Connect with us

Tocantins

Carlesse lança programa “Tocando em Frente” com investimentos em todos os municípios do Tocantins

Publicado

em

Com investimentos na ordem de mais de R$ 2,9 bilhões, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, lançou na semana passada, o programa “Tocando em Frente”, que visa o fortalecimento da economia e a geração de empregos para a população nos 139 municípios. A expectativa é que os investimentos propiciem a geração de aproximadamente 104 mil empregos e beneficiem 359 mil pessoas com programas sociais. 

O lançamento, transmitido por live nas redes sociais, foi prestigiado pelo vice-governador Wanderlei Barbosa, e contou com as presenças de deputados estaduais e federais, secretários de Estado, presidentes de autarquias, prefeitos, vereadores e profissionais da imprensa.

O governador Mauro Carlesse destacou a importância de gerar emprego e renda e fortalecer a economia. “O Estado tem essa obrigação de fazer esse trabalho induzindo o emprego nos 139 municípios e, assim, tirar as pessoas que perderam seus empregos da situação de pobreza e de vulnerabilidade”, afirmou.


O Tocando em Frente prevê aporte financeiro de, no mínimo, R$ 3 milhões por município. “A partir do momento em que os prefeitos apresentarem os projetos relacionados a cada eixo do programa, imediatamente eles vão poder licitar suas obras e o Governo do Estado vai aportar o recurso necessário para que os municípios tenham obras estruturantes como calçadas, asfalto, praça, posto de saúde e estradas vicinais. A pressa agora é do gestor municipal. O Governo do Tocantins está com o recurso assegurado para dar aporte assim que os projetos forem apresentados”, ressaltou, informando que a Gestão Estadual disponibilizará uma equipe técnica para dar suporte na elaboração dos projetos.

“Nada do que foi apresentado aqui é espetacular. Isso é simplesmente respeitar o dinheiro público e trabalhar para fazer com que nosso cidadão tenha uma vida digna. Esse programa vai fazer com que o nosso Estado seja totalmente produtivo e atrair o empresário para que ele venha investir com segurança e gerar muito mais emprego e renda para a população”, finalizou.

O Programa

Os recursos são oriundos de várias fontes como as operações de crédito, convênios federais, Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (CIDE), que serão investidos em obras de infraestrutura, educação, saúde, além do fomento à produção e ações de inserção social. 

O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, explicou que o programa elaborado pela equipe técnica das secretarias de Planejamento, Casa Civil, Fazenda e Governadoria, tem cinco pilares: infraestrutura logística; melhoria do ambiente de negócios; investimento social; agronegócio, produção e serviços; e atração de investimentos privados. “Não se trata de obras públicas, se trata do cuidado com a família tocantinense, de levar a refeição através do emprego e da renda. Todos os eixos levam o Tocantins para cumprir com a Agenda 20-30 da Organização das Nações Unidas, seja com a erradicação da fome, seja na cidade sustentável. A gestão Mauro Carlesse deixará não só o legado da retomada do equilíbrio fiscal e da credibilidade, mas principalmente da retomada da justiça social e das oportunidades para todos tocantinenses”, ressaltou.

O secretário da Fazenda, Sandro Armando, anunciou que no segundo semestre deste ano o Governo do Tocantins lançará o Programa de Recuperação Fiscal (Refis). “A legislação está pronta para fazermos o Refis. Entendemos que agora é a hora de proporcionar àquelas pessoas que estejam com débitos, que possam regularizar sua situação e recuperar a capacidade de crédito. Cerca de R$ 100 milhões devem ser arrecadados com o Refis até o final do ano, o que vai proporcionar mais investimentos em obras”, afirmou.

Infraestrutura

Um dos braços do Tocando em Frente é o projeto Pró-município, que realizará intervenções de infraestrutura urbana nos 139 municípios de, no mínimo, R$ 1,02 milhões por cidade, destinados à pavimentação ou recuperação de pavimento urbano. Só para este projeto estão alocados R$ 208 milhões de reais. 

Vale Gás

O Governo do Tocantins, sob a gestão da Secretaria do Trabalho e Desenvolvimento Social (SETAS), vai realizar o projeto Vale Gás, com a transferência de renda para compra de botijão de gás de cozinha (GLP 13kg) às famílias em situação de vulnerabilidade. Com investimento total de R$ 10 milhões oriundos do Tesouro do Estado, o benefício do Vale Gás pagará três parcelas bimestrais.

Serão beneficiadas 28 mil famílias, ou seja, cerca de 140 mil pessoas em situação de pobreza e de extrema pobreza, cuja renda mensal per capita seja de até R$ 178,00, e que estejam inscritas no CadÚnico (sem Bolsa Família), nos municípios tocantinenses. Uma Medida Provisória será editada nos próximos dias detalhando os critérios e as diretrizes do programa.

TO Mais Jovem

Outra área que receberá investimentos é a de inserção social com o programa TO Mais Jovem, que realizará a seleção, capacitação, contratação e qualificação de quatro mil jovens trabalhadores de 16 a 21 anos, para desempenharem atividades laborais nos órgãos que compõem a administração pública direta e indireta do Estado do Tocantins. A inserção se dará por meio de contrato de trabalho formal, assegurando a educação, com vista a fomentar a promoção da formação para o trabalho, inclusão social e o fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários.

O programa será financiado com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Fecoep), na ordem de R$ 107 milhões, nos anos de 2021 e 2022. O governador Mauro Carlesse informou que o decreto regulamentando a implantação do programa está sendo finalizado e será publicado em breve.

Essa Terra é Nossa

O programa Essa Terra é Nossa é uma estratégia de investimento que representa um verdadeiro avanço para o agronegócio tocantinense. O programa garante ao produtor rural a posse legal da terra, proporcionando segurança jurídica para os empreendimentos realizados na propriedade.

Os produtores terão acesso a vários benefícios, dentre eles o crédito rural, fundamental para o desenvolvimento do setor no Estado. O programa beneficiará cerca de 85 mil propriedades, o que equivale a 30% do território tocantinense, aproximadamente 10 milhões de hectares em situação de legalização.

Agronegócio

Como estímulo ao agronegócio, os produtores poderão utilizar os saldos credores acumulados para transferi-los a títulos de pagamentos de aquisições. Na prática, o produtor rural ou cooperativa de produtores rurais fariam aquisição em estabelecimento de terceiros, nas operações internas de mercadorias de seu ramo de atividade; matéria-prima; máquinas, aparelhos ou equipamentos industriais; mercadoria ou material de embalagem; bem novo, destinado ao ativo imobilizado; caminhão ou chassi de caminhão reboque e semirreboque; e implementos agrícolas.

Municípios

E para investimentos em obras e equipamentos públicos nos municípios, o Governo do Tocantins, por meio do plano de ação municipal via convênios com os 139 municípios, fará a transferência de recursos na ordem estimada de R$ 2 milhões por cidade. O objetivo principal é a geração de emprego e renda para a população local, proporcionando o desenvolvimento urbano e rural.

Terra Forte

Outro projeto é o Terra Forte que também será executado com recursos próprios do Estado e que visa estimular a produção de 80 mil toneladas de alimentos às famílias em situação de risco alimentar e nutricional, através do fomento de fertilizantes, calcário e sementes, aliadas à mecanização agrícolas e somados à assistência técnica e extensão rural.  A iniciativa promoverá a geração de renda a 23 mil famílias que vivem no campo e que foram impactadas com a pandemia. A estimativa de investimentos é na ordem de R$ 63,7 milhões. (Vania Machado / Foto: Tharson Lopes)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

De janeiro a outubro, Tocantins registrou 15.444 novos empregos. Dados são do CAGED

Publicado

em

Com saldo positivo de 15.444 novos empregos abertos de janeiro a outubro de 2021, o Tocantins fecha 10 meses consecutivos registrando crescimento na geração de postos de trabalho, conforme dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia nesta quarta,1.

De janeiro a outubro de 2021 o Caged registrou 80.324 trabalhadores admitidos e 64.880 desligados, o que confere um saldo 15.444. No mesmo período do ano passado esses números foram 57.876 admitidos, menos 53.274 desligados o que resulta em um saldo positivo de 4.602.  

Segundo a gerente do Observatório do Trabalho, Wilany Bezerra, o crescimento no número de empregos gerados de um ano para o outro refletem a recuperação do mercado de trabalho tocantinense frente aos fortes impactos deixados pela pandemia do Novo Coronavírus. “As expectativas são as melhores para o próximo ano”. Declara a gerente

O secretário do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas), José Messias Araújo, comemora os dados e conclama os trabalhadores: “A equipe do Sine está à disposição da população para auxiliar na capacitação e intermediação de mão de obra. Precisamos que os trabalhadores estejam atentos, com seus cadastros atualizados e acompanhando as ofertas diárias de vagas, além de participarem das capacitações gratuitas. Isso fará a diferença na hora de conquistar o seu espaço”.

Caged outubro

Os dados de outubro de 2021 revelam 8.396 trabalhadores admitidos pelo mercado de trabalho no Tocantins e 6.743 desligados, o que resulta em um saldo de 1.653 novos empregos gerados no décimo mês do ano.

A gerente do Observatório do Trabalho, Wilany Bezerra, observa que o saldo de empregos no Tocantins em outubro de 2021 é 19,87% maior que no mesmo período do ano passado e explica: “Além do saldo positivo de empregos temos um crescimento nesse saldo de um ano para o outro o que é muito importante para o mercado de trabalho do Estado. Nossa expectativa é que esses números continuem a crescer e os trabalhadores tocantinenses possam aproveitar as oportunidades”. Comenta a gerente.

Setores da economia que mais geraram emprego

Os dados do Caged em outubro trazem o setor de Comércio, Reparação de Veículos Automotores e Motocicletas como o principal responsável pelo saldo positivo. Foram registrados 778 novos postos de trabalho abertos. O segundo lugar ficou com Comunicação e Atividade Financeira, Imobiliária, Profissionais e Administrativas com 388 postos abertos. Já a Construção Civil registrou o saldo positivo de 371 novos postos de trabalho no referido mês.

 Movimentação do mercado nas maiores cidades do Estado

A capital Palmas com 852 postos de empregos abertos, Gurupi com saldo de 213 novos postos e Araguaína com 141 foram os municípios que obtiveram os melhores desempenhos no acumulado do saldo de empregos em outubro de 2021.

Caged

O Caged é um registro administrativo da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia que mede a quantidade de admissões e demissões de funcionários formais.

A equipe de gestão do Sine Tocantins monitora e avalia mensalmente os dados do Caged e associados a eles, outras bases de dados como a Pesquisa Nacional por Amostra e Domicílio (Pnad) e a Base de Gestão da Intermediação de Mão de Obra (BGIMO). Subsidiadas por essas pesquisas são traçadas diretrizes para a atuação do Sistema em seus nove postos espalhados estrategicamente pelo Estado (Palmas; centro e Taquaralto, Araguaína, Gurupi, Porto Nacional, Paraíso,Guaraí, Dianópolis e Araguatins) . O objetivo final desse esforço é diminuir a distância entre quem oferece e quem procura o emprego.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Mais de 100 araguainenses recebem certificação de cursos gratuitos

Publicado

em

A Prefeitura de Araguaína entregou nesta terça-feira, 30, os certificados de conclusão de cursos profissionalizantes para 102 araguainenses. O trabalho de capacitação desenvolvido por meio do Programa Capacita Araguaína oferece formação técnica gratuita em diversas áreas, como cursos de barbearia, cabeleireiro, design de sobrancelha e pintura em tecido.

Os certificados foram entregues durante uma cerimônia no Espaço Municipal de Comércio e Cultura Feirinha e são referentes aos cursos oferecidos para a população de setores como Raizal, Maracanã e Vila Norte.

“O público-alvo desses cursos oferecidos pelo Município são usuários do SUAS (Sistema Único da Assistência Social) de Araguaína, pessoas inclusas no CAD Único, cadastro para programas sociais, e no Bolsa Família. O objetivo é ampliar o suporte oferecido às famílias em vulnerabilidades e carentes, garantindo alternativas de renda”, explicou a diretora de políticas públicas de empregabilidade do Município, Juliane Carneiro.

Mais oportunidades
O Programa Capacita Araguaína teve início no mês de março e já capacitou mais de 840 pessoas nos últimos meses. Para o estudante Pedro Lucas Florêncio Resplandes, de 15 anos, que acabou de formar no curso de barbearia, este é o início de um grande sonho.

“Eu sempre via os profissionais dessa área trabalhando e tinha muita vontade de aprender. Esse curso já está me abrindo portas, já comecei a atender os primeiros clientes e quero trabalhar em uma grande barbearia para aprender mais”, disse o estudante.

Araguaína Iluminada
A entrega dos certificados faz parte da programação em comemoração aos 63 anos da cidade, que contará com a abertura do Natal Araguaína Iluminada nesta sexta-feira, 3 de dezembro, às 19 horas, na Via Lago. 

A cidade ficará coberta por 4 milhões de pontos de luzes de LED. As árvores e postes estão recebendo em média 5 mil metros de mangueira luminosa nas cores branca, verde, vermelha e azul. Para trazer um efeito de cascata e pingos de chuva, o projeto contemplou 48 mil unidades de tubos de LED, além de estruturas de ferro que ganham a forma de anjos, estrelas, pinheiros e bonecos luminosos.

“O nosso objetivo é trazer esperança para este momento em que ainda enfrentamos uma pandemia. Nossa cidade iluminada incentiva o turismo e movimenta o comércio”, explicou o prefeito de Araguaína, Wagner Rodrigues.

Programação 63 anos de Araguaína
Dia 3/12 (sexta-feira)
19h – Abertura Natal Araguaína Iluminada e melhorias na Via Lago.

Dia 7/12 (terça-feira)
17h – Implantação oficial da Guarda Municipal (Sede da unidade, Setor Tecnorte).

Dia 8/12 (quarta-feira)
17h – Entrega das obras de drenagem e asfalto do Setor Ana Maria;
18h – Entrega das obras de drenagem e asfalto do Setor Morada do Sol e da decoração do Natal Araguaína Iluminada no Pé de Pequi.

Dia 11/12 (sábado)
17h – Araguaína pra Jesus (saída da Avenida Filadélfia, em frente à Conab);
19h – Shows com Midian Lima, Davi Sacer, Jesse Aguiar, Claudiel Santos, Edivan Silva e Banda Fé-meninas (Via Lago).

Dia 14/12 (terça-feira)
17h – Entrega das obras de asfalto dos setores Beira Lago, Santa Mônica, Santa Helena, Itaipu, Palmas, Vila Bragantina e Jardim Paulista.

Dia 15 (quarta-feira)
16h – Entre de 100 títulos do Programa Casa Legal.

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Cerest realiza ações de conscientização do Dezembro Laranja

Publicado

em

O Cerest (Centro de Referência em Saúde do Trabalhador) Regional de Araguaína irá promover ações da Campanha Dezembro Laranja,  mês de conscientização para alertar sobre os cuidados e prevenção ao câncer de pele no local de trabalho. Serão promovidas live, palestras educativas e visitas em instituições públicas, privadas e obras de infraestrutura na cidade.
 
Segundo dados levantados pelo Cerest, mais de 40% dos casos de câncer relacionados ao trabalho não são notificados, por isso a importância de abordar sobre o assunto. “O intuito é dar visibilidade ao tema, levantando problemáticas e resoluções dentro dos sistemas de saúde, alertando a população dos sinais e sintomas para um diagnóstico precoce”, informou a coordenadora do Cerest, Lilaléa Farias.
 
O câncer de pele é o mais frequente no Brasil e corresponde a cerca de 30% dos tumores malignos registrados no País, segundo o Inca (Instituto Nacional de Câncer). Em Araguaína, de 2009 a novembro deste ano, foram registrados sete casos de trabalhadores com a doença, conforme dados do Sinan (Sistema de Informação de Agravos de Notificação).
 
Live
O cronograma de ações do Cerest em alusão ao Dezembro Laranja inicia no dia 8, quarta-feira, das 8h30 às 11h30, com uma live sobre o tema: Câncer Relacionado ao Trabalho. O evento on-line conta com a participação da mestre e fisioterapeuta Mônica Costa; a doutora e coordenadora do Grupo de Ensino e Pesquisa em Epidemiologia do Câncer, Fátima Sueli Neto; os médicos dermatologistas Pollyana Reis e Silvestre Júlio. A intermediadora do evento será a enfermeira e técnica responsável pelo agravo ao câncer relacionado ao trabalho no município, Priscilla Braz.
 
Ações presenciais
No próximo dia 10, sexta-feira, a partir das 8h30, profissionais do Cerest e da Secretaria da Infraestrutura de Araguaína irão visitar as obras na cidade para falar aos trabalhadores sobre educação em saúde. Serão abordados assuntos como o uso de chapéu, camisetas longas, protetor solar, sapatos fechados, hidratação oral e outras formas de prevenir o câncer de pele.
 
A mesma temática também será levada para o Hemocentro de Araguaína, no dia 15, quarta-feira, das 8h30 às 14h30. Ainda estão previstas ações nos Correios, ASTT (Agência de Segurança, Transporte e Trânsito), unidades básicas de saúde, empresa Litucera e outras instituições.
 
O Cerest também convidou os hospitais, ambulatórios, clínicas e todas as unidades básicas de saúde do município para participar da Campanha Dezembro Laranja, realizando ações educativas por meio de conversas, lives, reuniões e dentre outras atividades que podem ser escolhidas e desenvolvidas pelos gestores dos locais. (Giovanna Hermice)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze