Connect with us

Tocantins

Carga de bois roubada e avaliada em mais de R$ 50 mil é recuperada

Publicado

em

Uma ação conjunta de combate à criminalidade deflagrada nesta quarta-feira (1º) por policiais civis das Delegacias de Divinópolis e Marianópolis do Tocantins, sob o comando do Delegado Eduardo Nunes, resultou na localização e recuperação de 24 cabeças de gado que haviam sido furtadas de uma fazenda, no município de Barrolândia, há mais de uma semana.

Conforme o Delegado Eduardo, no dia 23 de julho, por volta das 19h, na cidade de Barrolândia, dois indivíduos, de posse de armas de fogo, abordaram um caminhão contendo 24 cabeças de gado, que tinha como destino o Estado do Ceará.

Os criminosos, em seguida, vendaram e amarram o motorista, percorrendo com ele cerca de 180 km até a uma fazenda localizada na cidade Marianópolis, onde os animais foram entregues. Finalizado o desembarque da carga transportada, os assaltantes dirigiram-se à cidade de Divinópolis, lá libertando o motorista e abandonando o caminhão.

Após uma semana de investigações, as equipes das Delegacias de Divinópolis, em conjunto com a de Marianópolis, conseguiram encontrar os locais onde os animais subtraídos haviam sido deixados. A primeira parte da carga foi localizada em um assentamento na cidade de Marianópolis. Já o restante do produto do crime (cinco cabeças de gado) foi encontrado em uma fazenda na cidade de Divinópolis, onde tinha acabado de ser comercializado.

  A polícia Civil informa que a coleta de elementos de informação continua com o intuito de identificar e capturar os responsáveis pelo grave crime patrimonial.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Sebrae Tocantins participa da 6ª Edição da SICTEG

Publicado

em

A 6ª Edição da Semana Integrada de Ciência e Tecnologia de Gurupi (SIGTEC), teve início nessa quarta-feira, 28 e veio como pede o momento, toda online e gratuita. Serão três dias de intensa programação numa realização do município de Gurupi e Sebrae e conta com o apoio da Universidade de Gurupi (Unirg), Universidade Federal do Tocantins (UFT), Instituto Federal do Tocantins (IFTO), Fundação de Amparo à Pesquisa do Tocantins (FAPT), Sesi, Senai, Senac e Governo do Tocantins.

A abertura do evento contou com a participação de diversas autoridades, que discorreram sobre a importância do evento e parabenizaram os organizadores, que mesmo em meio a pandemia, se reinventaram realizar a Semana e possibilitar a divulgação de inovações e tecnologias. Este ano a SICTEG tem como tema: inteligência artificial: a nova fronteira da ciência brasileira. O evento tem como objetivo aproximar a ciência, a tecnologia, a inovação, o empreendedorismo e a inteligência artificial da população, promovendo ações que congregam academias, governo e empresas a fim de discutir as implicações sociais da ciência para o desenvolvimento regional.

Para o Secretário Nacional de Empreendedorismo, Inovação do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Paulo Alvim, elogiou a realização da Semana que acontece em sintonia com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. “A pandemia nos mostrou que a transformação digital chegou para mudar e acelerar alguns processos, e o ambiente de popularização da ciência e tecnologia não podia ser diferente, parabenizo a todos pelo evento e por criar essa oportunidade de popularizar a inovação e a ciência”, avaliou.

O reitor da Unitins, Augusto Rezende, que representou o governador do Estado, Mauro Carlesse, destacou a participação da Instituição no evento, que terá 102 pesquisadores, 122 pesquisas e alunos dos mais diferentes campis. Complementou ressaltando o investimento do governo estadual na inovação e empreendedorismo por meio da FAPT e da Universidade Estadual do Tocantins.

De forma virtual, o prefeito de Gurupi, Laurez Moreira, destacou o que o evento representa para o município. “É um evento que começamos há seis anos e que vimos crescer, a cidade tem recebido bons resultados. Tenho certeza que tudo isso incentiva as pessoas a ver como é importante investir na ciência e tecnologia. Agradeço a todos os parceiros por ser esforçarem a realização de algo tão grande e inovador”, reforçou.

O reitor da UFT, Luiz Eduardo Bovolato, analisou que o evento é uma oportunidade de amplificar a participação, compartilhar sobre o que é produzido no Tocantins além das fronteiras. Já a reitora da Unirg, Sara Falcão, contou da alegria por estar acolhendo a SICTEG, e citou os primeiros números do evento. “Nós temos 6 mil inscritos, participantes de quatro países e 20 Estados, ou seja, estamos revolucionando. É um grande prazer mostrar que vivemos num mundo tecnológico e podemos utilizar da melhor forma para produzir conhecimento e divulgá-los”, disse.

A SICTEG na versão online, reúne 26 instituições, terá 60 palestras, 52 minicursos, 49 mesas redondas e competição de games. Para participar, os interessados devem fazer a inscrição no site www.sictegon.com.br e acessar o ambiente virtual da Semana.

Continue lendo

Tocantins

PALMAS: Confiança do empresário do comércio volta a subir em outubro

Publicado

em

Outubro registrou mais um crescimento no índice que mede a confiança do empresário do comércio de Palmas, registrando uma variação mensal positiva de 9,3%. Neste mês o índice geral ficou em 118 pontos e a expectativa para os próximos meses é boa, já que a maioria dos empresários consideram que haverá melhora na economia, no setor e nas suas empresas.

Dentre os entrevistados, 79,4% acreditam que haverá melhoria na economia, 89% que o setor melhorará e 93,3% de que a sua empresa terá melhorias. Já quando questionados sobre a condição atual desses itens, os empresários estão menos esperançosos com a economia. 71,1% responderam que a economia piorou. Sobre os itens setor e empresa eles também consideram o cenário atual positivo, 58,6% disseram que o setor melhorou e 60,5% que suas empresas melhoraram.

Para o presidente do Sistema Fecomércio Tocantins, Itelvino Pisoni, a perspectiva é positiva. “Estamos muito felizes com este resultado por parte dos empresários que estão acreditando na retomada econômica. Esse clima de esperança e motivação é importante, porque mais do que nunca, os empresários tiveram que lutar com muita garra e afinco para que suas empresas continuem gerando empregos e renda”, afirmou.

A pesquisa feita em Palmas é realizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em parceria com a Fecomércio Tocantins. Nacionalmente, a pesquisa realizada pela CNC, mostrou que o Índice de Confiança do Empresário do Comércio (Icec), cresceu 10,5% em outubro e alcançou 103,1 pontos, voltando ao patamar de otimismo (acima de 100 pontos) após seis meses.

O presidente da CNC, José Roberto Tadros, destaca a percepção cada vez mais otimista dos comerciantes, sobretudo com a proximidade das festas de fim de ano. “Mesmo no contexto de pandemia, as perspectivas são de melhor desempenho do varejo no último trimestre, que será favorecido pelo aumento do faturamento com datas como a Black Friday e o Natal”, afirma Tadros.

Na capital do Tocantins, outros dados importantes foram coletados. A maior parte dos entrevistados (88,1%) disseram possuir a expectativa de aumentar o número de funcionários, o que também traz esperança a milhares de desempregados. 53,1% fizeram um investimento maior em sua empresa neste mês e 60,3% consideram o estoque atual adequado para o momento.  (Ascom Fecomércio com colaboração da Ascom CNC)

Continue lendo

Tocantins

Sebrae ofertará acompanhamento continuado por meio do Programa Brasil Mais

Publicado

em

O Sebrae Tocantins será um dos executores do Programa Brasil Mais. A instituição auxiliará o empreendedor com orientações técnicas e consultorias para desenvolver experiências gerenciais. O programa visa aumentar a aplicabilidade e competividade dos setores de produção do país, com soluções rápidas e de baixo custo para micro, pequenas e médias empresas dos setores de serviços, comércio e indústria. Os empresários interessados em participar do programa, devem se inscrever no portal Brasil Mais (https://brasilmais.economia.gov.br/ )

Após a inscrição, os empreendedores dos ramos de comércio e serviços, serão encaminhados para serem assistidos pelo Sebrae da sua localidade. Já os do setor de indústria, serão encaminhados para atendimento do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), outro executor do programa. O Brasil Mais é uma política pública do Ministério da Economia e será gerido pela Agencia Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI).

“Estamos passando por um período de baixas onde muitos empresários desenvolveram problemas aos quais culminaram na diminuição de produção e fluxo de caixa. Com o programa, acreditamos encontrar soluções plausíveis e de baixo custo para que o empreendedor consiga implementar na empresa, processos que minimizem os desperdícios e propiciem por meio da inovação, melhoras na gestão do negócio“, destacou Alex Veras, analista técnico do Sebrae Tocantins em Palmas.

Continue lendo
publicidade Bronze