Connect with us

Maranhão

CEMAR agora é Equatorial Energia Maranhão

Publicado

em

A Companhia Energética do Maranhão (CEMAR), agora é Equatorial Energia Maranhão. É assim, que o Grupo Equatorial Energia quer se destacar no setor elétrico brasileiro. O presidente do Grupo, Augusto Miranda, apresentou nesta terça-feira (08), em uma coletiva para a imprensa e representantes estratégicos, na Sede da Equatorial Maranhão, em São Luís, a nova marca e o novo posicionamento da empresa: “Mais energia para um novo momento”.

O anúncio foi feito, simultaneamente, para as outras regionais da empresa no Estado. O processo de mudança da marca da empresa acontecerá gradativamente até o final do próximo ano. Respaldada pelas aquisições recentes das distribuidoras do Piauí e Alagoas, o Grupo Equatorial Energia pretende, por meio da nova unidade da identidade das concessionárias, consolidar sua imagem de empresa com atuação nacional, ressaltando sua posição de destaque no setor elétrico. “Com a divulgação de seu posicionamento, a empresa pretende diferenciar-se no mercado de distribuição de energia elétrica. Vamos reforçar a qualidade dos nossos serviços, a ética, a transparência, o foco do cliente e o esforço para contribuir com o desenvolvimento dos Estados onde atuamos”, disse Augusto Miranda, presidente do Grupo. A ideia é que todas as distribuidoras passem por essa evolução e se tornem Equatorial Energia, fortalecendo a identidade do Grupo.

Mais próxima

Na campanha de evolução da marca, que será conhecida pelo público no próximo domingo (13), será ressaltado o fato de que a Equatorial Maranhão está presente em todos os momentos da vida diária, com mais desenvolvimento e qualidade de vida para mais de 2,4 milhões de consumidores no Maranhão, que recebem uma energia 99,8% disponível no ano. Com isso, a marca Equatorial Maranhão deseja estar mais próxima das pessoas.

Além da evolução da marca, a campanha traz um novo momento aos clientes, como novos produtos que aproximarão ainda mais a Equatorial Maranhão dos seus clientes. Vem aí a Transformação Digital – novo Site, novo Aplicativo para smartphones e a nova Clara, assistente virtual pelo WhatsApp. Um novo jeito de atender para um novo momento.

Para Augusto Dantas, presidente da Equatorial Energia Maranhão, esse é um momento de consolidação das nossas práticas, principalmente porque foi aqui no Maranhão que tudo começou. “Agora é a chegada uma nova era digital, estamos evoluindo em prol do cliente, que poderá escolher o melhor canal que lhe agradar, de forma mais humanizada, mais rápida, sem esquecer que sãos as pessoas o nosso motivo de querer melhorar cada vez mais”, comenta Augusto Dantas.

O grupo Equatorial Energia reforça que nesses 15 anos de gestão da distribuição no Maranhão se destacouem quesitos como melhoria da qualidade do fornecimento, recuperação financeira e sustentabilidade, além do reconhecido modelo de gestão: que valoriza as pessoas, a meritocracia por meio dos resultados, o desenvolvimento de lideranças e uma gestão focada em diretrizes bem definidas – o Grupo Equatorial Energia entende que o Maranhão ainda tem muito potencial em seu desenvolvimento.

Investimentos – O Grupo Equatorial já investiu no Estado desde 2004 mais de 11 bilhões de reais no fortalecimento e qualidade dos serviços e do atendimento para os consumidores. Ligamos mais de 1 milhão e 400 mil clientes novos, totalizando 2,4 milhões de clientes em todo Estado. Com esse novo momento, a empresa espera ser um auxílio concreto e catalisador do desenvolvimento econômico e social do Maranhão, possibilitando o crescimento das empresas na região e atraindo novos projetos.

Geração de empregos – Nos oito estados de atuação, o Grupo Equatorial Energia gera 18.994 empregos, sendo 9.578 colaboradores diretos e 9.416 fornecedores, somente no Maranhão são mais de 5 mil empregos. O destaque fica para a Central de Atendimento, localizada na cidade de Imperatriz com mais de 1.000 empregos diretos.

Reconhecimentos – A concessionária está há seis anos no ranking da Aneel entre as três melhores distribuidoras de energias do Brasil. Também já foi reconhecida como a Melhor Distribuidora de Energia do País segundo o ranking Abradee, além de prêmios na área de Qualidade da Gestão, Gestão Econômico-Financeira, Evolução de Desempenho e melhor do Nordeste. O excelente clima organizacional da empresa traz mais destaques, como a presença nos rankings das melhores empresas para se trabalhar segundo o Great Pleace To Work no Brasil desde 2010; por 03 anos reconhecida pelo GPTW na América Latina, a empresa atualmente é a primeira do setor elétrico e também pelo GPTW no Maranhão como a melhor empresa do Estado por 4 vezes. E há 7 anos consecutivos entre as melhores para se trabalhar pela Você S/A.

Sobre o Grupo Equatorial Energia

O Grupo Equatorial Energia se consolidou no cenário brasileiro, como uma holding de empresas de alta performance e grandes resultados, com forte atuação no setor elétrico nos segmentos de distribuição, transmissão, geração, comercialização, além da área de telecomunicações e serviços. As empresas que fazem parte do Grupo são: Equatorial Maranhão, Celpa (Pará), Equatorial Piauí, Equatorial Alagoas, Geramar, Equatorial Transmissão, Intesa, Equatorial Telecom, Sol Energia e 55 Soluções.

Equatorial Energia Maranhão – No Maranhão, a Equatorial Energia controla a Equatorial Maranhão (antiga Cemar), única concessionária de distribuição de energia elétrica no Estado, que possui área de atuação de 332 mil km² – cerca de 3,9% do território brasileiro, sendo a 2ª maior distribuidora do Nordeste do Brasil em termos de área de concessão. A Equatorial Maranhão possui 2,4 milhões de clientes, atendendo a cerca de 7 milhões de habitantes – ou 3,37% da população do Brasil.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

IMPERATRIZ: Decisão do STJ beneficia marido acusado de matar ex-bancária de Araguatins

Publicado

em

Clodoaldo da Silva Alves

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) acatou, na sexta-feira, 3, recurso da defesa e anulou pela segunda vez a sentença de pronúncia em desfavor de Clodoaldo da Silva Alves, 36 anos, acusado de ter assassinado a tiros a ex-mulher, a bancária Elizelda Vieira de Paulo Alves, 29 anos na ocasião.

Elizelda trabalhou por vários anos em Araguatins, no Bico do Papagaio.

O crime aconteceu no dia 26 de dezembro de 2016, no quarto de um hotel localizado no bairro São José do Egito.

Clodoaldo foi preso uma semana depois de ter cometido o crime, na fazenda de um tio dele; já era considerado foragido da Justiça.

Ele foi trazido para Imperatriz e levado para a Unidade Prisional de Ressocialização, onde ficou por 11 meses e depois foi liberado por força de uma habeas corpus.

bancária Elizelda Vieira de Paulo Alves

Sobre o crime

Na manhã do dia 26 de dezembro de 2016, a bancária Elizelda Vieira de Paulo Alves foi morta a tiros em um hotel da cidade de Imperatriz. Eles estavam separados há um mês. Elizelda tinha dois filhos. (Edigeny S. Barros – ImperatrizOnline, com informações de O Progresso)

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Relatório que pode pedir afastamento de Assis Ramos deve ser apresentado na semana que vem

Publicado

em

Termina na próxima semana o prazo para o relator do processo de afastamento do prefeito Assis Ramos (DEM), pedido pelos advogados Fábio Santana Santos e Gabriela Barbosa Bonfim, apresentar seu primeiro parecer. Ricardo Seidel (PSD), relator da comissão processante que é responsável por emitir o parecer de cassação ou o arquivamento do processo, recebeu na tarde da última quinta (02), os documentos para dar início à avaliação.

O prefeito apresentou sua defesa, que se encontra nas mãos do relator. Esta pede a rejeição do processo, onde alega que os denunciantes não teriam especificado, com clareza, o motivo da denúncia, ou apresentado as provas, o que não corresponde com a verdade.

Seidel deve avaliar e emitir um documento dando o seu primeiro parecer para ser apreciado pelo plenário da Câmara já nesta próxima semana, quando a comissão irá decidir se dá continuidade ou arquiva o processo.

Já estão pré-agendadas, reuniões para apresentação e apreciação de relatórios pelos demais membros da comissão na segunda-feira (06).

“Recebi a defesa preliminar, tanto do prefeito como da secretária Mariana Jales. Agora irei emitir ofícios solicitando mais esclarecimentos de alguns outros órgãos, material que acredito ser relevante para a montagem desse primeiro parecer, e se estes vão ter prosseguimento ou não na comissão processante”, disse.

A primeira defesa tinha dez dias pra ser apresentada e foi feita dentro do prazo. Após o parecer a comissão vai votar em plenária, e lá será decidido se o processo será arquivado ou se vai prosseguir. Caso continue, o relator terá 90 (noventa dias) contando da notificação ao prefeito, para apresentação de um segundo parecer (final). Ao longo desse período acontecerão diligências que a relatoria achar necessárias e solicitações para o presidente da comissão. Se houver a decisão a favor do afastamento, irá acontecer uma votação onde 2/3 (dois terços) dos vereadores tem que votar. Dependendo do resultado, o prefeito é afastado e em seguida o presidente da Câmara já oficializa o TRE (Tribunal Regional Eleitoral) da decisão.

O relator informa que necessariamente não há a obrigatoriedade de serem usados os 90 dias para a decisão final do processo.

Entenda

Além desta Comissão Processante, existem atualmente mais 2 CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito) sendo realizadas simultaneamente – Dos 43 milhões da saúde e da empresa Catho, também ligada a saúde – das três esta é a mais severa, pois a finalidade da Comissão Processante é inocentar ou afastar o prefeito.

“O resultado final das CPIs em andamento, caso haja comprovação das irregularidades, é o encaminhamento para as vias judiciais e abertura de uma Comissão Processante. Já o caso aqui abordado, é a própria Comissão Processante, o que pode acarretar em cassação do atual prefeito”, finalizou Seidel.

Continue lendo

Maranhão

Saiba qual é o único município do Maranhão sem caso confirmado de Covid-19 até esta sexta, 3

Publicado

em

Lagoa do Mato não tem casos confirmados da doença, segundo a Secretaria de Estado da Saúde

O Maranhão registrou 2.769 casos novos de Covid-19 nas últimas 24h, sendo que 2.665 foram no interior do estado. O Maranhão chegou, assim, aos 86.025 casos confirmados da doença nesta quinta-feira (2), segundo os dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES). São 2.119 mortos e 64.816 curados.

Dos casos novos no estado, 104 foram na Ilha de São Luís (São Luís, Raposa, Paço do Lumiar e São José de Ribamar), 91 em Imperatriz e 2.574 em outros municípios.

O município de São Félix de Balsas apareceu pela primeira vez no boletim da SES com três casos confirmados. Assim, dos 217 municípios do Maranhão, apenas Lagoa do Mato não tem casos confirmados da doença, segundo a Secretaria de Estado da Saúde.

As mortes confirmadas no boletim são em Carutapera, Sata Inês, Itinga, Bacabal, Brejo, Bela Vista, Alto Parnaíba, Imperatriz (2), Igarapé Grande (2), Timon (4), Balsas (7), Chapadinha (8) e São Luís (8).

Continue lendo
publicidade