- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
segunda-feira, 08 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Combate à violência contra o idoso é tema de audiência na AL

Mais Lidas

O Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa (Cedpi) promoveu uma audiência pública, na última sexta-feira (15), no auditório da Assembleia Legislativa do Estado, em alusão ao Dia Mundial de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa. Durante a sessão solene, os órgãos expuseram dados e ações que garantem os direitos do segmento. O evento teve a participação de representantes de entidades governamentais e não-governamentais (ONGs), profissionais que atuam na rede de atenção ao idoso e a comunidade em geral.

Segundo o promotor Waldir Macieira, dados do Disque Denúncia 100 mostram que, de junho de 2011 a junho deste ano, foram mais de 500 denúncias de violência contra o idoso, a maioria por omissão ou negligência. “Dados levantados pelo Ministério Público mostram que 90% dos casos de violência ocorrem dentro do domicílio, e em 60% dos registros os filhos são os principais agressores”, disse.

Para a delegada Soranda Nascimento, a Delegacia Especializada de Atendimento ao Idoso (Deai) veio para somar esforços e fortalecer a rede de atendimento ao idoso. “As denúncias recebidas são apuradas, os acusados indiciados e, se necessário, encaminhamos os casos para outros órgãos relacionados”, ressaltou.

O Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa é uma entidade de direito, vinculada à Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas). Tem como principal missão garantir que os direitos das pessoas idosas sejam cumpridos e respeitados, de acordo com o Estatuto do Idoso (Lei nº 10.741/ 2003), e como finalidades articular, mobilizar, estimular, apoiar e deliberar sobre questões relativas à Política Estadual do Idoso em todas as suas instâncias e em consonância com a Política Nacional do Idoso.

A Delegacia Especializada no Atendimento ao Idoso funciona de segunda a sexta-feira, em horário comercial, na rua Avertano Rocha, 417, entre as travessas São Pedro e Padre Eutíquio, no bairro da Cidade Velha. O telefone é (91) 3212-3626. Pelo Disque Denúncia 100 ou 181, o cidadão pode fornecer dados sobre os tipos de crime e formas de violência, com total garantia do sigilo e com o anonimato do denunciante. A ligação é gratuita. O atendimento está disponível 24 horas, em todos os dias da semana.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias