Connect with us

Pará

Diagnóstico aponta mais de 3 mil casos confirmados de dengue no Pará

Publicado

em

O 8º Informe da Situação da Dengue no Pará aponta que, no período de 1º de janeiro a 06 de abril deste ano, foram notificados 11.709 casos da doença, dos quais 3.827 foram confirmados. O documento foi divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) na tarde desta quarta-feira (06).

Os municípios com mais casos notificados continuam sendo Belém (1208), Santarém (1015), Altamira (760), Parauapebas (743), Marabá (666), Marituba (420), Tucuruí (414), Novo Progresso (402), Paragominas (344), São Félix do Xingu (343), Itaituba (328), Castanhal (314) e Ananindeua (254).

Em relação aos casos confirmados, os municípios com maior registro são Altamira (540), Santarém (421), Tucuruí (367), Novo Progresso (354) e Paragominas (267). Até o momento houve seis óbitos por dengue no Estado, sendo três em Belém, um em Santarém, um em Soure e um em Tucuruí.

De acordo com a coordenadora de Controle da Dengue, Carla Garcia, o monitoramento precisa ser intensificado em todos os municípios nas próximas quatro semanas, em especial nos 77 prioritários, que receberam visita de técnicos da área de Vigilância à Saúde da Sespa e do Grupo de Mobilização Social, para envolver gestores, trabalhadores, organizações não governamentais e demais segmentos no combate à dengue.

As principais ações são a notificação imediata de todos os casos suspeitos de dengue e o combate aos focos de mosquito Aedes aegypti nos locais das notificações, evitando o surgimento de novos casos.

Vigilância

Carla Garcia ressaltou que a população deve continuar vigilante, assim como os profissionais nas unidades de saúde, pois ainda não acabou o período de sazonalidade da dengue, quando aumenta o risco de contrair a doença.

Além disso, já foram confirmados 14 casos de dengue tipo 4 (DENV4) no Pará, sendo 13 em Belém e um em Ananindeua, o que requer vigilância dobrada em função do risco de epidemia, já que a maioria das pessoas ainda não entrou em contato com esse sorotipo da doença. Segundo Carla Garcia, ainda não houve epidemia causada pelo sorotipo 4 por causa das ações imediatas desenvolvidas pelas Secretarias Municipais de Saúde.

Os 13 casos de dengue tipo 4 em Belém ocorreram nos bairros de Maracacuera, Águas Negras, Tenoné, Pratinha, Cabanagem, Marambaia, Marco, Canudos e Condor. Em Ananindeua, o caso foi registrado no bairro do Coqueiro. Conforme a coordenadora, todos os casos foram tratados a tempo e não apresentaram manifestações hemorrágicas.

Ações

Para minimizar o impacto da circulação do novo vírus, as Vigilâncias Epidemiológicas de Belém e Ananindeua realizaram as seguintes ações: investigação de campo para avaliação do caso e determinação da amplitude da circulação viral, investigação para identificar onde os pacientes infectados e intensificação do combate ao mosquito adulto e às larvas, por meio de controle biológico e químico.

Também há orientação quanto à criação dos comitês municipais de combate à dengue, e a gestores de escolas, técnicos e funcionários da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), visando a formação de multiplicadores para ações preventivas.

A Unidade Sentinela, que funciona no Hospital Abelardo Santos, encaminhou, até o momento, 260 amostras para análise ao Laboratório Central do Estado (Lacen), das quais 19% tiveram resultado positivo para dengue e foram encaminhadas ao Instituto Evandro Chagas (IEC) para identificação do vírus circulante. A finalidade desse trabalho é apenas identificar os sorotipos existentes na cidade.

Seguindo diretriz do Ministério da Saúde, a Sespa continua a vigilância sobre os casos graves e óbitos suspeitos de dengue, exigindo que os municípios informem em 24 horas à Coordenação Estadual de Controle da Dengue a ocorrência de casos graves ou suspeita de óbito pela doença.

O objetivo é fazer o bloqueio vetorial na área e evitar que mais pessoas adoeçam. Até esta quarta-feira, foram internados 349 pacientes suspeitos de dengue com complicação, dos quais oito continuam sob avaliação médica e os demais tiveram alta por cura.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

PARAUAPEBAS: 13ª da Prefeitura será pago dia 7 de dezembro

Publicado

em

O secretário de administração de Parauapebas, município da região de Carajás, Pará, Cássio André Flausino, anunciou as datas de pagamento do 13ª Salário e os meses de novembro e dezembro.

O 13ª Salário será pago dia 7 de dezembro. O pagamento do mês de novembro será nesta sexta, dia 26 e o mês de dezembro, dia 17 do mesmo mês.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Saúde faz convocação para pesagem dos beneficiários do Auxílio Brasil

Publicado

em

A Prefeitura de Parauapebas através da Secretaria Municipal de Saúde, (Semsa), alerta os beneficiários do Programa Auxílio Brasil (antigo bolsa família), sobre o prazo final da pesagem obrigatória dos contemplados pelo programa. Os mesmos devem realizar a pesagem referente ao segundo semestre de 2021 até o dia 12 de dezembro para evitar o bloqueio do benefício.

Para contemplar a maior parte dos beneficiários, a SEMSA irá realizar uma ação extraordinária neste sábado, (27), de 8h às 14h, em cinco pontos na cidade, e até o dia 12 de dezembro os beneficiários devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência e realizar a avaliação nutricional, no horário de 7h às 11h e das 13h às 17h.

O público-alvo da ação serão crianças menores de sete anos e mulheres entre 14 e 44 anos. É necessário levar cartão do SUS, cartão do Auxílio Brasil (com o número do NIS) e carteira de vacinação das crianças e de gestantes.

Confira os locais:

•             Escola Mário Lago /Sede – VS 10;

•             UBS Guanabara;

•             Escola Terezinha de Jesus- Cidade jardim;

•             Escola Nelson Mandela – Jardim Tropical;

•             Escola Olga da Silva – Altamira.

A pesagem do Programa Auxílio Brasil (antigo Bolsa Família), deve ser realizada duas vezes por ano, uma no primeiro semestre (janeiro a junho) e outra no segundo (julho a dezembro), para conferir a saúde de mulheres e crianças inscritas no programa. Os beneficiários que não comparecem às unidades de saúde no prazo informado para fazer a pesagem podem ter o benefício suspenso ou cancelado.

Continue lendo

Pará

MARABÁ: Prefeitura paga salário dos servidores nesta sexta, dia 26

Publicado

em

A Prefeitura autorizou o pagamento dos salários de todos os servidores públicos municipais para esta sexta-feira, dia 26 de novembro. O valor da Folha mais encargos é de R$ 37.425.724,46

O valor estará disponível nas contas-salário de todos os servidores na manhã do dia 26 de novembro, sexta-feira.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze