Connect with us

Bastidores

Conheça a ordem de votação na urna eletrônica para as Eleições 2018

Publicado

em

No dia 7 de outubro, os eleitores terão que votar em seis candidatos para os cinco cargos em disputa nas Eleições 2018, na seguinte ordem: deputado federal, deputado estadual ou distrital, dois senadores, governador e presidente da República.

Para não esquecer os números dos seus candidatos no momento da votação, a Justiça Eleitoral disponibiliza a chamada “cola eleitoral”, que pode ser levada à cabina de votação.

É importante digitar o número de cada candidato com atenção e conferir a foto do político escolhido antes de apertar a tecla “Confirma”. Caso ocorra algum erro, o eleitor pode apertar a tecla “Corrige” antes de finalizar o processo e digitar o número novamente.

Para votar no deputado federal, o eleitor terá que digitar quatro números urna eletrônica e, em seguida, apertar a tecla “Confirma”. Para o cargo de deputado estadual ou distrital, será necessário digitar cinco números e, novamente, apertar a tecla “Confirma”.

A escolha seguinte será de senadores. Como o Senado terá uma renovação de 2/3 de seus integrantes, neste ano o eleitor deve escolher dois candidatos. No caso, será necessário digitar três números na urna e apertar a tecla “Confirma” para votar para a primeira vaga. O mesmo processo deve ser repetido para a escolha do segundo candidato. O eleitor deve estar atento: se o mesmo número for digitado para os dois cargos de senador, o segundo voto será anulado.

Já se encaminhando para o fim, o eleitor deverá registrar o voto para governador e, por último, presidente da República, ambos com dois dígitos.

Depois de concluída a etapa de votação, a urna fará a gravação, criptografia e assinatura digital do voto. Feito isso, a palavra “FIM” aparecerá na tela, e a urna emitirá um sinal sonoro. A votação, portanto, estará concluída com sucesso.

Voto legenda

O voto em legenda pode ser dado ao partido somente no sistema proporcional, ou seja, para os cargos de deputado federal e deputado estadual/distrital. Se o eleitor desejar votar apenas no partido, sem especificar qual dos candidatos da legenda ele busca eleger, basta digitar os dois algarismos que identificam agremiação política e apertar “Confirma”. Dessa forma, o eleitor ajudará o partido de sua preferência a conquistar mais vagas no legislativo, sem escolher um candidato específico para preenchê-la.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bastidores

Deputados estaduais do Tocantins rumo a Glasgow na Escócia

Publicado

em

Deputados estaduais do Tocantins, vão compor a delegação tocantinense que vai participar da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26), entre os dias 1º a 12 de novembro de 2021.

O evento será em Glasgow na Escócia.

Os deputados que vão são: Cláudia Lelis (PV), Olyntho Neto (PSDB) e Ricardo Ayres (PSB). Pelo Poder Executivo vão: Miyuki Hyashida, secretária do Meio Ambiente e Recursos Hídricos; Marli Teresinha dos Santos, diretora de Instrumentos de Gestão Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos e Francis Rinaldi Frigeri, gerente de Recursos Energéticos e Mudanças Climáticas da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos.

Continue lendo

Bastidores

TCE fará inspeção no IGEPREV

Publicado

em

O Pleno do Tribunal de Contas do Tocantins (TCE/TO) aprovou a realização de uma inspeção in loco no Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Estado do Tocantins (Igeprev), para verificar as aplicações dos recursos de investimentos e financeiras no exercício de 2021. O requerimento foi apresentado na sessão do Pleno desta quarta-feira, 20, pelo conselheiro substituto Jesus Luiz de Assunção, representando a Quinta Relatoria.  

Segundo o relator, a inspeção também visa confrontar os dados enviados no processo de acompanhamento nº1783/2021 com os lançamentos contábeis nos Poderes e Órgãos referente ao repasse das contribuições previdenciárias que


Impactam na receita previdenciária, bem como os Demonstrativos exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).  Além disso, vai verificar também o cumprimento das determinações contidas no item 8.2 da Resolução nº486/2017-TCEPleno-18/10/2017 e avaliar o sistema utilizado pelo Igeprev para a concessão dos empréstimos consignados dos servidores aposentados e pensionistas. Os técnicos do TCE irão averiguar ainda se o Instituto utiliza a Instrução de Procedimentos Contábeis – IPC 14, aplicada ao RPPS.

Continue lendo

Bastidores

“Nenhum governante gostaria de passar pelo que o Tocantins está passando mais uma vez”, diz Wanderlei durante coletiva

Publicado

em

O governador em exercício, Wanderlei Cardoso falou com a imprensa por meio de coletiva, nesta manhã de quinta, 21, um dia após o afastamento do titular do cargo, Mauro Carlesse (PSL), por suspeitas de corrupção.

“Essa instabilidade causada neste momento pelo afastamento do governador, não podemos deixar que ela seja uma dúvida social, temos que tranquilizar. Continuaremos trabalhando e se o governador retornar para sua função, nós continuaremos trabalhando juntos e mantendo nossa obrigação de vice-governador”, afirmou.

Ele disse ainda: “Todos nós fomos pegos de surpresa, uma ação que preocupa todos. Nenhum governo, nenhum governante gostaria de passar pelo que o Tocantins está passando mais uma vez. Eu fui eleito junto com o Carlesse para ser o seu companheiro, seu substituto em qualquer eventualidade. Ou seja, o primeiro na linha de sucessão eu tenho que estar preparado para esse desafio”.



Wanderlei reforçou cuidado com a estrutura social, “Como equipe, como governo, não podemos deixar que abale a estrutura social, que cause preocupação, por conta do serviço que temos que prestar para a comunidade tocantinense”.

O governador em exercício também falou sobre mudanças. “Aquilo que nós formos modificar vamos modificar de maneira muito tranquila naquilo que tivermos que fazer porque a oxigenação em qualquer posto do governo existe, mas neste momento vemos que não temos necessidade porque temos uma equipe qualificada para prestação do serviço que precisamos”.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze