Connect with us

Pará

Comitês municipais vão investigar mortalidade materna e infantil

Publicado

em

A Comissão Intergestores Bipartite (CIB), composta por representantes estaduais e municipais da área da saúde, aprovou quarta-feira (11) a proposta apresentada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) sobre a criação dos Comitês Municipais de Investigação de Mortalidade, Infantil e Fetal. A proposta segue a Portaria nº72, publicada em 2010 pelo Ministério da Saúde, que estabelece que a vigilância do óbito infantil e fetal seja obrigatória nos serviços de saúde públicos e privados que integram o Sistema Único de Saúde (SUS).

A vigilância dos óbitos maternos, infantis e fetais é atribuição das Unidades de Vigilância Epidemiológica das Secretarias Estaduais, Municipais e do Distrito Federal e, no âmbito federal, do Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica. O gestor de saúde pode criar o comitê e escolher os respectivos  representantes. Segundo a coordenadora estadual de Saúde da Criança, Ana Cristina Guzzo, os comitês têm grande relevância estratégica, pois analisam os dados e as circunstâncias em que ocorreu o óbito, permitindo a proposição de ações baseadas em evidências, qualificando a prevenção de mortes que podem ser evitáveis por meio de intervenções apropriadas.

“A implantação dos comitês municipais é de suma importância para a investigação de óbitos no Estado. O objetivo é unir forças juntamente com o Comitê Estadual para identificarmos a situação e aperfeiçoar o sistema. Precisamos de dados seguros para a redução de mortes materna e infantil, evitando com isso, procedimentos equivocados”, explicou.

Para Ana Cristina Guzzo, o envolvimento de diferentes atores sociais é fundamental para apoiar os gestores de todas as esferas de governo na elaboração de políticas locais. “As sociedades científicas, entidades de classe, movimentos sociais, organizações governamentais e não-governamentais, também assumem um papel importante na organização e qualificação das ações de saúde que promovem a redução da mortalidade materna e neonatal”, ressaltou.

Redução

Segundo o Departamento Epidemiológico da Sespa, em 2011 a taxa de mortalidade materna no Pará foi de 57 óbitos maternos para cada 100 mil nascidos, a maioria de mães com idade entre 19 e 30 anos. Em relação à mortalidade infantil, ano passado foram 17,26 óbitos para cada mil nascidos vivos, redução quando comparada ao ano anterior, que registrara 18,12. As principais causas de mortalidade infantil são: desconforto respiratório, pneumonia por microorganismo, gravidez de curta duração e bebê de baixo peso.

Segundo o secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, 98% das mortes maternas poderiam ser evitadas ainda na atenção básica e com o pré-natal adequado, pois prevenir é a melhor forma. “É preciso promover saúde com acolhimento humanizado para identificar doenças como hipertensão, diabetes, dentre outras durante a gestação”, destaca.

Hélio Franco ressalta que a orientação nutricional para as gestantes também é importante, pois evita anomalias congênitas como hidrocefalia, dificuldade motora e demais patologias do tubo digestivo. Segundo ele é fundamental que os municípios criem seus comitês para identificar as causas de óbito fetal materno e infantil no Estado. “Indicadores precisos são de suma importância para identificar uma civilização avançada. No ponto de vista público é uma questão de responsabilidade”, conclui.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: Zacarias Marques é nome do PP para disputa de estadual

Publicado

em

O vereador parauapebense, Zacarias Marques, vem ganhando força na conjuntura política regional, para disputar uma cadeira de deputado estadual na Assembleia Legislativa do Pará (ALEPA), representando a região de Carajás.

Zacarias já não esconde a vontade de disputar a eleição do ano que vem, e aproveitar o espaço eleitoral que a região oferece.

O PP conta apenas com um deputado estadual na ALEPA, e trabalha para formação de uma chapa, com intenções de ampliar o número de cadeiras no Parlamento.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Fiscalização de trânsito é intensificada no final de semana

Publicado

em

A fim de reduzir os índices de imprudência no trânsito, que vêm ocasionando diversos acidentes, a Secretaria Municipal de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), por meio do Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), está intensificando as operações de fiscalização de trânsito no município.

Durante o último fim de semana, foram realizadas mais de 200 abordagens e registradas 128 infrações de trânsito, além da remoção de 44 veículos irregulares. Uma das operações desencadeadas, foi a Operação Kadron, fundamentada no artigo 230, inciso VII do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que fiscaliza a utilização de escapamentos irregulares. A fiscalização também foi estendida para a zona rural, e nas entradas e saídas da cidade.

No último dia 5, foi publicado pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) o convênio de nº 064/2021 com o DMTT que tem como objeto a delegação recíproca de competências entre os participantes, como órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, para fins de autuação, retenção, recolhimento de documentos vencidos, remoção, julgamento e processamento dos autos de infração lavrados por agentes de trânsito do Detran Pará e DMTT.

A fiscalização segue durante a semana com blitze em vários pontos da cidade com o apoio da Guarda Municipal, além da fiscalização por meio do sistema de videomonitoramento realizada pelo Centro de Controle e Operações (CCO). (Édila Nunes / Fotos: Irisvelton Silva)

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Diário Oficial do município agora é 100% on-line

Publicado

em

A partir de agora a população ficará por dentro de todas as ações da gestão no Diário Oficial Eletrônico do Município de Parauapebas (E-Domp).

Para isso, basta acessar o novo portal da Prefeitura, que foi totalmente reformulado, proporcionando maior navegabilidade ao cidadão.

A Prefeitura informou que visa dar a gestão pública mais rapidez e inovação.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze