Connect with us

Tocantins

CRM promete fiscalizar trabalho de cubanos

Publicado

em

A assessoria jurídica do Conselho Regional de Medicina do Tocantins (CRM) começou a analisar a documentação dos 16 médicos cubanos e de um brasileiro formado na Espanha selecionados para atuar no Estado através do programa Mais Médicos, do governo federal. Conforme o presidente do CRM, Nemésio Tomasella, somente após esse procedimento serão concedidos os registros provisórios aos profissionais. O conselho prometeu fiscalizar também o exercício da profissão e as condições de trabalho desses profissionais, que irão atuar no interior do Estado.

“Nós, como órgão fiscalizador, vamos ver qual o médico que será supervisor e o seu tutor acadêmico. Como trabalho de rotina, vamos fiscalizar o exercício da profissão e as condições de trabalho que esses médicos estão tendo para dar atendimento à população” explicou Tomasella. Conforme o Jornal do Tocantins mostrou em reportagem especial no último mês de julho, a falta de estrutura de hospitais e atrasos nos salários são alguns dos problemas que afugentam os médicos do interior.

Treinamento
Ontem, os profissionais que chegaram ao Tocantins, no último sábado, participaram de um encontro para conhecer a realidade da saúde no Estado. Durante a reunião eles conheceram dados epidemiológicos e doenças regionais.
O treinamento segue até a próxima quinta-feira, com visitas a Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Capital. No sábado, eles devem seguir para os municípios onde irão atuar.

Inicialmente, estava previsto o envio de 16 cubanos e dois brasileiros formados no exterior ao Tocantins, mas um brasileiro ainda não foi apresentado por falta de documentos. O profissional seria enviado para a cidade de Santa Rosa do Tocantins, que deverá aguardar mais alguns dias a chegada do profissional.

Segundo a diretora de Atenção Primária da Secretaria de Saúde do Estado (SESAU), Nadir Santos, o encontro dos profissionais permitirá que eles conheçam a realidade do Estado e as especificidades da região. “Eles ficaram por três semanas em Brasília para conhecer o Sistema Único de Saúde (SUS) e agora estão conhecendo as condições de saúde do Tocantins. Considerando que no país deles não têm as doenças que temos aqui, eles vão poder conhecer sobre a leishmaniose (calazar), malária, dengue e também sobre a política de saúde do Estado”, explicou.

O presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Estado do Tocantins (COSEMS), Sinvaldo Moraes, contou que o mesmo encontro também acontecerá nos municípios onde os médicos irão atuar. “Os municípios já foram orientados para esse momento de recepção e de orientação de como funciona a saúde e as organizações regionais. Os profissionais vão ter a oportunidade de saber para onde os usuários do SUS devem ser encaminhados”, detalhou.

Expectativa

Para o médico Angel Remigio Lemes Dominguez, trabalhar no Brasil é muito gratificante, pois, segundo ele, o médico cubano trabalha para o povo e não vive do povo. Ele contou que já trabalhou no Tocantins, no município de Lizarda, a 317 km da Capital, no período de 2002 a 2005. Agora ele irá atuar no Distrito Sanitário Indígena. (Jornal do Tocantins)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

PALMAS: Rumo ao Lockdown. “Se organizem”

Publicado

em

Continue lendo

Tocantins

Seis mortes por Covid-19 são confirmadas no Tocantins nesta sexta dia 26

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta sexta-feira, 26 de fevereiro, foram contabilizados 788 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 215 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 357.025 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 112.823 casos confirmados da doença. Destes, 101.042 pacientes estão recuperados e 10.272 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.509 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Superintendente do Sebrae Tocantins discute projetos para MPE em Brasília

Publicado

em

O superintendente do Sebrae, Moisés Gomes, esteve reunido nesta quinta-feira, 25/02, em Brasília-DF com o presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, e o presidente da Associação Brasileira dos Sebrae Estaduais (Abase), Cláudio Mendonça. Na pauta foram discutidos projetos importantes e de interesse das micro e pequenas empresas que estão em andamento no Congresso.

Moisés Gomes comentou que estes projetos que estão em discussão irão contribuir com um ambiente cada vez mais favorável para o desenvolvimento e a produtividade dos pequenos negócios num momento tão delicado como este causado pela pandemia.

“Aproveitamos também para discutir pontos importantes relacionados à implantação abrangente do Cidade Empreendedora no país. Este projeto terá o objetivo de tornar os municípios muito mais competitivos na gestão pública e no fomento ao fortalecimento dos pequenos negócios”, disse o superintendente, acrescentando que no mês de março iniciará um circuito de visitas nos municípios tocantinenses para tratar sobre esta pauta.

Continue lendo
publicidade Bronze