Reeducandos do projeto “Conquistando a Liberdade” vão distribuir sacolas de lixo para veranistas e realizarão a limpeza nas praias de Mosqueiro, Salinópolis, Outeiro e Bragança durante os quatro finais de semana do mês de julho. A informação foi divulgada nesta seta-feira (28) durante coletiva de imprensa realizada no auditório do Comando-Geral do Corpo de Bombeiros, que apresentou o Projeto Verão 2019, que será desenvolvido por diversas secretarias do Estado. O Reeducar – essa é a nossa praia, é desenvolvido pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe).

“Os internos farão a entrega de sacolas de lixo para os veranistas, orientando que utilizem esta para a limpeza das praias e coleta do lixo. Nas segundas-feiras os internos farão uma limpeza básica, principalmente em busca de vidro e aqueles objetos mais inadequados que estarão jogados pela areia das praias. Teremos em média 10 detentos por praia. Desenvolveremos essa atividade nas praias e também em outras casas penais próximas de balneários que já estão se mobilizando para atuarem na sua localidade”, explicou o diretor de reinserção social da Susipe, Ed Wilson Nascimento.

O diretor Geral Penitenciário da Susipe (DGPen), coronel Mauro Matos, falou sobre a importância de ações como esta para a reintegração dos internos à sociedade. “Essa ação visa a ressocialização do preso e sua reinserção junto a sociedade, mostrando também o trabalho que pode ser realizado promovendo a limpeza e saúde num ambiente que é frequentado por vários veranistas agora no mês de julho”, afirma o coronel.

Representantes de todo o Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (SIEDS) compõem a operação. Entre eles estão as Polícias Civil e Militar, o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, o Corpo de Bombeiros Militar, o Departamento de Trânsito, e outros.

O diretor geral penitenciário falou ainda sobre as ações voltadas para a segurança pública neste verão. “Em julho nós contamos com uma ação junto a Polícia Militar, em que o sistema penitenciário vai reforçar o número de agentes penitenciários nas casas penais e aí trabalharemos de uma forma geral em todas as unidades prisionais, aumentando o número de agentes com escala extraordinária e também com o apoio da Polícia Militar do Pará, a qual realizará ações preventivas nas unidades e as revistas que serão intensificadas”, finalizou o coronel. (Vanessa Van Rooijen, colaboração de Fernanda Cavalcante)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.