Connect with us


Tocantins

Carlesse participa de videoconferência com presidente Bolsonaro para discutir coronavírus

Publicado

em

Governadores do Norte do Brasil, dentre eles o do Tocantins, Mauro Carlesse, participaram na tarde desta segunda-feira, 23, de videoconferência com o presidente da República do Brasil, Jair Bolsonaro, para tratar sobre a Covid-19, causada pelo novo Coronavírus.

A reunião virtual, que foi convocada pela Secretaria de Governo da Presidência da República e articulada pelo Consórcio de Governadores da Amazônia Legal, teve o objetivo de apresentar as diretrizes do governo federal para conter o avanço do novo coronavírus e debater os impactos econômicos provocados pela crise.

O governador Mauro Carlesse discorreu durante a videoconferência sobre o trabalho que o Estado vem realizando na prevenção ao novo Coronavírus e destacou como importante o alinhamento entre os estados e o governo federal. “Foi a chance que tivemos também para discutir sobre a liberação dos recursos do empréstimo que o Estado está em vias de firmar com a Caixa Econômica Federal. Mas do que nunca esse dinheiro é necessário para que a gente consiga manter o equilíbrio da nossa economia e ter condições de gerar mais de 20 mil postos de trabalho após o fim dessa pandemia”, assegurou.

O secretário de Estado da Fazenda e Planejamento (Sefaz), Sandro Armando, fez uma avaliação da videoconferência. “Houve um posicionamento do governo federal e dos seus ministros quanto a questões pendentes, e foram anunciadas algumas medidas de socorro aos estados, como a suspensão pelo prazo de seis meses das dívidas do Estados com a União e com os bancos estatais. Para o Tocantins isso representa algo em torno de R$ 120 milhões. Isso vai aliviar o caixa do Estado. A gente considera que são medidas positivas e que vão nos dar força para cuidar da população e investir nas áreas essenciais, além de manter em dia o salário dos servidores”, afirmou.

O presidente Jair Bolsonaro destacou que pretende cooperar com os governadores e fez uma fala otimista sobre o sucesso que o Brasil obterá no combate ao novo Coronavírus, mas destacou que o governo trabalha para evitar um colapso econômico que pode gerar mais desempregos no país.

Entre as medidas apresentadas pelo presidente Bolsonaro está um plano de R$ 85,8 bilhões para fortalecer estados e municípios que inclui, entre outras propostas, aumento do repasse de transferência para a Saúde, recomposição do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM); suspensão de dívidas dos Estados com a União; e mudanças no Pacto Federativo.

Previsão

De acordo com o Ministério da Saúde (MS), o mês de abril deve alcançar o pico máximo de atendimentos no sistema de saúde brasileiro. No último boletim divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) nesse domingo, 22, apontou que o Tocantins conta com 5 pacientes infectados pela Covid-19 e 64 casos suspeitos.

Videoconferência

Acompanharam o governador Mauro Carlesse durante a videoconferência com o presidente Jair Bolsonaro, os secretários de Estado da Saúde, Edgar Tollini; da Comunicação, Élcio Mendes; da Fazenda e Planejamento, Sandro Armando; da Governadoria, Divino Allan; da Casa Civil, Rolf Vidal; e da Casa Militar, coronel Silva Neto. (Jesuino Santana Jr., colaborou: Brener Nunes/Foto: Esequias Araújo)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

ARAGUAÍNA: Primeiro caso de coronavírus é confirmado

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que uma nova confirmação para Covid-19 foi detectada nos exames realizados hoje pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen). A paciente que entra para a relação de casos confirmados, reside em Araguaína, se tornando o primeiro caso confirmado na cidade. Com 26 anos, esteve no litoral e em aeroportos de grande fluxo (São Paulo e Brasília) e segue em isolamento domiciliar, tendo apresentado sintomas leves.

Agora, o Tocantins atinge 9 casos confirmados, sendo 8 deles em Palmas e um em Araguaína. Três pacientes estão hospitalizados na rede privada e os demais estão em isolamento domiciliar, seguindo orientações do Ministério da Saúde e Organização Mundial de Saúde (OMS). A paciente que teve a primeira confirmação oficial no Tocantins se recuperou dos sintomas da síndrome gripal e está fora da janela de contágio. Todos os casos são monitorados pelas equipes de Vigilância em Saúde municipais.

A SES salienta, mais uma vez, que a rede pública está preparada para a condução de pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, sendo o Hospital Geral de Palmas (HGP) o hospital de referência pelo Ministério da Saúde para atendimento de casos que apresentem sintomas moderados a graves.

A partir de hoje, todos os tocantinenses podem acessar os dados em tempo real da plataforma criada especificamente para acompanhamento dos casos da doença que se tornou pandêmica. O site de acesso à plataforma é o http://coronavirus.to.gov.br/

Continue lendo

Tocantins

ARAGUAÍNA: Prefeitura afrouxa Decreto contra coronavírus

Publicado

em

O novo Decreto Municipal 214, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira, 26, retira a suspensão obrigatória de algumas atividades comerciais e recomenda uma série de restrições que devem ser cumpridas como medidas de prevenção contra o coronavírus.

“Tomamos essas novas medidas considerando as orientações do Governo Federal, feitas por meio do pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro, avaliando ainda os resultados negativos realizados, até o momento, pela Secretaria Municipal da Saúde em Araguaína. Intensificamos a capacitação dos nossos servidores da saúde para assegurar a continuidade do trabalho de atendimento e monitoramento dos casos suspeitos na cidade”, disse o prefeito Ronaldo Dimas.

Ainda de acordo com Dimas, a decisão foi também com base nas orientações de médicos e profissionais da saúde em relação à flexibilidade e diante do pedido do setor empresarial e trabalhadores da cidade.

Do retorno ás atividades

O documento que entra em vigor a partir desta sexta-feira, 27, permite o retorno do atendimento de restaurantes, lanchonetes, food trucks, trailers, açaiterias, pizzarias, sanduicherias e similares, devendo manter espaçamento mínimo entre mesas de dois metros e no máximo seis cadeiras por mesa, sendo terminantemente proibida a venda e o consumo de bebida alcoólica.

Também está fora da suspensão obrigatória os estabelecimentos comerciais em geral, centros comerciais, lojas de conveniências, padarias, bombonieres sendo proibido o consumo de bebida nestes locais, salões de beleza, barbearias, esmaltarias e similares devendo manter espaçamento mínimo de dois metros entre cadeiras de atendimento e atender exclusivamente com hora marcada, com permanência de apenas um cliente em espera.

Medidas de segurança

Os estabelecimentos que retornarem as atividades devem adotar medidas para diminuir as chances de contágio, como disponibilizar álcool 70 graus INPM líquido ou em gel para funcionários e clientes, evitar superlotação do espaço físico interno, manter distanciamento, além de divulgar informações sobre a prevenção.

Faz parte ainda das orientações a intensificação das ações de limpeza, manter espaçamento mínimo de dois metros entre mesas, estações de trabalho ou pontos de atendimento, adotar mecanismos para manter os ambientes arejados e saudáveis.

Sobre o grupo de risco

O documento traz recomendações ainda quanto ao atendimento ao público de risco que deve ser garantido por meio de serviço de entrega gratuito, principalmente à população idosa. Outra orientação é restringir a mobilidade dentro do Município de Araguaína às pessoas saudáveis e com idade igual ou inferior a 60 anos.

Os idosos e também as pessoas com baixa imunidade, grávidas ou portadores de doenças crônicas deverão evitar a saída de suas residências, bem como o contato físico com todo e qualquer cidadão, principalmente crianças.

Na falta de apoio familiar, a pessoa idosa deverá procurar via telefone ou internet a Secretaria da Assistência Social do Município.

Seguem em suspensão

Permanecem suspensos ainda por tempo indeterminado todos e quaisquer eventos públicos e privados, tais como: shows, atividades culturais, festas, confraternizações, tanto em áreas públicas quanto privadas e os serviços de Mototaxistas.

Transporte coletivo continua operando com limite de 50% de lotação e passes livres para idosos e estudantes estão suspensos. Taxistas e motoristas de aplicativos deverão tomar todas medidas necessárias para garantir sua saúde e de seus passageiros, além de seguirem fechados o Parque Cimba, Parque das Águas, clubes e balneários e academias. (Adriana Santana/Foto: Marcos Filho)

Continue lendo

Tocantins

TO sobre para 8 casos confirmados de coronavírus. Todos em Palmas

Publicado

em

Uma nova confirmação para Covid-19 foi detectada nos exames realizados hoje pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen). O paciente que entra para a relação de casos confirmados, reside em Palmas, tem 37 anos e esteve em São Paulo, onde manteve contato com estrangeiros. Com mais este diagnóstico positivo para Covid-19, o Tocantins contabiliza 8 casos confirmados, todos na Capital.

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) esclarece ainda que dos oito pacientes confirmados, há duas internações, ambas em hospital da rede privada. No entanto, é importante salientar que a rede pública está preparada para a condução de pacientes com suspeita ou confirmação de Covid-19, sendo o Hospital Geral de Palmas (HGP) o hospital de referência pelo Ministério da Saúde para atendimento de casos que apresentem sintomas moderados a graves

Casos suspeitos

O RedCap é o sistema que o Ministério da Saúde utiliza para notificação de casos relacionados ao novo coronavírus. Neste sistema, há a triagem dos casos que são notificados pelas prefeituras para verificação dos critérios de inclusão de pacientes suspeitos e confirmados com Covid-19.

Embora a plataforma de acompanhamento seja atualizada com a quantidade de casos, o detalhamento dos dados é acessado somente neste sistema que tem apresentado a instabilidade relatada nos últimos boletins. O Ministério da Saúde informou a área técnica que está atualmente em estágio de migração de plataforma para resolução da instabilidade apresentada nos últimos dias.

Assim, não é possível verificar quais são os casos que entraram na relação oficial do Ministério da Saúde, sendo impossível precisar quais são os municípios com casos suspeitos.

Desta forma, no intuito de repassar apenas as informações precisas e oficiais, os boletins tem apresentado apenas os dados oficiais de confirmações, uma vez que todos os exames estão sendo realizados no Laboratório Central de Saúde Pública do Tocantins (Lacen) que dá acesso imediato dos resultados aos municípios e ao Estado.

Continue lendo
publicidade