Connect with us

Maranhão

Em Imperatriz, uma pessoa fica ferida após ônibus cair no Rio Tocantins

Publicado

em

bus_itz2

Uma pessoa ficou ferida, na manhã deste sábado (12), após um micro-ônibus com aproximadamente 12 pessoas cair no Rio Tocantins. O acidente aconteceu por volta das 11h, próximo ao Porto da Balsa, em Imperatriz.

Segundo informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros, o ônibus era utilizado por 12 pessoas, que planejavam ir até o Tocantins buscar água. No entanto, quando o motorista tentou estacionar o veículo, o comando de freio teria falhado. Para não atropelar pessoas que estavam bem próximas, em uma balsa, o motorista desviou para o rio.

Para saírem do veículo, as pessoas tiveram que quebrar os vidros das janelas e portas. Um jovem de 17 anos ficou mais gravemente ferido e só conseguiu sair do micro-ônibus com a ajuda de barqueiros que trabalham no local. Ele foi encaminhado pelo do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para atendimento no Hospital Municipal de Imperatriz (HMI). Após avaliação, ele foi liberado. Os passageiros que estavam no veículo sofreram escoriações leves.

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros realizaram uma vistoria dentro do veículo, mas não encontraram outras vítimas. Somente depois o micro-ônibus foi retirado do rio, com a ajuda de um caminha-guincho.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

PORTO FRANCO: “Chefe” é preso acusado de importunação sexual

Publicado

em

Em Porto Franco, município do sul do Maranhão, distante certa de 100 km de Imperatriz, um homem foi preso pela Polícia Civil, acusado de importunação sexual e estupro.

O homem não teve a identidade divulgada, se utilizava da sua posição hierárquica dentro de órgão público, pra assediar, importunar e estuprar suas subordinadas.
Ele foi preso em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela 1° Vara da Comarca de Porto Franco e está à disposição da Justiça.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Valores incorretos do IPTU de apartamentos estão sendo corrigidos

Publicado

em

Os valores para imóveis com apartamentos do IPTU 2021 saíram com alíquotas incorretas, o que gerou um valor mais alto que o normal do imposto desse ano, na cidade de Imperatriz, no sul do Maranhão.

O contribuinte que perceber o erro no sistema, ao tentar gerar o boleto, deve aguardar a correção que já está em andamento pela Secretaria Municipal de Planejamento, Fazenda e Gestão Orçamentária, Sefazgo, ou falar com a Secretaria.

A empresa responsável pelo sistema que realiza o cálculo foi acionada e a Secretaria está empenhada em resolver o problema o mais rápido possível.

Contatos da Sefazgo:

E-mails: [email protected]/[email protected]
WhatsApp: (99) 99185-7126

Continue lendo

Maranhão

No Maranhão, deputado e ex-prefeito são suspeitos de pagarem dívidas junto ao TCU usando dinheiro público

Publicado

em

Uma operação realizada pelo Grupo de Atuação Especializada no Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do Ministério Público do Maranhão em parceria com a Polícia Civil do Maranhão cumpriu na manhã desta quinta-feira (15) mandados de busca e apreensão em cinco municípios do estado por crimes de desvios de recursos públicos.

Batizada de ‘Laços de Família’, a operação está sendo realizada nas cidades de São Luís, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Miranda do Norte e Bom Jardim.

Segundo a polícia, as investigações começaram após uma denúncia do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre desvios de recursos realizados no período de 2017 a 2020, durante a gestão do ex-prefeito de Miranda do Norte, Carlos Eduardo Fonseca Belfort.

Ainda de acordo com a polícia, o ex-prefeito faria uso de recursos públicos para quitar dívidas pessoais junto ao TCU. O mesmo esquema também seria feito pelo ex-prefeito e atual deputado federal, José Lourenço Bonfim Júnior, que esteve à frente da administração municipal de Miranda do Norte no período de 2009 a 2016.

A polícia diz que o esquema era operacionalizado por meio de empresas de fachada que participavam de licitações fraudulentas. O esquema causou um prejuízo aos cofres públicos no valor de R$ 22.061.477,53.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze