- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
quarta-feira, 17 / agosto / 2022
- Publicidade -spot_imgspot_imgspot_imgspot_img
- Publicidade -spot_img
Array

Compra Direta deve movimentar R$ 10,5 mi e aquecer agricultura

Mais Lidas

No primeiro semestre deste ano cerca de 2.500 agricultores familiares de 137 municípios tocantinenses poderão vender seus produtos para o PAA – Programa de Aquisição de Alimentos Compra Direta Local. Neste ano, a meta do programa é investir R$ 10,5 milhões na compra de produtos como carne, frutas, verduras, hortaliças, polpa de frutos, dentre outros, sendo que cada agricultor pode comercializar até o limite de R$ 4.500/ano.

O PAA é um programa do Governo Federal, executado pelo Governo do Estado por meio do Ruraltins – Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins. Todos os agricultores que se enquadram como agricultores familiares podem participar. “Todo produtor beneficiário do Pronaf – Programa Nacional da Agricultura Familiar pode procurar um dos escritórios do Ruraltins munidos dos documentos pessoais e da sua propriedade para realizar o cadastro no programa”, afirma o coordenador estadual do programa, Adenieux Rosa Santana,.

De acordo ainda com o gestor, o Programa de Aquisição de Alimentos é uma porta que se abre para o agricultor comercializar seus produtos a preços de mercado sem a figura do atravessador, acrescentando que, do ponto de vista institucional, é uma grande ferramenta no dia a dia dos extensionistas. “É mais uma oportunidade que os técnicos têm para incentivar o agricultor a diversificar sua produção, pois a mercadoria tem destino certo”, destacou.

Movimentação

O Compra Direta Local da Agricultura Familiar faz parte do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Ministério de Desenvolvimento Agrário e Combate à Fome, tendo como objetivo garantir o acesso aos alimentos em quantidade, qualidade e regularidade necessárias às populações em situação de insegurança alimentar e nutricional e promover a inclusão social no campo por meio do fortalecimento da agricultura familiar.

No Tocantins, mais de 700 entidades filantrópicas recebem a doação dos alimentos adquiridos diretamente do agricultor familiar. São escolas, creches, APAES, abrigos de idosos, instituições de amparo a crianças e ao adolescente, cozinhas comunitárias e outras que diariamente fornecem alimentação gratuita às pessoas.

Neste ano a meta do programa é investir R$ 10,5 milhões na compra de produtos como carne, frutas, verduras, hortaliças, polpa de frutos dentre outros, sendo que cada agricultor pode comercializar até o limite de R$ 4.500/ano.

Em 2011, o PAA beneficiou 2.777 agricultores familiares, injetando na economia do Estado cerca de R$ 5 milhões.

- Publicidade -spot_img
Assinar
Notificar-me
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
- Publicidade -spot_img
- Publicidade -spot_img

Últimas Notícias