O lançamento oficial do Campeonato Paraense de Futebol 2020 será na próxima quinta-feira (16), em um evento transmitido ao vivo pela Cultura Rede de Comunicação (Funtelpa) diretamente do Teatro Margarida Schivasappa, em Belém. A edição deste ano tem nova estratégia de divulgação, inspirada em grandes competições nacionais e internacionais.

Nos bastidores, a expectativa é grande. Valmir Rodrigues é diretor de Esporte e narrador oficial do Parazão, com mais de 20 anos de experiência. “Sempre dá aquele friozinho na barriga. Mais um ano que começa, nós estamos em uma semana de trabalho muito intenso com o lançamento do Parazão e mais os jogos iniciais da primeira rodada. É o pontapé inicial”, disse Valmir Rodrigues.

Quem for aos estádios ou acompanhar os jogos pelo Canal 2 verá o resultado de um projeto de entrega de produto que envolveu diversos profissionais. A Cultura Rede de Comunicação preparou todos os detalhes para que o torcedor assista à melhor transmissão.

O primeiro jogo será entre os clubes do Remo e Tapajós no próximo domingo (19), a partir das 16 h, direto do Estádio Olímpico do Pará, o “Mangueirão”. O telespectador terá acesso a todos os bastidores, desde o trânsito dos atletas nos vestiários à entrada no túnel e saída no gramado, característica de grandes eventos futebolísticos.

Esse padrão de exibição dos jogos faz parte de uma estratégia para tornar o campeonato um produto muito mais atrativo aos torcedores. “O grande diferencial do Parazão 2020 é a forma como entendemos que deva ser um evento dessa magnitude. O governo do Estado, através do Banpará (Banco do Estado do Pará) e dos direitos de transmissão adquiridos pela Funtelpa, investe mais de R$ 8 milhões. Ele atinge audiências superiores a 26 pontos (no Ibope). Geralmente, a TV Cultura é líder incontestável durante os jogos”, afirmou o presidente da Cultura, Binho Nascimento.

Virada de página – A proposta é propiciar ao torcedor um evento esportivo com linguagem, captação de imagens e formato de exibição de alta qualidade. “A gente espera que o Parazão 2020 seja um marco, uma virada de página, um novo momento de valorização do produto futebol paraense, da competição e, consequentemente, dos clubes, dando visibilidade mais destacada aos patrocinadores”, reiterou o presidente da Cultura.

De acordo com o consultor Executivo do Parazão, Del Filho, o projeto teve como objetivo estruturar a apresentação nos moldes dos grandes eventos mundiais, mas valorizando as peculiaridades regionais. O consultor já atuou em grandes competições, como a Copa das Confederações 2013, Copa do Mundo 2014 e Olimpíadas 2016. “O evento tem um potencial enorme, com um histórico de rivalidade tamanha, que pode ser convertido em melhorias para os telespectadores, para os times, para os anunciantes e demais interessados no produto. É uma cadeia, fruto de um trabalho árduo nos últimos meses. A conquista é o principal objetivo de uma competição baseada em elementos-base do esporte: a integridade e a disciplina”, explicou Del Filho.

Identidade com a natureza – A nova identidade visual do Parazão remete a elementos na natureza, arquitetura, cultura e esporte. Outra mudança é o protocolo de jogo, que será obedecido considerando a transmissão televisiva, com um trajeto dos times por um carpete e um pórtico para posicionamento e execução dos hinos nacional e do Estado. 

Para conferir todos os detalhes do Campeonato Paraense, os telespectadores poderão assistir, na íntegra, a cerimônia de assinatura do contrato de cessão de direitos de transmissão televisionada, celebrado entre Cultura Rede de Comunicação (Funtelpa), Federação Paraense de Futebol (FPF) e os dez times participantes da primeira divisão do Parazão. A solenidade começará às 19 h, no Teatro Margarida Schivasappa, com transmissão ao vivo pela TV e Portal Cultura.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.