Connect with us

Bastidores

Carlesse participa da apresentação do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19

Publicado

em

(Brasília – DF, 16/12/2020) Lançamento do Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19.Foto: Isac Nóbrega/PR

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, participou nesta quarta-feira, 16, da apresentação do Plano Nacional de Operacionalização da Vacina contra a Covid-19, no Palácio do Planalto, em Brasília (DF). O convite foi feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, que junto ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, mostrou pontos importantes sobre a imunização em massa contra o novo Coronavírus.

Durante a reunião, o ministro Pazuello destacou que o governo federal ficará com a responsabilidade de entregar as vacinas para o Executivo e que os estados serão responsáveis pelos repasses dos imunizantes aos municípios. “Todos os brasileiros receberão a vacina de forma grátis e igualitária. Todas as vacinas terão a prioridade do SUS [Sistema Único de Saúde]. O Brasil imunizado é o nosso objetivo”, reforçou.

Diante dos dados apresentados, o governador Mauro Carlesse afirmou estar confiante no plano e frisou que o Tocantins não medirá esforços para vacinar toda a população da forma mais eficiente possível. “Nosso papel agora é esperar as fases finais e trabalhar para fazer a melhor gestão da vacinação em todo o Estado, seguindo as orientações do Ministério da Saúde”, assegurou.

Para o presidente Jair Bolsonaro, o Brasil está próximo da solução concreta contra a doença e reforçou a importância da união dos Estados neste momento para que tudo ocorra bem.

Também participaram do evento os secretários de Estado da Saúde, Edgar Tolinni; de Parcerias e Investimento, Claudinei Quaresemin; da Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra; além do senador Eduardo Gomes e os deputados federais Osires Damaso e Carlos Gaguim.

Vacinação

O Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19 prevê quatro grupos prioritários, que somam 50 milhões de pessoas. A expectativa que o grupo de maior risco esteja imunizado até o final do 1º semestre de 2021.

Ainda segundo o plano, o governo federal já garantiu 300 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 por meio de acordos com a Fiocruz/AstraZeneca; Covax Facility e Pfizer. ( Jéssica Matos / Foto: Isac Nóbrega)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bastidores

Terceiro prefeito no Tocantins morre por Covid

Publicado

em

O prefeito de Dois Irmãos do Tocantins, João Carlos Botelho (PSD), morreu na manhã desta quinta-feira (13), vítima da Covid-19. Ele ficou mais de 50 dias internado tratando da doença. A informação foi confirmada pelo superintendente de administração Gustavo Neto.

João Carlos tinha 57 anos. Ele teve confirmação de coronavírus em março e foi internado em Palmas. Depois, no dia 18 de março, foi transferido para a UTI do Instituto do Coração do Hospital das Clínicas (Incor), em São Paulo.

Continue lendo

Bastidores

Comitê de Crise de Combate à Covid-19 se reúne

Publicado

em

Nesta quinta-feira, 13, o Comitê de Crise de Combate à Covid-19 se reuniu virtualmente para discutir sobre as ações de combate à pandemia no Tocantins.

Durante a reunião o secretário da Saúde, Edgar Tolini, falou que o Tocantins hoje tem fila zero de pacientes esperando por leitos clínicos e por leitos de UTI.

A secretária da Educação, Adriana Aguiar, falou sobre os vários pontos favoráveis para o retorno das aulas presenciais.

Já o governador Mauro Carlesse afirmou que o Estado precisa voltar à normalidade, mas priorizando todos os protocolos de segurança.

Continue lendo

Bastidores

Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 é criada pelo Governo Federal

Publicado

em

Foi publicada, em edição extra do Diário Oficial da União desta segunda-feira (10), a criação de uma Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19, que será vinculada ao Ministério da Saúde.

De acordo com nota encaminhada pela Secretaria-Geral da Presidência da República, a Secretaria vai exercer a função de representante da pasta na coordenação das medidas que serão executadas durante a Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional em decorrência da pandemia da Covid-19.


Além disso, caberá ao órgão “propor diretrizes nacionais e ações de implementação das políticas de saúde para o enfrentamento à covid-19, em articulação com os gestores estaduais, municipais e o Distrito Federal, bem como definir e coordenar as ações do Plano Nacional da Vacinação”. (Brasil 61)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze