Quem resolveu “dar as caras” na posse de Siqueira Campos (DEM), como senador, nesta terça-feira, 16, para ir tomando pé da situação, pois também ocupará a cadeira no Senado, foi o empresário Ogari de Castro Pacheco (DEM), fundador do laboratório Cristália, com sede em Itapira-SP, e eleito segundo suplente de Eduardo Gomes (MDB), com quem vai dividir o mandato de oito anos.

Ogari Pacheco foi o maior doador de campanha no Tocantins, em 2018, investiu R$ 2,1 milhões na candidatura de Gomes, o que representa 87% do total arrecadado pela campanha.

Em entrevista recente ao site Repórter Brasil, Pacheco disse que teria um subgabinete, dentro do gabinete de Gomes, hoje de Siqueira, para articular questões da Saúde. “Eu vou ter dentro do gabinete do Eduardo um subgabinete. A responsabilidade pela Saúde está comigo”.

A data da possível posse de Pacheco ainda não foi confirmada. (Foto: Marcos Oliveira)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.