Connect with us

Bico do Papagaio

Caravana Acelera leva benefícios em diversas áreas a Santa Terezinha do Tocantins

Publicado

em

A Caravana Acelera Tocantins seguiu a todo vapor pela região do Bico do Papagaio neste sábado, 20, quando se completam 24 cidades percorridas em três dias. Em Santa Terezinha do Tocantins, a passagem da comitiva do governador Carlos Henrique Gaguim durou cerca de 50 minutos, tempo suficiente para a execução de todas as ações que formam a Caravana: o plantio de uma árvore junto às crianças do Pioneiros Mirins e a assinatura de convênios na prefeitura, que garantirão desenvolvimento ao município.

Em Santa Terezinha, foram assinados os convênios que têm beneficiado todas as cidades por onde a caravana passa: pavimentação de 12.300 m² de ruas com bloquetes de concreto; construção da Clínica da Mulher; entrega de ambulância e de equipamentos de informática; instalação de centro de iniciação esportiva e um convênio formalizando a parceria, entre Governo e prefeitura, para a execução do programa Pioneiros Mirins. Só o microônibus escolar, entregue em todas as cidades, não chegou a Santa Terezinha a tempo para o Acelera, por ainda estar sendo providenciada sua documentação.

No município, os convênios originados de emendas parlamentares ao orçamento do Estado garantiram, ainda, a entrega de uma segunda ambulância, a construção de uma casa de farinha no povoado Fortuna e recursos para apoiar os festejos do carnaval e do aniversário do município.

O prefeito de Santa Terezinha do Tocantins, Kleibson de Souza, considerou que a Caravana Acelera Tocantins desburocratriza a relação entre o Governo e as prefeituras. “É uma maneira acertada de governar, uma evolução em termos administrativos”, disse ele, elogiando as parcerias que se firmaram.

O governador Carlos Gaguim explicou a intenção do Acelera Tocantins. “Quero ver de perto a realidade dos municípios, percorrendo as estradas de ônibus, de carro, encontrando as pessoas nas ruas e ouvindo os prefeitos”, disse. “A gente está aqui para trazer as obras que o povo precisa, para trazer as máquinas que vão recuperar as estradas e facilitar o trabalho do produtor rural”, completou o governador, se referindo aos serviços emergenciais de recuperação das estradas vicinais e de limpeza de lotes e áreas públicas, com as máquinas do Dertins – Departamento de Estradas e Rodagens do Tocantins, em todas as cidades percorridas pelo Acelera Tocantins. (Flávio Herculano)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

BURITI: Vice assume Prefeitura após prefeita se afastar para tratar Covid

Publicado

em

O vice-prefeito de Buriti, no Bico do Papagaio, assumiu nesta quarta, 5, o comando do município, após a prefeita Lucilene Gomes (SD), se licenciar do cargo para tratar da Covid-19.

A gestora foi levada na semana passada para um hospital em Goiânia, no estado de Goiás, junto com seu marido, o ex-prefeito Alvimar Cayres Almeida, o Mazin, para tratamento.


Segundo informações de pessoas próximas a gestoras, ela teria recebido alta hospitalar e estaria acompanhando o reestabelecido do marido, que tem alta prevista para sexta, dia 7.

O casal deve permanecer em Goiânia ainda alguns dias para observação médica.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Municípios do Bico podem solicitar ao FNDE retomada de obras inacabadas

Publicado

em

A Resolução n° 03/2021, aprovada pelo Conselho Deliberativo do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (CD/FNDE), abre prazo para que estados, municípios e o Distrito Federal solicitem a retomada de obras inacabadas de infraestrutura educacional. Os entes federativos têm até dia 30 de setembro deste ano para encaminhar os pedidos ao FNDE para a repactuação de termos de compromisso com vistas à conclusão dessas construções.

A área técnica da autarquia estima que mais de 1.200 obras podem ser beneficiadas pela iniciativa. “O mais importante é poder entregar à população brasileira construções relevantes para a educação básica pública. São escolas, creches e outros espaços educativos que não podem ficar pela metade. Precisamos fazer um esforço para concluir essas obras, que vão aprimorar a infraestrutura educacional de estados e municípios, contribuindo assim para a melhoria da educação brasileira”, comenta o presidente do FNDE, Marcelo Ponte.

Cabe esclarecer que as obras inacabadas são aquelas que tiveram início, mas não foram finalizadas até o fim da vigência do instrumento pactuado com o FNDE. Com o vencimento, os entes federativos não podem mais receber recursos do governo federal para terminar essas edificações. Agora, abre-se a possibilidade de se firmar novos termos de compromisso para garantir a conclusão das obras.

Só podem ser repactuadas as construções com execução física superior a 20%. “Os entes federativos também devem concordar em investir recursos próprios para a conclusão das obras, considerando que o FNDE só pode repassar valores até o limite estabelecido no termo de compromisso original, cuja vigência expirou”, ensina o diretor de Gestão, Articulação e Projetos Educacionais do FNDE, Gabriel Vilar.

As solicitações para a retomada de obras inacabadas devem ser feitas por meio do Sistema Integrado de Monitoramento, Execução e Controle do Ministério da Educação (Simec). Para firmar os novos termos, os interessados precisam, ainda, apresentar laudo técnico, acompanhado da respectiva Anotação/Registro de Responsabilidade Técnica, atestando o estado atual da obra inacabada e, se for o caso, a viabilidade da reformulação do projeto que utilizou a metodologia construtiva inovadora para a metodologia convencional.

Continue lendo

Bico do Papagaio

WANDERLÂNDIA: 11ª morte por Covid-19 é oficializada

Publicado

em

Nesta quarta, 5, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), oficializou a morte do 11ª paciente de Wanderlândia, no Bico do Papagaio, por Covid-19.

A morte é de uma mulher de 68 anos, sem comorbidades relatadas. O óbito aconteceu dia 30 abril, no Hospital Municipal de Araguaína.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze