Connect with us

Maranhão

CODÓ: Mais de 20 casos de violência sexual contra crianças são registrados em 2019

Publicado

em

Pelo menos 25 casos de violência sexual contra crianças já foram registrados em 2019 no município de Codó, a 290 km de São Luís.

Os casos estão em alerta, já que são bem maiores do que os registrados no mesmo período do ano de 2018 e na maioria o agressor é alguém da própria família, segundo dados informados pelo Conselho Tutelar.

O ano de 2018 mostra que 51 crianças foram violentadas sexualmente na zona rural de Codó. Os casos são acompanhados diretamente pelo Conselho Tutelar, polícia e Ministério Público do Maranhão (MP-MA).

De acordo com o Conselho Tutelar, este crime é contante em Codó. Os conselheiros tutelares afirmam que só concluirão o relatório no final deste ano, mas ressaltam que do mês de janeiro a junho de 2019 já foram registrados no órgão, que é voltado para a criança e o adolescente, pelo menos 25 novos casos de estupro.

A conselheira tutelar Arléia Cunha revela que os criminosos continuam dentro das casas das vítimas. “Tem um caso aqui que a gente que o pai abusou das quatro filhas. Todas crianças ainda na época. Avós, tios, cunhados padrastos, que é um número maior, e as vezes alguns vizinhos, mas eu diria que 95% dos casos é na própria família”.

Apesar dos números serem considerados alarmantes para o Conselho Tutelar, eles nunca são equivalentes aos dos criminosos sexuais punidos em Codó, e a maioria continua respondendo a processos em liberdade.

O também conselheiro tutelar Frank Sousa conta que quem fica solto costuma ameaçar a família da criança que ele violentou. “A gente se sente muito incomodado com isso porque o que a gente gostaria de ver era a punição logo feita e o agressor atrás das grades pagando pelo crime que ele cometeu, o crime hediondo. Mas infelizmente a morosidade é muito grande e a Justiça nos deixa de mãos atadas e enquanto isso o agressor fica passando na porta da família da vítima até mesmo ameaçando”.

Conforme a Legislação atual não precisa que o ato seja consumado para que seja considerado estupro. O crime de estupro consiste em o agente constranger alguém mediante violência ou grave ameaça a ter conjunção carnal ou permitir que com que ele se pratique qualquer ato libidinoso. (G1)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

É proibido acesso a área de segurança da UHE de Estreito, informa CESTE

Publicado

em

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Sine Municipal já realizou mais de 60 mil atendimentos em 2020

Publicado

em

No primeiro semestre, o Sine Municipal de Imperatriz registrou a marca de 67 mil atendimentos realizados na cidade. Mesmo em meio à pandemia do novo coronavírus, Covid – 19, os trabalhos do órgão foram mantidos para garantir o atendimento de toda população.

Esses atendimentos dizem respeito ao encaminhamento para vagas no mercado de trabalho, convocações e seleções, entre outros serviços. Só de trabalhadores cadastros no sistema do Sine, são 49.457. Vale ressaltar que o Sine Municipal também atende pessoas de outros municípios.

O horário de funcionamento é das 8h até às 12h, de segunda-feira à sexta-feira. Para a solicitação do Seguro Desemprego, o trabalhador deve ter em mãos RG, CPF, Carteira de Trabalho e Requerimento do Seguro Desemprego (quem não possui, pode solicitar ao seu empregador).

O Sine Municipal está localizado na rua Coriolano Milhomem, sala anexa ao Estádio Frei Epifânio, no Centro.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Iluminação da nova Rua Cauamé no Parque Santa Lúcia recebe modernização

Publicado

em

Após receber obras de pavimentação em bloquetes, meios-fios e sarjetas, a Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Sinfra, inicia trabalho de modernização do sistema de iluminação pública da Rua Cauamé, no Parque Santa Lúcia.

Objetivo é substituir antigas luminárias de vapor de sódio pelas econômicas e eficientes lâmpadas de LED que oferecem mais luminosidade e segurança aos moradores da Rua Cauamé. “Esse trabalho é essencial à população, pois gradualmente o município tem feito à modernização do sistema de iluminação pública de ruas e avenidas de Imperatriz”, garante o secretário de Infraestrutura, Zigomar Filho.

Ele informou também que o município modernizou para LED a iluminação da movimentada Avenida das Constelações, via de acesso a faculdades, órgãos da justiça e a diversos outros bairros.

“Essa avenida foi recentemente ampliada e recapeada pela Prefeitura de Imperatriz. Além disso, recebeu nova sinalização viária com divisão de fluxo, instalação de tachões refletivos e placas de regulamentação realizada pelas equipes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes, Setran”, destacou.

A Prefeitura expandiu ainda a iluminação de LED para a Avenida Tapajós, interligando a Avenida Itaipu, no Parque Santa Lúcia. Obra beneficiada centenas de moradores com a substituição das antigas lâmpadas de vapor de sódio. 

Vila Independência

A Prefeitura de Imperatriz entregou ainda a obra de modernização do sistema de iluminação pública das ruas do Parque Independência, substituindo as antigas luminárias, passando a oferecer mais luminosidade e segurança à população. As ruas do bairro também receberam reforço da sinalização viária.

Continue lendo
publicidade Bronze