Connect with us

Pará

Carajás Centro de Convenções é entregue à população de Marabá-PA

Publicado

em

Carajás Centro de Convenções Leonildo Borges Rocha, em Marabá, foi oficialmente inaugurado nesta sexta-feira (15)

Em meio a uma celebração multicultural, que reuniu danças indígenas, show com cantores regionais e espetáculos de dança, o Carajás Centro de Convenções Leonildo Borges Rocha, em Marabá, sudeste do Estado, foi oficialmente inaugurado na sexta-feira (15). Um dos maiores e mais modernos espaços do tipo no Brasil, o complexo abre para as regiões Carajás e Araguaia um leque de oportunidades dentro do turismo de eventos e negócios, como parte da política de integração do governo. A abertura reuniu grande número de pessoas, além de autoridades, empresários e políticos da região.

Na ocasião, o governador e secretários de Estado inauguraram o Centro Regional de Governo, que funciona nas dependências do Centro de Convenções. O objetivo é promover a governança compartilhada e aproximar a administração estadual das prefeituras dos 27 municípios que compõem as regiões Carajás e Araguaia. “É um braço do governo próximo de vocês que vem para ampliar o diálogo com os diversos segmentos da sociedade e elaborar políticas públicas que atendam diretamente as necessidades da população”, afirmou a secretária extraordinária de Municípios Sustentáveis, Izabela Jatene.

A cerimônia de inauguração deste que é dos maiores e mais modernos espaços do tipo no Brasil reuniu autoridades, empresários e políticos da região.

Prestando homenagem ao empresário Leonildo Borges Rocha, fundador das lojas Leolar, o Carajás Centro de Convenções surge para fortalecer a integração da região e promover o desenvolvimento a partir do turismo de negócios e eventos. “É preciso que a sociedade se apodere deste novo espaço, que a classe empresarial veja nele um local para promover a cultura e os negócios que geram emprego e renda”, defendeu o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes.

Para Jatene, a construção do novo Carajás Centro de Convenções – obra que representa um investimento de R$ 31 milhões – foi um grande desafio, mas o maior será mantê-lo. “Este aqui é o ponto de partida de um processo que vai envolver as esferas pública e privada em torno do projeto de desenvolvimento a partir de um segmento que só cresce no Brasil e no mundo, que é o turismo de eventos e negócios. Este espaço tem envergadura para atrair eventos nacionais e internacionais e colocar Marabá e região na vitrine do mundo”, destacou o governador, que, após a inauguração, visitou as dependências do complexo.

O prefeito de Marabá, Tião Miranda (PTB), lembrou que o Centro de Convenções foi um sonho que começou a ser realizado quando ele foi deputado estadual. Hoje como gestor municipal, ele reconhece a conquista para toda a região. “Marabá ganha um espaço como poucos no Brasil. Isso mostra a visão estratégica de desenvolvimento do Estado, que, ao construir esse centro, nos coloca na rota internacional de eventos dos mais variados tipos – culturais, profissionais ou de negócios”, asseverou.

Um dos momentos mais aguardados pelo público que lotou as dependências do novo centro de convenções de Marabá foi o show da cantora Joelma, que levantou a plateia.

Para comemorar a inauguração do Carajás Centro de Convenções, subiram ao palco da grande arena do complexo (que tem capacidade para 10 mil pessoas) os cantores Joelma, Liah Soares, Lia Sophia, Nenzinha do Calypso e Pinduca. O quinteto de artistas regionais animou o público que lotou o espaço para cantar e dançar ao som de clássicos da música paraense. “Sou da região e posso dizer que estou com muito orgulho desse lugar. É uma felicidade ver que o governo do Estado investe tanto na nossa cultura e na economia por meio da promoção dos mais variados tipos de evento”, disse Liah Soares

Um dos maiores e mais modernos espaços do tipo no Brasil, o complexo abre para as regiões Carajás e Araguaia um leque de oportunidades dentro do turismo de eventos e negócios, como parte da política de integração do governo.

Agenda

Ao chegar a Marabá, no início da tarde de sexta-feira (15), o governador Simão Jatene visitou importantes obras do governo do Estado na cidade, antes de inaugurar o Centro de Convenções. Uma delas foi o bloco de saúde do campus da Universidade Estadual do Pará (Uepa), que está finalizado. O novo espaço tem capacidade para atender cerca de 250 alunos de oito turmas dos cursos de Medicina, Biomedicina e Engenharia Florestal. O prédio de três pavimentos foi construído em um terreno de 1,6 mil metros quadrados. Tem 12 salas de aulas gerais e mais seis para tutoria, além de espaço para as coordenações dos cursos de graduação. O local também é dotado de elevador e estrutura adaptada para pessoas com deficiência física.

A segunda vistoria foi na nova Estação de Tratamento de Esgoto (ETE), da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), que tem capacidade para atender cerca de 18 mil residências – ou 75 mil pessoas. “São investimentos nas áreas de educação e saneamento que geram impacto altamente positivo para a população de Marabá, uma cidade que cresceu e viu as demandas sociais também aumentarem. Em breve essas duas obras serão inauguradas e entregues à sociedade”, frisou Jatene.

Cidadania

Antes da inauguração, pela manhã, o Carajás Centro de Convenções abriu as portas para atender a população com serviços da Caravana Pro Paz Cidadania. Foi ofertada a emissão de documentos como carteira de identidade e CPF, identidade jovem e certidão de nascimento. Houve ainda atendimento jurídico, em parceria com a Defensoria Pública do Estado. A programação, que segue neste sábado (16), com a previsão de atender 2,4 mil pessoas, encerra a agenda da caravana em 2017, ano em que mais de 170 mil atendimentos foram feitos em 67 municípios percorridos.

Uma das pessoas que receberam atendimento no Centro de Convenções foi o estudante Carlos Silva Monteiro, 21 anos, que tirou a segunda via do Registro Geral (RG). O documento é fundamental para que ele faça o Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) e possa perseguir o sonho de cursar Medicina. “Fiquei dois anos sem identidade, porque, depois que perdi a primeira via, não conseguia emitir a segunda. Aqui fui rapidamente atendido, e com muita educação. Fiquei feliz quando soube da ação de cidadania, pois sabia que conseguiria”, contou, elogiando o novo Centro de Convenções. “É um lugar muito bonito e que representa prosperidade para a nossa região”.

Também ocorre no Carajás Centro de Convenções, como parte da programação de abertura, uma feira de artesanato com a participação de cerca de 40 expositores, integrantes do projeto da Secretaria Municipal de Assistência Social de Marabá que promove, toda semana, feiras em diversos pontos da cidade. Uma das artesãs expositoras é Euzicleia de Oliveira, 35 anos, que levou ao evento peças em biscuit. A perspectiva com o novo espaço é a melhor possível, segundo ela. “Esse lugar, além de lindo e moderno, é uma nova casa para ampliarmos a cultura e movimentarmos a nossa economia. Dá um orgulho grande saber que Marabá ganhou um espaço como esse”, assinalou.

Multiuso

Localizado na Rodovia Transamazônica, à Folha 30, na Nova Marabá, o Carajás Centro de Convenções tem 13 mil metros quadrados de área construída em um terreno de mais de 33 mil metros quadrados, abrigando quatro grandes blocos modulados. Um deles é destinado exclusivamente a feiras, grandes shows e convenções, com 4,8 mil metros quadrados e capacidade para abrigar mais de dez mil pessoas, com palco fixo de 200 metros quadrados, dois camarins, copa, banheiros e toda a estrutura e segurança necessárias para receber grandes eventos.

O segundo bloco, com andar superior e térreo, abriga ambientes climatizados como área administrativa, praça de alimentação, restaurante e lanchonete. O terceiro prédio contempla um teatro com mil lugares e uma sala multiuso de mil metros quadrados com capacidade para 400 pessoas e que pode ser subdividida em dez espaços menores, com 40 poltronas cada.

No quarto espaço há um auditório com capacidade para 520 pessoas. Adaptável, ele pode ser dividido em cinco células de 104 lugares cada, com divisórias removíveis, isolamento acústico, além de palco, área de circulação e amplo estacionamento. Os investimentos na obra chegam a R$ 31 milhões. (Luiz Carlos Santos)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

Absurdo no interior do Pará. Criança de 9 ano é agredida e sofre violência sexual de próprios parentes

Publicado

em

Uma criança de apenas nove anos foi resgatada por moradores de Maracanã, no interior do estado do Pará, após sofrer torturas, cárcere e violência sexual, segundo o boletim de ocorrência realizado pelas pessoas que a encontraram na noite de sábado, 17.

A garotinha foi resgatada em situação deplorável, aparentando desnutrição, com  feridas por todo o corpo, cabeça raspada e muito magra. Na delegacia, a ocorrência foi registrada como estupro de vulnerável, maus-tratos e abandono material de incapaz.

A menina foi resgatada por pessoas da comunidade do bairro onde ela estava morando, de acordo com o boletim de ocorrência e de vídeos que circulam nas redes sociais. Dois homens, resgataram a menina e brigaram com outro homem, que também estaria tentando violentar a criança.

Muito assustada, chorando, ela conta que era agredida com chicote pelo casal onde ela morava e mostra as marcas das feridas nos braços,pernas, cabeça, rosto e até no olho. A situação absurda causou espanto nas pessoas que a socorreram, dado o nível de maus-tratos da garotinha.  

Eles acionaram a polícia e contaram que por volta das 4 h da madrugada encontrada a criança sem roupa, apenas de calcinha, deitada no chão, com vários hematomas. A criança contou que seu tio a teria colocado para fora da casa. Além do tio, um homem aparentando mais de 30 anos, suposto irmão da vítima a violentava sexualmente.

A Polícia Civil e Militar prenderam o casal de supostos tios da vítima em flagrante. J. A. S. da C. e sua mulher I. do E. S., estariam com a responsabilidade de cuidar da menina, após a mãe apresentar problemas de saúde e não poder criar a garotinha. 

Em vez de cuidar, eles praticavam todo tipo de maus tratos à criança, chegando ao absurdo de expulsar a criança de casa e obrigá-la a dormir na rua. Os dois estão presos na delegacia local.

O Conselho Tutelar foi acionado e em seguida a Promotoria de Justiça, que levaram a criança ao hospital municipal, onde ela se encontra em tratamento de saúde e para providências do exame de corpo de delito. (Com informações de RomaNews)

Continue lendo

Pará

Paysandu e Vila Nova empatam sem gols no Mangueirão

Publicado

em

Vila Nova e Paysandu ficaram no empate sem gols na noite deste domingo, em duelo da 11ª rodada da Série C. Mérito dos goleiros Fabrício e Paulo Ricardo, que se destacaram e mantiveram o placar de 0 a 0 no Mangueirão.

O Paysandu foi levemente superior ao Vila Nova. O time paraense finalizou mais e melhor que o adversário na etapa inicial. O goleiro Fabrício teve que fazer pelo menos duas intervenções importantes, aos cinco e aos 31 minutos. Do outro lado, Paulo Ricardo praticamente só assistiu ao jogo. Mesmo quando chegou ao ataque, o Tigre foi pouco incisivo. Rondou a área, trocou passes, alçou bolas, mas finalizou só duas vezes, ambas sem perigo.

No segundo tempo, porém, o panorama mudou. O Vila cresceu e passou a ser mais perigoso, sobretudo em jogadas de contra-ataque. O artilheiro Henan foi quem teve as melhores chances, mas parou na trave, aos 26 minutos, e em grande defesa de Paulo Ricardo, aos 27. O Paysandu respondeu aos 33, em cabeceio de Nicolas; Fabrício defendeu. Na reta final, as duas equipes caíram de rendimento e não conseguiram tirar o 0 a 0 do placar.

Além do goleiro Fabrício, a zaga do Vila, formada por Rafael Donato e Adalberto, confirmou o bom momento e fez jus ao fato de ser a defesa menos vazada da Série C. São apenas seis gols sofridos em 11 rodadas.

O Vila Nova segue na vice-liderança do Grupo A, agora com 20 pontos. Com 12, o Paysandu é sétimo colocado, mas ainda pode perder posições dependendo do resultado do jogo entre Manaus e Botafogo-PB, que acontece nesta segunda-feira. O Tigre volta a jogar só na outra segunda-feira (26), quando recebe o Ferroviário-CE no OBA. Antes, no sábado (24), o Papão visita o Treze no Amigão. (GE / Foto: Jorge Luiz)

Continue lendo

Pará

Pará registra 241.262 casos de Covid-19 e 6.682 mortes

Publicado

em

A Secretaria de Saúde do Pará (Sespa) confirmou neste domingo (18) mais 20 casos de Covid-19 e cinco mortes. Agora são 241.262 casos de Covid-19 e 6.682 óbitos no estado.

Segundo a Sespa, foram três novos casos e dois óbitos nos últimos sete dias, além de 17 casos e três óbitos de dias anteriores.

O Pará possui, até então, 225.770 recuperados, 27.748 casos descartados e 458 casos em análise.

Em relação à ocupação de leitos na rede estadual, o Pará tem 31.66% dos leitos clínicos e 55.6% das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocupados.

De acordo com a Sespa, já foram realizados 384.620 testes rápidos e 53.648 testes de PCR para Covid-19, até então.

Continue lendo
publicidade Bronze