Connect with us

Pará

Câmara dos Deputados discutirá situação da UFOPA

Publicado

em

Foi aprovado por unanimidade na Comissão de Integração Nacional, Desenvolvimento Regional e da Amazônia, na Câmara dos Deputados, um requerimento apresentado pelo deputado Zé Geraldo (PT-PA) pedindo convocação de uma audiência pública para debater e socializar questões referentes ao andamento das atividades na Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA).

O parlamentar pede, no documento, a presença do Ministério da Educação, do reitor e do vice-reitor da UFOPA e de representantes de movimentos sociais para debater as dificuldades que a Universidade tem enfrentado nos seus primeiros quatro anos. A data da audiência será definida na próxima reunião da Comissão, semana que vem.

Um dos pontos principais a serem discutidos diz respeito à gestão do dinheiro repassado pelo governo federal à UFOPA. A administração do recurso não tem agradado aos alunos, professores e funcionários da Universidade, que reclamam de pouca transparência e de investimentos falhos. De acordo com o registrado no requerimento, até o final de 2012 foram gastos R$ 300 milhões pela Universidade, sendo 60% em pagamentos de pessoal e 40% para pagamentos de infraestrutura.

O petista explicita a insatisfação “generalizada” no documento submetido aos votos da Comissão. Segundo o observado pelo parlamentar, há, na Universidade, má gestão pedagógica e má gestão dos recursos públicos, “tendo em vista que o desempenho da UFOPA não corresponde aos milhões investidos até agora”.

De acordo com o vice-reitor, Clodoaldo dos Santos, da UFOPA, há precariedade de estrutura, “com falta de laboratório, de salas pra estudo e uma biblioteca muito pobre”, disse, justificando a necessidade da audiência sugerida pelo requerimento. O dinheiro repassado pelo governo, segundo Clodoaldo, não chegou às salas de aula e demais instalações do campus da Universidade, localizada em Santarém, no Baixo Amazonas.

O vice-reitor reclama também que os processos de decisão dentro da Universidade são extremamente centralizados. “As decisões tomadas para a Universidade não são compartilhadas com a comunidade acadêmica. E isso é muito ruim para uma Universidade que está em processo de implantação”, disse. Para Clodoaldo a gestão precisa ser transferida para outro reitor. “Não há mais legitimidade para essa administração. Está tudo ruim. É inadmissível que esse reitor prossiga no cargo, sustentando o que tem acontecido na UFOPA”, completou.

O atual reitor da Universidade, o professor José Seixas, é pro tempore, ou seja, temporário. A UFOPA ainda não realizou eleições para reitor, mas José Seixas já ocupa o cargo por quase quatro anos e planeja continuar nele, mesmo com as reclamações que vem sendo feitas. Zé Geraldo sublinha no documento entregue à Comissão que há urgência na realização de um processo eleitoral democrático.

A professora e ex-vice-reitora Raimunda Monteiro endossa o pedido do deputado e o posicionamento do atual vice-reitor. Ela também pede imediatismo nas eleições para que o reitor seja substituído.  “E agora que o Ministério da Educação interveio e deu um prazo de 90 dias para que as eleições aconteçam, a reitoria finalmente organizou uma comissão eleitoral para realizar o processo”, comentou. “O problema é que esse processo está sendo organizado apenas por pessoas ligadas à atual administração, sem ninguém de fora”, acrescentou a professora, questionando se o processo será realmente democrático.

Segundo a professora, o debate sugerido pelo deputado será importante para que os alunos, professores, funcionários e outros usuários da Universidade possam relatar os problemas acumulados nos primeiros anos da UFOPA. “Nós tivemos poucos canais para relatar o que tem acontecido aqui, precisamos de um momento como esse (a audiência pública) para informar ao governo e ao povo o que tem acontecido na UFOPA. E isso precisa vir acompanhado de eleições”, completou.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Homem e dois adolescentes foram encontrados baleados dentro de ônibus no interior do Pará

Publicado

em

Um homem e dois adolescentes foram baleados com vários tiros e amordaçados dentro de um ônibus no residencial Goiânia em Capitão Poço, nordeste do Pará.

Um dos adolescentes morreu no local com tiro na cabeça e os outros dois ficaram gravemente feridos.

As vítimas foram encontradas por moradores no ônibus abandonado em área de mata, por volta das 10h30. As pessoas chegaram a entrar no veículo e fizeram imagens.

A Polícia Militar chegou às 15h30 no local, nas proximidades de um ginásio de esportes. Segundo a PM, ninguém no local soube dar informações sobre o caso, “imperando a lei do silêncio”.

As vítimas foram identificadas como Reinaldo Brito da Silva, de 23 anos, e os adolescentes A. C. V. C. e E.S.V. Dois deles foram transferidos para Belém.

Em nota, a Polícia Civil informou que, durante as buscas no ônibus, foram encontradas cápsulas de armas de fogo e que o caso está sendo investigado pela polícia local, com apoio da Coordenadoria de Operações Especiais, Diretoria de Polícia Especializada, Diretoria de Polícia do Interior e da Superintendência da 6º Região Integrada de Segurança Pública (RISP) Caeté.

Até então, a motivação e a autoria do crime ainda não foram confirmadas.

Continue lendo

Pará

SÃO DOMINGOS DO ARAGUAIA: Colisão entre caminhão e carreta deixa homem carbonizado na Transamazônica

Publicado

em

Um grave acidente entre caminhão baú e uma carreta foi registrada nesta segunda-feira (18), na rodovia Transamazônica (BR-230), em São Domingos do Araguaia, sudeste do Pará. Uma pessoa ficou presa nas ferragens e outra morreu carbonizada.

A carreta ultrapassou o corrimão de proteção e o condutor ficou preso nas ferragens. Ele foi retirado com vida e encaminhado para o Hospital Regional de Marabá.

O caminhão baú entrou em combustão e um dos passageiros teve o corpo carbonizado e morreu no local. O motorista do caminhão sofreu ferimentos leves e foi conduzido pelo SAMU a uma unidade de saúde da região.

Continue lendo

Pará

Vacinação contra Covid-19 começa no Pará

Publicado

em

A enfermeira Shirley Cuimar Cruz Maia de 39 anos foi a primeira paraense vacinada contra a Covid-19 em Belém. Em seguida, a técnica de enfermagem Marielza da Silva Monteiro, 57 anos, também recebeu a primeira dose da CoronaVac. As duas imunizadas atuam na linha de frente no combate a pandemia, no Hospital de Campanha de Belém.

A cerimônia simbólica que marcou o início da vacinação contra o coronavírus aconteceu na manhã desta terça-feira (19), no Hangar, Centro de Convenções, mesmo lugar onde funciona o hospital de campanha da capital. O ato foi acompanhado pelo governador do Pará, Helder Barbalho e pelos prefeitos de Belém, Edmilson Rodrigues, e de Ananindeua, Dr. Daniel.

Durante a cerimônia também foi realizada a primeira imunização do município de Ananindeua, região metropolitana de Belém. O enfermeiro João Bernardo, 37 anos, que trabalha no combate a pandemia foi o terceiro a receber a vacina.

As 173 mil doses de vacina devem imunizar cerca de 86 mil pessoas no Pará. De acordo com Helder, o carregamento que já está no estado precisam garantir as duas doses que cada pessoa imunizada.

Continue lendo
publicidade Bronze