A saúde pública no município de Curionópolis, no sudeste paraense, ganhou um importante reforço nesta quarta-feira (14), com a reinauguração do Instituto Miguel Chamon, iniciativa do deputado estadual Wanderson Chamon (Chamonzinho), com apoio do governo do Estado. A solenidade, que ocorreu no início da noite na sede do Instituto, na Rua das Palmeiras, contou com a participação do governador Helder Barbalho, de secretários de Estado e vários deputados estaduais, além de colaboradores da instituição e moradores.

O deputado Chamonzinho contou que o Instituto foi inaugurado em 2003, quando ele ainda era vereador de Curionópolis. A entidade, que leva o nome do avô do parlamentar, inicialmente oferecia serviços de capacitação profissional e assistência em saúde. Chegou a formar 1.200 jovens em cursos de informática.

Entre 2008 e 2016, o Instituto esteve sob a gestão do município. O parlamentar, que era o prefeito na época, transformou a entidade em um posto de saúde. Agora, volta a funcionar por meio de convênio com o governo do Estado, que garante ajuda para o custeio do espaço. A expectativa da direção é atender cerca de 600 pessoas por mês, em várias especialidades, como clínica médica, oftalmologia e odontologia. Também serão realizados, gratuitamente, exames de ultrassom.

O deputado Chamonzinho agradeceu ao governo do Estado pela parceria, e garantiu que o espaço vai oferecer um serviço humanizado e de qualidade. “O Instituto é a prova de que, quando se quer, é possível fazer, mesmo sem o apoio do Executivo municipal”, declarou.

O governador Helder Barbalho descerrou a placa de reinauguração ao lado das autoridades. Em seguida, percorreu as dependências do Instituto, que conta com salas para atendimentos e exames, além de dois consultórios móveis, instalados em duas carretas, que levarão os serviços às comunidades e bairros mais distantes. Helder Barbalho conversou ainda com profissionais de saúde e pacientes. “Tenho certeza de que o trabalho desenvolvido aqui terá muita qualidade e vai oferecer dignidade à população de Curionópolis, que sabe que pode contar com o governo do Estado”, ressaltou. Ele também foi conhecer os consultórios móveis e recebeu demandas de lideranças da região.

A aposentada Antônia Aguiar, 66 anos, moradora de Curionópolis, disse que estava ansiosa para voltar a ser atendida no Instituto. “Pra gente, que é pobre e vive de salário mínimo, é muito importante, porque muitas vezes o município não oferece o serviço e a gente precisa pagar pra fazer um exame. Eu mesma acabei de gastar R$ 200,00 para ter um atendimento particular. Então, vai nos ajudar muito”, afirmou.

Educação – Antes de participar da solenidade de reinauguração do Instituto Miguel Chamon, o governador atendeu um grupo de alunos da Escola Estadual Tancredo Neves, localizada na sede municipal. Eles falaram sobre a reforma da unidade de ensino, iniciada no governo passado e até agora não concluída.

Helder Barbalho explicou aos estudantes a situação precária em que foram encontradas cerca de 600 escolas em todo o Estado, e enfatizou o esforço que a atual gestão tem feito para melhorar a rede pública de ensino.

O governador se comprometeu a inaugurar a reforma da escola em janeiro de 2020 e a resolver o problema de falta de professores de algumas disciplinas, também relatado pelos estudantes, com a contratação de novos profissionais por meio de processo seletivo, que já está ocorrendo, e de novo concurso público, que deve ser realizado no próximo ano.

Os alunos saíram confiantes do encontro com Helder Barbalho. “A gente não sabia das providências que estão sendo tomadas, por isso foi importante vir até aqui conversar com o governador. Agora, temos a certeza de que nossos problemas serão resolvidos”, disse Janaira Silva, 17 anos, estudante do 2º ano do ensino médio. (Elck Oliveira/Foto: Marcelo Seabra)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.