribui para poluir os mananciais, pois essa rede não conduz a nenhum processo de tratamento.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze